Qual é o momento correto para usar a sua reserva de emergência

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

imagem ampliada de um homem de azul fazendo contas com uma calculadora e anotações

Resumo da matéria

  • O que é uma reserva de emergência? É importante ter uma?
  • Qual é a diferença entre reserva financeira e investimento?
  • Qual é o valor ideal de uma reserva de emergência?
  • Quando usar o dinheiro da sua reserva de emergência?

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Saiba quando é o melhor momento para usar o dinheiro guardado

Geralmente, se tem um grande esforço para montar e usar reserva de emergência, mas pode bater aquela dúvida: afinal, quando usar o dinheiro?

De acordo com uma pesquisa da CNDL e do SPC Brasil, 67% dos brasileiros não conseguiram guardar nenhum valor em agosto de 2019, o que mostra que boa parte das pessoas não pensa na reserva financeira.

Pensar em usar essa quantia é uma ideia tão estranha em um primeiro momento que até soa como uma decisão errada, já que ela parece ser algo que você pensa em nunca utilizar.

Porém, este momento pode chegar para todos, e é importante saber quando é.

Continue conosco para aprender sobre o assunto e saber qual é a melhor hora para tirar dinheiro da sua reserva.

Assim, poderá fazer isso sem o sentimento de culpa!

O que é uma reserva de emergência? É importante ter uma?

É um valor que se tem guardado para usar em momentos de emergência, ou seja, quando as coisas fogem do planejado e criam situações em que é necessário ter ao que recorrer para não ter problemas com o dinheiro.

Quando falamos sobre uma reserva de emergência, pode parecer que só pessoas que ganham muito dinheiro podem ter uma, o que felizmente não é verdade.

Nós já falamos por aqui, inclusive, sobre como guardar dinheiro ganhando mil reais, o que mostra que este é um objetivo que pode ser alcançado por todos.

O mais importante não é o seu salário, mas sim a forma com a qual você utiliza o dinheiro que recebe.

Usar bem seus recursos financeiros é a grande diferença entre conseguir poupar e deixar a conta zerada no final do mês.

Nós estamos acostumados a receber por nosso trabalho, o que é super normal.

Porém, nunca se sabe quando algo pode sair dos trilhos, como os impactos do Coronavírus na economia, algo que ninguém esperava mas que, rapidamente, mudou totalmente o mundo.

Por isso, é muito importante ter uma reserva de emergência, seja qual for sua idade, profissão, salário ou planos para o futuro. A verdade é que todos deveriam ter uma!

imagem ampliada de cofre em formato de um porco da cor rosa

Leia mais: Lista: 100 dicas para você economizar dinheiro

Qual é a diferença entre reserva financeira e investimento?

Basicamente, toda reserva é um investimento, mas nem todo investimento é uma reserva, já que é possível investir com outros objetivos, como a compra de uma casa, um carro ou a realização de uma viagem.

O ideal é que a reserva de emergência seja feita em algum investimento para que o dinheiro renda, mas é importante escolher bem em qual, já que ela possui uma particularidade importante: o fato de que você pode ter que sacar o valor a qualquer momento – afinal, ela é usada para emergências!

Neste caso, é importante que o investimento escolhido seja bem sólido e com pouca volatilidade, ou seja, quando são pequenas as chances de obter prejuízos.

Como você deseja investir em algo seguro, descobrir que perdeu dinheiro não seria uma surpresa nada boa.

Quem vai começar a investir deve entender quais são as características de cada fundo.

Há alguns que são voláteis e podem variar muito em relação aos valores, como o mercado de ações, enquanto outros apresentam maior segurança, como a poupança, que é mais estável.

Além da diferença entre os investimentos arriscados e aqueles mais tranquilos, quando se fala sobre reserva financeira, o ideal é que os valores estejam disponíveis para resgate rapidamente e que isso não os faça perder tanto valor, o que poderia trazer grandes sustos.

Nós dizemos isso porque algumas modalidades de investimento só permitem que os valores sejam resgatados alguns dias depois da solicitação, o que nem sempre é viável quando se tem contas a pagar.

Geralmente, os fundos de renda fixa, como CDB e tesouro direto, são boas oportunidades para a sua reserva de emergência, já que as chances de ter prejuízo são pequenas, além do fato de que 

imagem de cofre em formato de um porco da cor rosa ao lado de uma relógio despertador

Leia mais: Reserva de emergência: por que você precisa ter uma?

Qual é o valor ideal de uma reserva de emergência?

As opiniões dos especialistas variam neste sentido. Alguns dizem que é importante ter um valor suficiente para pagar todas as suas despesas por 3 meses, enquanto outros preferem prazos mais longos, como 12 meses.

Suponha que suas despesas mensais sejam de R$ 2 mil. Nos exemplos que demos acima, portanto, o valor da reserva seria de R$ 6 mil para 3 meses e de R$ 24 mil para 12 meses.

Porém, se as suas despesas mensais são de R$ 3,5 mil, os valores que vimos anteriormente já não seriam suficientes.

Usando o mesmo período de referência, ela seria de R$ 10,5 mil para 3 meses e de R$ 42 mil para 12 meses.

Sempre que se fala sobre reserva de emergência, é importante pensar em meses, já que o valor depende diretamente de quanto tempo você deseja estar tranquilo e confortável caso algo aconteça.

Assim, depois de um cálculo simples, você saberá de quanto precisa.

Portanto, é importante se esforçar para conseguir arcar com as suas despesas por pelo menos 3 meses, período que costuma ser suficiente para se programar e ver o que pode ser feito para reverter a situação.

Porém, quanto mais dinheiro tiver em sua reserva, melhor, pois isso te dá tempo hábil para pensar no que fazer.

Quando usar o dinheiro da sua reserva de emergência?

Depois de tudo isso, chegou a hora de saber quando usar a sua reserva, e a resposta é: depende.

Porém, não fique bravo conosco – vamos explicar direitinho!

Como o nome já diz, as reservas devem ser usadas em casos de emergência, ou seja, ocasiões críticas e inesperadas, mais “graves”, digamos assim.

Algumas possíveis situações são as seguintes:

  • Demissão;
  • Compra de remédios;
  • Tratamentos de saúde inesperados;
  • Momentos de grande insegurança com o mercado, como a pandemia do novo Coronavírus;
  • Necessidades urgentes para o trabalho, como quando seu carro quebra e você trabalha com apps de transporte;
  • Outras ocasiões em que não parece haver outra solução.

Não temos como definir exatamente o que é uma emergência, já que isso depende de cada pessoa e ocasião, mas o importante é se lembrar de que as reservas são destinadas a momentos realmente emergenciais.

Assim, você evita gastar o dinheiro com situações desnecessárias.

Se você ainda não tem uma reserva, saiba que sempre é tempo de começar uma.

Assim, caso precise dela no futuro, já terá uma quantia à sua disposição para ajudar a resolver o problema.

Depois de aprender a importância de saber usar a reserva de emergência, se você ainda não tem, mas precisa de uma ajuda mais urgente, saiba que o Bom Pra Crédito pode te ajudar.

Nós temos as melhores opções de empréstimo pessoal e consignado do mercado, com valores, parcelas e taxas de acordo com o seu perfil financeiro!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *