A taxa de câmbio para cartão no exterior mudou. Você sabe o que isso quer dizer?

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

casal de idade mexendo em seu laptop e falando ao telefone

Continua depois da publicidade

Leias as informações seguintes com atenção antes de decidir como você pagará suas despesas durante sua viagem pelo exterior

No dia 1 de março de 2020, a nova regra do Banco Central sobre a taxa de câmbio para cartão no exterior passou a entrar em vigor. Se você está planejando uma viagem para outro país, é bom saber o que ela significa.

Neste artigo, a gente vai te contar quais são os benefícios dessa nova medida para quem está com as malas prontas. 

Qual é a nova taxa de câmbio para cartão?

A partir de agora, ao usar seu cartão de crédito para pagar compras em sua viagem pelo exterior, você deverá saber qual é a cotação do dólar no dia. Isso significa que as empresas de cartões deverão usar a taxa de câmbio do dia da transação.

chaveiro com projeção da terra ao lado de moedas e notas de diversas nacionalidades

Leia mais: Cartão de crédito ainda vale a pena?

Como vai funcionar a nova taxa de câmbio?

Em primeiro lugar, é importante você saber que os bancos poderão dar opções de pagamento de gastos no exterior.

Portanto, entre em contato com o gerente da sua conta para descobrir qual é a taxa de câmbio para o seu perfil financeiro.

Se você não desejar pagar pela taxa de câmbio do dia da compra, poderá continuar com a regra antiga.

Caso queira fazer parte do esquema atual, você deve prestar atenção nos seguintes elementos:

Divulgação da taxa de câmbio: As empresas de cartões de crédito internacional deverão divulgar todos os dias, até as 10h, a taxa de conversão do dólar dos Estados Unidos para reais utilizada no dia anterior.

Essa informação deve estar em todos os canais. 

Fatura mensal: Deverá detalhar o valor gasto em real, dólar e na moeda do país onde a compra foi realizada.

Além disso, ela deverá apresentar a taxa de conversão do dólar para o real. 

Histórico de taxas: De acordo com o Banco Central, as instituições financeiras deverão informar o histórico das taxas de conversão.

Eles terão que ser apresentados em formato de dados abertos para que rankings de taxas possam ser divulgados.

Cálculo da taxa de conversão: Antes, a taxa de conversão era calculada no momento do fechamento da fatura, ou seja, 10 dias antes do vencimento.

Se a cotação do dólar caia, o banco devolvia a diferença na fatura seguinte. Se aumentava, ele cobrava a diferença. 

Agora, você ficará sabendo no dia seguinte da compra quanto deverá pagar em reais pelos gastos no exterior. Isso elimina a necessidade ajustes na fatura seguinte.

Definição de taxa: As taxas de conversão são definidas pela instituição financeira que administra seu cartão de crédito. 

Isso significa que ela varia de banco para banco ou de bandeira para bandeira.

Quais são as vantagens da taxa de câmbio para cartão de crédito?

A nova regra de taxa de câmbio possibilita que a gente controle melhor nossos gastos. Isso é possível porque os preços que pagaremos na fatura do cartão serão mais previsíveis. 

Em outras palavras, você terá uma ideia mais clara do quanto está pagando em reais no momento em que realizar a transação em moeda estrangeira.

Além disso, a nova taxa de câmbio vai te ajudar a evitar surpresas desagradáveis na hora de pagar a fatura.

Além disso, você será capaz de comparar com mais facilidade a diferentes taxas cobradas pelos cartões internacionais.

Além disso, você ficará mais protegido de cobranças abusivas em sua fatura.

Outra vantagem é que a cotação do dólar, praticada dia a dia, se tornou pública para todos os bancos. Como a gente já disse, o valor é definido na véspera e vale até o dia seguinte. 

Com isso, se você tem mais de um cartão, pode escolher qual cobra a menor taxa de câmbio naquele dia. 

Mesmo que você seja surpreendido pela alta do dólar, poderá ficar mais seguro ao saber do valor que pagará em real. 

mulher em estabelecimento comercial manuseando celular com a mão esquerda e segurando um cartão com a mão direita

Leia mais: Empréstimo para Viagem: O que é, como funciona e como fazer

Vale mais a pena usar cartão de crédito no exterior?

Apesar das vantagens da nova taxa de câmbio para cartão de crédito, a melhor opção para gastos no exterior continua sendo a compra de moeda estrangeira em espécie. Nesse caso, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é bem menor.

Em relação aos cartões de débito e pré-pago, os serviços não sofreram alterações. Se você comprar algo no exterior com seu cartão de débito, por exemplo, o dinheiro sai direto da sua conta corrente e a conversão é feita de acordo com o dólar do dia.

No caso do cartão pré-pago, você precisa saber que o IOF é cobrado toda vez que você recarrega o crédito. Nesse caso, o processo é parecido com o do cartão de débito, ou seja, o valor é cobrado de acordo com a cotação do dia. 

Você já estava sabendo da nova regra de taxa de câmbio para cartão de crédito? Como você paga suas despesas quando viaja pelo exterior?

Aproveite essas informações para planejar sua viagem com mais segurança e praticidade.

Caso necessite de empréstimo pessoal para arcar com os custos da sua estada em outro país, pode contar com o Bom Pra Crédito.

A gente tem parceria com mais de 30 bancos e oferecemos propostas de acordo com seu perfil financeiro e que cabem no seu bolso.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *