Blog > Você pode sair da dívida ganhando pouco
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Você pode sair da dívida ganhando pouco

Você pode sair da dívida ganhando pouco

Quem está endividado e vive com o orçamento apertado, pode acreditar que não existe solução para as dívidas a não ser continuar devendo. Pois saiba que é possível sair da dívida com pouco dinheiro.

E se não pagar as dívidas, a inclusão do CPF nos órgãos de proteção ao crédito (Serasa, SPC) e até mesmo ação judicial de cobrança são algumas das consequências devastadoras na sua vida financeira. 

Para ajudar você nessa missão, o Bom Pra Crédito explica como você pode sair da dívida ganhando pouco.

Faça um diagnóstico financeiro

Antes de renegociar as suas dívidas, esclareça o quanto você ganha e o quanto você gasta. Se você não tem o hábito de anotar e controlar os seus gastos, uma maneira simples de identificar para onde vai o seu dinheiro é por meio do extrato bancário.

Para fazer um diagnóstico financeiro, ou seja, entender se você gasta mais do que ganha e quais são os seus principais gastos, imprima o extrato bancário dos últimos três meses.

Encontre os gastos principais e some os valores de acordo com a categoria, por exemplo, “mercado”, “saúde” e “lazer”. Feito isso, fica mais fácil identificar os gastos que podem ser reduzidos.

 

Quanto você pode economizar por mês?

A tarefa de pagar as dívidas não é fácil e exige disciplina. Para sair da dívida ganhando pouco, só existe uma saída: economizar dinheiro. É por isso que o diagnóstico financeiro ajuda a identificar quais os gastos que você pode reduzir ou até mesmo cortar para conseguir pagar as contas atrasadas.

Você costuma ir ao shopping e não sai de lá sem uma comprinha? Chegou a hora de mudar esse hábito, pelo menos, por um tempo. É fã de uma marca cara? Escolha a mais barata até que você possa consumir novamente, sem sufoco. Identifique um valor que terá de ser direcionado exclusivamente ao pagamento das dívidas.

 

O dinheiro está curto? Simule crédito de todas financeiras num só lugar.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Parcelas que cabem no seu bolso!

 

Busque aumentar a sua renda

Existem diversas maneiras de se ganhar dinheiro extra. “Explore” alguma habilidade sua para aumentar a sua renda. Você pode aproveitar algumas horas de descanso e direcionar o que você ganha para o pagamento de dívidas, pelo menos, por enquanto.

Depois, o dinheiro que você conseguir a mais pode ter outro destino, como uma viagem ou reforma da casa. Você fala inglês? Que tal dar aulas pela internet? Para aumentar as chances de sucesso, divulgue para os seus amigos.

Você também pode se tornar um MEI – Microempreendedor Individual

 

Saiba em que pé estão as suas dívidas

Agora que você já sabe o quanto pode economizar mensalmente, esclareça em que pé estão as suas dívidas. Esse processo vai tomar um pouco do seu tempo, mas é necessário que você saiba o quanto está devendo. Assim, fica mais fácil decidir quais dívidas priorizar a negociação.

Entre em contato com os credores e pergunte o valor da sua dívida atualizada (valor inicial acrescido de juros e multas) e os dias em atraso. Pergunte também as condições para acordo e os descontos no caso de pagamento à vista. Se a sua dívida é com o banco, é melhor visitar a sua agência bancária e conversar com o gerente.

 

Priorize o pagamento das dívidas mais altas

Na hora de renegociar as suas dívidas, priorize o pagamento das dívidas mais altas. Nem sempre a dívida mais alta é a de maior valor, mas sim aquela que possui os juros mais altos, como o cartão de crédito ou cheque especial. Por isso, é importante esclarecer com os credores os juros que vem sendo cobrados.

Você pode sair da dívida pagando pouco: escolha uma parcela pequena, que não pese no orçamento mensal. Caso você consiga mais dinheiro ao longo do acordo, você pode ir antecipando as parcelas e, assim, conseguir descontos. Além, claro, de ser uma boa opção para se livrar da dívida mais rápido.

 

Troque sua dívida por uma mais barata

Você sabia que existe a possibilidade de trocar a dívida de um banco para um outro, para pagar menos juros? A portabilidade de crédito é um direito do consumidor, regulamentada em 2006 pelo Conselho Monetário Nacional do Banco Central (BC).

Há também a possibilidade de solicitar um empréstimo pessoal para pagar as suas dívidas, ou seja, você concentra todas as contas em apenas uma.

No Bom Pra Crédito, ao pedir o seu empréstimo pessoal online, você tem chances de receber diversas propostas e escolher o empréstimo pessoal com parcela que não prejudique a sua saúde financeira.

 

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Simule gratuitamente crédito de todas instituições financeiras.

 

Crie bons hábitos de consumo

Você já parou de pensar o quanto gasta por mês comendo fora de casa? No momento em que você tem como foco o pagamento das suas dívidas mesmo ganhando pouco, precisa repensar os seus hábitos de consumo.

Que tal, então, preparar a sua própria marmita em casa, com escolhas saudáveis e receitas práticas? Esse exemplo mostra que, além de economizar dinheiro, novas escolhas podem ajudar a melhorar a sua qualidade de vida.

Em pouco tempo, você vai sentir a diferença no bolso e pagar as suas dívidas com mais tranquilidade. A reflexão é o primeiro passo para mudar os seus hábitos de consumo.

 

Controle os seus gastos

O controle dos gastos em uma planilha ou até mesmo em um caderninho é fundamental para quem deseja sair da dívida ganhando pouco.

Crie o hábito de anotar os seus gastos, para acompanhar a sua situação e não perder o controle do seu dinheiro. Não se esqueça de incluir os gastos pequenos, como o famoso “cafezinho”. Por mais que pareçam “inofensivos”, podem pesar no seu orçamento mensal.

O Bom Pra Crédito tem uma planilha de gastos perfeita para quem gosta de praticidade e não tem tempo de fazer contas.

Baixe gratuitamente a nossa planilha de gastos e comece hoje mesmo a controlar os seus gastos:

» Quero baixar a planilha gratuita para controlar meus gastos

 

Reserve dinheiro para emergências

Além de pagar as suas dívidas, você precisa se preparar para as situações emergenciais que possam surgir. Por isso, procure reservar dinheiro para momentos imprevisíveis. Mas não se esqueça de sempre priorizar o pagamento das suas dívidas.

Para começar, crie uma meta de guardar um pequena quantia mensalmente e, aos poucos, vá aumentando. Quando você reserva dinheiro para emergências, está se precavendo para evitar um possível descontrole financeiro no futuro.

E se você precisar de dinheiro e não tiver, fuja dos juros do cartão de crédito e cheque especial: opte por um empréstimo pessoal mais barato.

 

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

É bem fácil fazer uma simulação de empréstimo!

 

Aprenda sobre finanças pessoais

Para aprender e aprimorar conhecimentos sobre finanças pessoais, fique por dentro das dicas no blog do Bom Pra Crédito.

Se você está pensando em pedir um empréstimo pessoal, mas ainda não tem certeza da escolha, confira nosso post sobre quando solicitar um empréstimo pessoal. Conte com o Bom Pra Crédito!

 

By | 2018-06-08T17:21:44-03:00 5 de março de 2018|