Blog > Score Baixo: O que é, O que Significa e Como Resolver
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Score Baixo: O que é, O que Significa e Como Resolver

Score Baixo O que é, O que Significa e Como Resolver

Você já passou pela situação de pedir um empréstimo e tê-lo negado, por conta do seu score baixo? 

É uma situação extremamente desagradável que pode impedir ou dificultar que você atinja seus objetivos, como comprar um imóvel ou veículo, e até mesmo quitar boa parte das suas dívidas com o cartão de crédito ou o cheque especial

Se você não quer passar por isso, confira nosso artigo e entenda tudo sobre o score baixo.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

O que é score?

Todo empréstimo é um fator de risco para quem o oferece. 

Se um banco ou uma instituição financeira empresta dinheiro para uma pessoa e ela não paga, isso gera um enorme prejuízo, já que o investimento foi perdido. 

Pode ser que ocorra uma batalha para que a instituição tenha o retorno que lhe é devido, mas se a pessoa não pode pagar, não tem muito o que fazer.

É por isso que existe o score. Essa palavra do inglês que significa pontuação, é uma ferramenta que as instituições financeiras usam para determinar a sua capacidade de pagamento da dívida. 

Assim, eles têm mais informação para avaliar se vale ou não a pena conceder o empréstimo pedido pelos consumidores.

O score, então, é uma pontuação que vai de 0 a 1.000 e busca simular como o consumidor se comporta mediante a um pagamento de uma possível dívida.

A ferramenta, então, retrata quão grande é a chance de o consumidor faltar com algum pagamento no período de 12 meses. Por isso, são analisados alguns pontos como:

  • Registro em empresas avaliadoras de crédito como SPC e Serasa;
  • Renda;
  • Idade;
  • Estado Civil.

Todas essas informações são públicas e, geralmente, extraídas das bases de dados de empresas em que são efetuadas as compras, além dos bancos ou outras instituições financeiras que analisam a movimentação de determinado cidadão.

Então, essas variáveis passam por uma espécie de algoritmo, que faz uma conta matemática, retornando o valor do score. 

Por isso, toda vez que acontece alguma ação negativa em relação a um pagamento, o seu score perde pontos. Isso pode ser um atraso de um pagamento ou alguma dívida maior com alguma empresa.

O que significa score baixo?

O que significa score baixo

Um score baixo significa que as empresas que oferecem qualquer tipo de crédito podem reconhecer você como um mau pagador

Na prática, isso significa uma dificuldade bem maior em conseguir empréstimos, financiamentos ou qualquer outro tipo de crédito.

Mesmo o cartão, pode ser mais difícil de conseguir se o seu score de crédito for baixo. Neste caso, as empresas podem julgar que você irá ter dificuldade em quitar as prestações, o que significa uma chance menor de consegui-lo.

Evidentemente, o score baixo é extremamente prejudicial. Se você precisa de um empréstimo para trocar a dívida do cartão de crédito ou do cheque especial por outra com juros menores, o score baixo pode ser uma barreira.

Com o score baixo, a sua capacidade de conseguir um novo cartão, ou um limite maior, também é comprometida. Por conta disso, é preciso garantir que o score seja sempre o mais alto possível.

Como consultar o meu score?

Se você tem muitos empréstimos negados e não sabe o motivo, o score pode ser a resposta. 

Felizmente, existe uma forma de responder essa pergunta, que é bem simples, fácil e gratuita. 

O Bom pra Crédito tem uma ferramenta que você pode usar para fazer a consulta do score de maneira imediata.

Para utilizá-lo, se você é novo no site, é preciso se cadastrar com as suas informações básicas. Após finalizar esse passo, ou se você já for cadastrado, basta entrar com seu e-mail e senha no sistema. 

Ao entrar, você já automaticamente pode ver o seu score e verificar como está a sua pontuação.

Meu Score está baixo, como resolver?

Então, você consultou o seu score e ele está baixo. Mas, o que é exatamente o score baixo?

Vale ressaltar que isso não é motivo para pânico ou preocupação, pois existem formas de resolver essa situação e aumentar seu score

Mais à frente, iremos ver algumas dicas práticas de como resolver o score baixo e fazê-lo subir.

Mas, para saber se o score é baixo é preciso avaliar a tabela. São 3 níveis de acordo com o possível risco de inadimplência.

  • Acima de 700 pontos – Baixo risco de inadimplência;
  • Entre 300 e 700 pontos – Médio risco de inadimplência;
  • Abaixo de 300 pontos – Alto risco de inadimplência.

Por isso, ter o score baixo significa estar abaixo dos 300 pontos e apresentar um alto fator de risco para as empresas que concedem qualquer tipo de crédito. 

Apesar dessa divisão ser a mais tradicional, qualquer valor abaixo dos 500 já pode fazer as empresas que oferecem crédito pensarem um pouco antes de conceder o empréstimo.

Para resolver o score baixo é preciso entender um pouco melhor como ele é construído. O score é uma pontuação baseada nos seus hábitos financeiros em toda a sua vida

Isso quer dizer que, dificilmente, uma única ação irá arruinar o seu score, do mesmo modo que apenas uma medida não irá salvá-lo, pelo menos tão rápido.

A melhor maneira de resolver o score baixo é se educar e ter um bom controle financeiro sobre a sua vida, de modo que o CPF esteja sempre positivo. 

Por isso, caso ocorra um problema aqui ou ali, seu score geral não irá ser tão afetado. Agora, se existe um hábito de deixar as dívidas saírem de controle e deixar os pagamentos atrasados, é muito mais difícil ter um score positivo.

Quanto é considerado um score bom?

Quanto é considerado um score bom

Então, por exemplo, um score 450 é bom? A resposta é: Não muito. 

Uma pessoa com esse score apresenta um risco médio de inadimplência, de acordo com a maioria das instituições, mas como é abaixo de 500, algumas podem negar o empréstimo. 

Por isso, um score considerado bom está acima dos 700 pontos, já que valores abaixo disso tendem a limitar as suas chances de aprovação de crédito. 

Evidentemente, ter um bom score é bem vantajoso. É mais fácil conseguir empréstimos e financiamentos, o que significa que é possível alcançar o sonho da casa própria mais facilmente com um score alto.

Se você for um bom pagador, isso pode até mesmo se tornar um argumento na negociação dos juros, já que estes têm uma ligação direta com o risco apresentado para os bancos.

É possível abrir crediário com o score baixo?

Uma dúvida muito comum é como abrir crediário com o score baixo. Teoricamente, isso é possível, mas, na prática, o valor abaixo do ideal torna o processo muito mais difícil.

Esse número não é uma “lei”, mas uma ferramenta que as empresas usam para tomar as decisões, por isso, não é garantido.

O problema, é que isso vai acontecer na maioria das vezes. Por isso, se você quer um crediário, a melhor forma de consegui-lo é aumentando o seu score.

Posso fazer cartão de crédito com o score baixo?

O mesmo se aplica ao cartão de crédito, que é outra dúvida extremamente comum. Assim como com o crediário, é mais difícil conseguir o cartão para quem tem o score baixo, mas não é impossível.

Na verdade, é mais fácil conseguir o cartão do que o crediário, já que existem certos bancos e lojas que não exigem comprovação de renda ou análise do nome estar positivo ou negativo. Então, nestas opções, o cartão é conseguido relativamente fácil.

Mas, é preciso tomar bastante cuidado. Os juros do cartão de crédito são alguns dos mais altos do país, se tornando uma das piores dívidas que uma pessoa pode acumular. 

Além disso, ter muitos cartões pode diminuir o score, o que torna todo o processo ainda mais difícil.

No Bom pra Crédito, você encontra uma ótima plataforma para escolha de cartão, sem compromisso. Conosco, você pode comparar os cartões de crédito para encontrar a melhor opção para você.

Dicas para melhorar o score

Dicas para melhorar o score

Agora que você já viu como ter o score baixo pode ser um problema, confira algumas dicas de como aumentar o score e conseguir os empréstimos e financiamentos com mais facilidade.

Como dito acima, nenhuma dessas dicas sozinhas irá fazer com o que seu score aumente rapidamente. 

Essa pontuação é o resultado de toda a vida financeira, por isso, busque incorporar todas elas aos seus hábitos de consumo e pagamento para garantir um bom score.

Mesmo se você não precisar de um crédito no momento, pode precisar no futuro para comprar um imóvel ou algo que queira muito.

Por isso, vale a pena cultivar um bom score desde já. E se ele é baixo, essas dicas são ainda mais valiosas, pois permitem que você aumente a sua pontuação o mais rápido possível.

Limpar seu nome e quitar suas dívidas

Certamente, as principais forma de melhorar o seu score de crédito são quitar as suas dívidas e tirar o nome sujo das instituições de análise de crédito.

Se ele estiver negativado, o score irá ser, naturalmente, muito baixo. Neste caso, você pode consultar o seu CPF para saber se o problema é este. Se for, negocie a dívida com a empresa para que seu nome seja retirado do registro.

