Blog > Trabalhar como Autônomo: Guia de 15 ideias de Trabalho Autônomo 2019
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Trabalhar como Autônomo: Guia de 15 ideias de Trabalho Autônomo 2019

Trabalhar Autônomo Guia de 15 ideias de Trabalho Autônomo 2019Em intenso crescimento no Brasil, a categoria de trabalho autônomo tem se tornado uma opção para os cidadãos que não conseguem um emprego com carteira assinada.

O trabalho autônomo serve também para aqueles que desejam ser donos do próprio serviço, o que inclui o comando de horários, dias trabalhados, além de gerir os seus ganhos de acordo com a demanda e com a disponibilidade.

Essa categoria está cada vez mais presente em nosso dia a dia, principalmente agora que a terceirização foi expandida, o que diminuiu os índices de empregados registrados em carteira de trabalho.

Por conta dessas novas diretrizes e por conta de mudanças na própria CLT, a vontade de ter uma espécie de “negócio próprio”, prestando serviços para empresas ou para pessoas físicas quando quiser e puder, foi o diferencial encontrado por muitos trabalhadores autônomos para se manterem ativos em suas áreas.

Outro fator que corroborou para o aumento dessa categoria foi a flexibilidade trazida pela internet e pelos dispositivos móveis.

Muitos serviços atualmente estão inseridos e podem ser executados facilmente através de notebooks, celulares e tablets.

Com isso, o trabalhador autônomo tem a mobilidade de levar seu notebook para onde quiser e até mesmo trabalhar em casa!

O profissional autônomo é favorecido por questões tributárias.

O trabalhador autônomo possui mais facilidade de encontrar trabalhos, uma vez que a burocracia é menor e a demanda das empresas por trabalhadores sem vínculo empregatício também é bem alta, principalmente para a execução de serviços pontuais e esporádicos.

O que é Trabalho Autônomo – Conceito

Apesar de ser um termo comum no universo do trabalho atualmente, muitas pessoas acabam confundindo essa categoria com o trabalhador terceirizado, por exemplo, uma vez que não conhecem de fato o seu conceito.

Para uma definição mais fácil de ser compreendida, podemos afirmar que o trabalho autônomo é todo aquele que é exercido por um profissional de forma liberal, ou seja, que presta serviços para empresas ou pessoas por um tempo específico, sem ter um vínculo empregatício com elas.

Assim, o trabalhador autônomo pode ser pessoa física ou jurídica, podendo prestar serviços a pessoas físicas ou jurídicas diversas.

Por conta dessa falta de vínculo, o trabalhador autônomo possui, literalmente, autonomia em toda a sua rotina profissional e financeira, não assumindo o papel e os deveres de um funcionário efetivo.

Assim, ele não tem a obrigação de cumprir horário, assinar folha de ponto, ter dias de trabalho definidos, além de poder cobrar o quanto achar justo pelo seu trabalho.

Cabe ao contratante aceitar ou não sua oferta.

Além disso, na prática, ele não está comprometido com um dever de obediência, ou seja, não recebe ordens do seu cliente que se beneficia com seu trabalho.

O cliente só deve orientar o trabalhador autônomo sobre como esse trabalho deve ser feito.

O grande diferencial é a mobilidade no trabalho autônomo.

É possível ter liberdade de organização e execução do próprio trabalho, podendo até mesmo contar com a ajuda de auxiliares ou substitutos quando necessário.

Além disso, se tem a liberdade de disposição do resultado do próprio trabalho, podendo alienar o resultado de acordo com o que foi combinado com o cliente.

Outra característica importante que determina um trabalho como autônomo é a não exigência de certificados de conclusão de cursos ou diplomas para que um trabalhador realize algum serviço.

Assim, os portfólios têm se tornado cada vez mais usados para comprovação da expertise do profissional autônomo em determinada função, principalmente no ambiente digital, agilizando o processo e gerando mais confiança da habilidade prática para a contratação dos serviços.

O que um Profissional Autônomo Faz?

O que um Profissional Autônomo FazPodemos dividir os trabalhadores autônomos em duas espécies:

prestadores de serviços de profissões não regulamentadas: encanador, digitador, pintor, faxineiro, pedreiro, entre outros;

prestadores de serviços de profissões regulamentadas: advogado, médico, contabilista, engenheiro, nutricionista, psicólogo, jornalista e outros registrados nos seus respectivos conselhos regionais de fiscalização profissional.

Nos últimos dez anos, o trabalho autônomo aumentou consideravelmente, exercendo principalmente as funções relacionadas a serviços empresariais, à intermediação financeira e atividades sanitárias.

No caso dos serviços empresariais, podemos englobar diversas atividades pertinentes aos trabalhadores autônomos, como é o caso de pessoas que trabalham com marketing digital, redatores, contadores, entre outras.

Preciso de um Alto Investimento Para Trabalhar como Autônomo?

Para trabalhar como autônomo, a liberdade financeira e a economia proporcionada para a execução do trabalho, são destaque.

Por conta da autonomia no quanto cobrar, os valores que não são descontados e o dinheiro que muitas vezes não é gasto com locomoção ou com alimentação diária fora de casa, fazem dessa modalidade muito mais econômica para o trabalhador.

Assim, não é preciso investir muito dinheiro para trabalhar de maneira autônoma.

É preciso apenas que você, se trabalhar com computador ou dispositivo móvel, mantenha-os sempre com a manutenção em dia, com uma internet de boa qualidade e com um telefone/celular para conversar com seus clientes.

Pode ser que você gaste inicialmente para montar um site, caso queira que ele seja mais rebuscado, mas é possível fazer isso por conta própria e gratuitamente.

Além disso, a regularização da situação profissional é necessária junto à Prefeitura como prestador de serviço. Por não haver a necessidade de abrir empresa para exercer sua atividade, o trabalhador autônomo não precisa pagar a mensalidade de empresa aberta, porém, possui alguns gastos básicos, como:

  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Imposto de Renda (IR);
  • Imposto sobre Serviços (ISS);
  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Programa Integração Social (PIS).

Apesar de não serem gastos muito altos, os que existem podem ser compensados rapidamente por conta do volume de trabalho e dos ganhos maiores.

Caso você precise de uma ajuda financeira para começar seu trabalho autônomo, um empréstimo pessoal online do Bom Pra Crédito é a solução.

Quem Pode Ser Considerado Autônomo?

O trabalhador autônomo é todo aquele que exerce sua atividade profissional sem vínculo empregatício, ou seja, por conta própria e assume de seus próprios riscos.

A prestação de serviços é de forma eventual e não habitual, não tendo obrigações diretas para com o contratante, a não ser a da entrega do serviço combinado.

Dentre os profissionais autônomos mais conhecidos no mercado de trabalho, podemos destacar: um contabilista, um redator, designer, professor particular, coach, vendedores autônomos, entre outros.

Diferença Entre Microempreendedor, Profissional Liberal e Profissional Autônomo

É muito comum que as pessoas confundam o conceito entre essas três categorias de trabalhadores.

Porém, elas se diferenciam bastante na prática e quanto às suas obrigações legais. Confira algumas características de cada uma:

Profissional autônomo: não possui vínculo empregatício; pode ser pessoa física ou jurídica e prestar serviços para ambos; não é obrigatório que apresente certificações/habilitações; não está subordinado a uma cadeia hierárquica, respondendo assim pelo próprio trabalho e possíveis erros; deve pagar determinados tributos, como já foram mencionados acima.

Profissional liberal: diferentemente do profissional autônomo, o liberal pode vir a ter vínculos empregatícios com uma ou mais de uma empresa, podendo assim ter carteira assinada com seus devidos benefícios, porém também são responsáveis por seu trabalho e possíveis erros; são representados através de conselhos e/ou sindicatos; pagam praticamente os mesmos tributos que o profissional autônomo, além das taxas relacionadas à manutenção das entidades sindicais.

Microempreendedor: este só pode ser uma pessoa jurídica, isto é, uma empresa, tendo a possibilidade de ter até nove funcionários para a área de comércio e serviços, ou até 19 na construção civil e indústria; deve pagar os seguintes tributos: IRPJ, ICMS, COFINS, PIS, CSLL, IPI, etc.; sua renda não pode ultrapassar o valor de R$ 240.000,00 anuais.

Vantagens de Trabalhar Autônomo

Uma das principais vantagens de trabalhar de forma autônoma é a possibilidade de definir seu próprio horário e, em alguns casos, o seu próprio local de trabalho.

Com isso, é possível executar suas atividades quando e onde quiser ou puder, sem a necessidade de cumprir uma carga horária fixa e “bater o ponto”, como ocorre com trabalhadores CLT, por exemplo.

Dessa forma, é possível conciliar mais de um trabalho no dia e até ao mesmo tempo, além de conseguir resolver seus problemas particulares e pessoais de forma mais fácil, e conseguir praticar exercícios físicos e outros hobbies durante a semana.

Outro fator importante e muito positivo é que o trabalhador autônomo não deve obediência e não segue uma hierarquia.

Assim, ele é o seu próprio chefe, podendo determinar seus horários, seu método de trabalho, seu modo de entrega, responder sobre seus erros, entre outros benefícios.

A única obrigação ética é a de entregar o serviço de acordo com o que foi definido e solicitado pelo contratante, seja ele uma empresa ou uma pessoa.

Outra vantagem é para quem possui expertise prática em alguma função, porém não é graduado ou possui algum diploma.

No trabalho autônomo, não são exigidos diplomas e formações. Todavia, isso não quer dizer que não precisam estar preparados para suas atividades.

Por isso, muitas empresas solicitam um portfólio e até mesmo indicações de outros clientes para avaliar os candidatos autônomos.

Outra vantagem muito importante é a carga tributária ser muito baixa, se comparada com demais modalidades de trabalho.

Além disso, os ganhos podem ser mais altos e em maior quantidade, pois o volume de trabalho pode ser maior devido à flexibilidade, e por conta da sua precificação.

É importante ressaltar que todas essas benesses, exigem, como contrapartida, a necessidade de manter uma organização, cumprir prazos, ser comprometido com o que foi acordado e com o cliente, ter disciplina com o trabalho e com as entregas.

Desvantagens de Trabalhar Autônomo

Como qualquer condição, existe um lado bom e um ruim.

No caso do trabalho autônomo, algumas desvantagens podem pesar na hora de decidir por essa modalidade.

O fato de não assumir um vínculo empregatício com alguma empresa, não permite que certos privilégios sejam concedidos a esse trabalhador, como carteira assinada, 13º salário, férias remuneradas, FGTS, folga semanal remunerada, horas extras, vale-refeição, vale-alimentação e assim por diante.

Além disso, o pagamento de INSS passa a ser uma obrigatoriedade sua para conseguir se aposentar no futuro, correspondendo a 11% do salário mínimo recebido como autônomo (valor esse que é menor do que é recolhido pela CLT).

Outra desvantagem é a falta de estabilidade profissional, que é mais garantida para quem possui carteira assinada.

Pode acontecer de, em alguns meses, não haver o mesmo volume de trabalho do mês anterior, por exemplo, ou simplesmente uma empresa não querer mais a sua prestação de serviços.

Com isso, o planejamento pessoal financeiro se torna um pouco instável e imprevisível, prejudicando os planejamentos do trabalhador.

Como se Tornar um Trabalhador Autônomo MEI?

Para fazer o cadastro como MEI, basta acessar o site do Portal do Empreendedor e seguir as instruções.

Para exercer as profissões regulamentadas (como direito, medicina, engenharia, entre outras), o autônomo precisará ter o registro profissional, independentemente da forma de atuação.

Assim, mesmo se optar por abrir uma empresa, o registro pessoal do trabalhador deve estar em dia.

15 Melhores Ideias de Trabalho Autônomo que dão Dinheiro

Dentre as profissões que possibilitam a atuação autônoma, atualmente existem diversas que podem dar bastante dinheiro para o trabalhador! Dentre elas, vamos destacar:

1 – Coaching – Trabalhar Autônomo como Coach

Coaching - Trabalhar Autônomo como CoachCada vez mais em voga no ambiente empresarial e até mesmo pessoal, o coach é o profissional designado para ajudar o cliente a refletir sobre a sua vida em todos os âmbitos.

Em decorrência, auxilia a pessoa a se organizar em sua vida pessoal e no trabalho, a fim de atingir suas metas e objetivos em todas as áreas de sua vida.

Para atuar nessa profissão, é necessário ter uma formação de capacitação, que contém uma carga horária mínima de 80 horas, porém, a experiência é a que mais conta na contratação desse profissional.

2 – Cuidador de Pets

Com a correria do dia a dia, os donos têm cada vez menos tempo para conviverem e cuidarem de seus pets.

Estes profissionais são contratados para levar o pet para passear ou simplesmente para fazer companhia para o animal. Gostar de animais muitas vezes já é suficiente para trabalhar nesse setor.

3 – Manutenção de Computadores

A área de tecnologia é a tendência atual e dos próximos anos. Você pode consertar computadores, formatar máquinas ou até oferecer aulas para quem não sabe mexer!

4 – Manutenção e Reparo de Smartphones

Manutenção e Reparo de SmartphonesOs smartphones se tornaram essenciais na vida dos seres humanos e, como decorrência, essa profissão tem se destacado no mercado. Dependendo do serviço de reparo, é possível ganhar um bom dinheiro de uma vez só!

5 – Babá

Os pais não dispõem mais de tanto tempo para cuidar diariamente de seus filhos, por isso, contratam cada vez mais as babás.

Não basta apenas gostar de crianças. É fundamental ter disciplina e boa organização para lidar com as atividades diárias e com os pais.

6 – Vender Doces e Sobremesas Gourmet

Vender Doces e Sobremesas GourmetA gourmetização de salgados e doces tem sido tendência no ramo alimentício. Fazer e vender doces é uma boa opção para trabalhar autônomo e garantir uma boa renda final!

7 – Trabalhar Autônomo como Professor Particular Online

Como grande parte das coisas podem ser feitas de forma online, para ter aulas não seria diferente.

Visto isso, existe cada vez mais professores particulares oferecendo seus serviços de forma online, que podem ser feitos via Skype ou até mesmo em vídeo aulas.

A flexibilidade e a possibilidade de ter vários alunos são vantagens atrativas.

8 – Tradutor

Traduzir textos em geral e até mesmo vídeos e podcasts, tem se tornado essencial para viabilizar o intercâmbio educacional e cultural entre as pessoas na internet.

9 – Trabalhar Autônomo como Fotógrafo

Os casamentos, festas de aniversário, entre outros eventos ainda contratam fotógrafos para registrar belos momentos.

Trabalhando por conta própria, você gere sua agenda e seus ganhos, além de escolher seu próprio material de trabalho.

10 – Freelancer de Marketing Digital

A presença de empresas e de empreendedores no ambiente digital tem feito crescer a atuação do profissional de marketing digital.

Somente através dele será possível atingir o público-alvo do negócio e fidelizar clientes através do conteúdo e da visibilidade de sites, blogs e redes sociais.

11 – Programador

Como as tecnologias estão cada vez mais inseridas no cotidiano pessoal e corporativo, o programador tem tido destaque no mercado de trabalho.

Ele escreve, desenvolve ou faz manutenção de software em um grande sistema para uso em computadores.

12 – Designer Gráfico Autônomo

Para que uma marca tenha destaque na web e fora dela, o designer gráfico é essencial.

É ele que dará vida à identidade visual da marca e de tudo que é venda. Principalmente no meio digital, o designer gráfico tem aumentado sua atuação na manutenção visual de sites e blogs.

13 – Redator Freelancer

Para compor o marketing digital, o marketing de conteúdo se faz necessário. É preciso comunicar bem para atrair os clientes.

O redator freelancer pode atuar dentro de casa, produzindo textos sob demanda.

14 – Blogueiro/Vlogueiro

Saber falar ou escrever sobre alguma temática pode ser compartilhado facilmente em blogs ou vlogs na internet para auxiliar outras pessoas!

Ser blogueiro ou vlogueiro tem dado muito dinheiro por conta de acessos e patrocínios!

15 – Empreendedor Digital de E-commerce

Empreendedor Digital de E-commerceAs compras pela internet estão cada vez mais em alta através dos e-commerces.

Ter um negócio online expande as possibilidades e aumenta a demanda por produtos e serviços.

O empreendedor digital de e-commerce saberá exatamente o que vender nesse ambiente. 

Uma categoria de e-commerce que está em crescimento no Brasil é o dropshipping.

A categoria do dropshipping permite começar a ganhar dinheiro na internet com baixo investimento inicial porque o empreendedor não precisa comprar estoque.

Dicas Extras Para se dar Bem Como Trabalhador Autônomo

Como o trabalho autônomo requer muita disciplina, controle das tarefas a serem executadas, prazos de entregas, controle do fluxo de dinheiro recebido mensalmente e contribuições por fora, é preciso seguir algumas dicas para se dar bem nessa modalidade.

Invista em uma Previdência Privada

Como você não irá contribuir diretamente para o INSS para conseguir aposentar, como ocorre na modalidade CLT, a previdência privada é uma alternativa para conseguir a aposentadoria, mesmo sendo autônomo.

A previdência privada permite acumular recursos para um futuro e o valor pode ser resgatado integralmente ou transformado em renda mensal. Assim, você não fica sem receber.

Torne-se um MEI e Emita Notas Fiscais Pelos Seus Serviços

Se você é um profissional autônomo e é registrado como MEI (microempreendedor individual), você será obrigado a emitir nota fiscal sempre que vender produtos ou prestar serviços.

Essa regra vale apenas quando seu cliente é outra pessoa jurídica.

Como o MEI está contemplado no regime do Simples Nacional, a nota fiscal eletrônica não precisa de certificado digital.

Para conseguir emitir notas fiscais corretamente, conte com um contador.

Pela lei, o MEI tem direito a um ano de assessoria contábil gratuita por escritórios de contabilidade que são adeptos do sistema Simples Nacional.

Torne-se um Bom Negociador

Para conseguir trabalhos como autônomo e por um preço justo, é preciso ser um bom negociador dos seus serviços!

Ou seja, saiba vender suas expertises e o seu tempo de trabalho, de modo que você consiga fechar negócio e manter-se justo quanto aos valores e condições acordadas.

Negocie prazos de entrega de acordo com a necessidade do cliente e de acordo com a sua agenda. Negocie os valores em caso de alterações no trabalho, por exemplo, e negocie outras condições que considerar pertinentes.

Perguntas Frequentes Sobre Trabalhar como Autônomo

Perguntas Frequentes Sobre Trabalhar Por Conta Própria como AutônomoMuitas pessoas têm o desejo tem começar a trabalhar como autônomas, pois já estão cansadas da vida corporativa tradicional.

Porém, ainda restam muitas dúvidas sobre essa modalidade. Dentre as principais, destaca-se:

Como Comprovar a Renda de um Autônomo?

Existem algumas opções viáveis para isso:

  • Tenha uma DECORE (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos). Este é um documento que passou a ser oficial dirigido a profissionais autônomos, podendo substituir o holerite.

A DECORE só poderá ser emitida por profissionais de contabilidade devidamente habilitados.

  • Deposite em uma conta bancária todo o dinheiro que você ganha e aguarde seis meses para usá-la como comprovação de renda.

Caso você queira fazer um financiamento bancário, por exemplo, muitas instituições pedem que, junto com o extrato, seja comprovada a renda junto com o Imposto de Renda.

Trabalho Home Office é Considerado Autônomo?

Sim, pode ser considerado autônomo.

Quais os Tipos de Trabalho Home Office?

Existem duas maneiras de efetivamente trabalhar em casa: como empreendedor/autônomo ou como contratado de uma empresa.

Conclusão

Trabalhar como autônomo traz inúmeros benefícios para o trabalhador, principalmente no que diz respeito à flexibilidade e autocontrole de suas atividades.

Apesar disso, o compromisso, comprometimento e disciplina são conceitos que devem ser reforçados nessa modalidade trabalhista, a fim de manter a qualidade dos serviços e a satisfação dos clientes.

Caso você precise de uma ajuda financeira para começar seu trabalho autônomo, um empréstimo online do Bom Pra Crédito é a solução.

 

By | 2019-10-30T16:36:53-03:00 30 de outubro de 2019|