Normalmente, este processo não é tão difícil quanto parece. Se você negociar e pagar a primeira parcela da dívida com a promessa de pagar as outras, é provável que seu nome seja retirado bem rapidamente, o que já iria ser um grande alívio para a sua pontuação.

Cadastro Positivo

Cadastro Positivo

O cadastro positivo é uma forma de fazer com que o mercado conheça melhor o seu perfil como pagador. Esta ferramenta é uma ideia do Serasa para ajudar o consumidor a mostrar os seus acertos.

O Cadastro Positivo traz o histórico de todos os seus outros pagamentos, mostrando que você é, na verdade, um bom pagador em relação a todas as suas outras dívidas.

É uma forma de equilibrar o mercado e trazer informações em ambos os sentidos (positivas e negativas). Por isso, é importante ter bastante informação como contas de água, luz e todas as outras, em seu nome.

Ter contas em seu nome

Essa dica é importante, pelo mesmo motivo da anterior. É fundamental que o sistema o conheça como bom pagador, por isso, é preciso ter o maior número de contas possíveis no seu nome.

Água, luz, telefone, celular ou qualquer outro tipo de pagamento são excelentes exemplos. 

Cada uma dessas contas é um insumo para mostrar ao sistema que você é um bom pagador. O crediário em certas lojas também pode ser enquadrado nesta categoria, especialmente se você mostra que faz as movimentações financeiras e não atrasa.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

Não atrasar contas

É claro que todas essas contas precisam ser pagas em dia e, de preferência, de forma antecipada. 

Seu objetivo é ter o maior histórico possível de informações positivas, por isso, ter um grande volume de contas pagas em dia é uma forma de mostrar para o mercado que você é um excelente pagador.

Por isso, coloque o seu CPF em todas as contas, e até mesmo em compras menores. Mostrar para o mercado que você é um cidadão que consome também ajuda a aumentar o seu score.

Fazer compras parceladas

Fazer compras parceladas

Ao contrário do que parece, fazer compras parceladas é uma boa dica para aumentar o score. Quem paga somente a vista, é menos conhecido pelas empresas de crédito e tende a ter um score menor.

O motivo para isso é bem simples: se o mercado não sabe como você se comporta ao pagar as compras parceladas, como ele irá avaliar o seu score? 

Por isso, procure fazer compras parceladas sempre que possível e sempre que fizer sentido para você, tanto em relação ao custo da compra como ao seu planejamento financeiro.

Se você antecipar os pagamentos, melhor ainda. Esta prática faz com que o score aumente bastante.

Atualize os dados nos órgãos de proteção de crédito

Também é importante que o sistema o conheça, por isso, uma boa dica é mantê-lo sempre atualizado com as suas informações básicas, como o endereço. 

Qualquer discrepância de informações irá trazer alguma desconfiança na análise, o que pode puxar o seu score para baixo.

Evite pedir novos cartões de crédito ou aumento de limite

Por fim, tente não “inundar” o mercado com pedidos de empréstimo. Se a sua solicitação foi negada, espere alguns meses para pedir novamente, após tomar algumas medidas para fazer com que seu score suba.

O mesmo se aplica aos cartões. Se você solicita muitos cartões de crédito ou o aumento constante do limite, o sistema entende que você tem dificuldade de pagá-los ou não tem uma vida financeira muito bem controlada. 

Isso também é uma informação que pode puxar o seu score para baixo.

Quanto tempo leva para o score aumentar?

Quanto tempo leva para o score aumentar

Após tomar todas essas medidas, é natural se perguntar quanto tempo leva para o score, de fato, aumentar.

O score, teoricamente, atualiza diariamente, mas leva mais tempo do que isso para que o seu comportamento seja retratado no número. A verdade é que cada caso é um caso, o que significa que é um difícil determinar o quanto tempo leva para o score aumentar.

Como dito acima, o sistema é baseado nos hábitos de consumo e pagamento, portanto, pode levar algum tempo para revertê-los se esses hábitos forem enraizados no seu comportamento.

Quem tem dívidas mais sérias ou tem o nome negativado, pode demorar um pouco mais para ter o seu score aumentado, pois isso é parte do seu histórico, mas tomando todas as medidas acima, é possível reverter este quadro em pouco tempo, talvez até mesmo em alguns meses.

Por exemplo, as dívidas no Sistema de Informações de Crédito do Banco Central fazem parte das suas informações de crédito por toda a vida, podendo afetar o score por bastante tempo.

Por outro lado, quanto mais dicas acima você incorporar no seu dia a dia em relação às dívidas, mais rápido seu score irá subir.

Conclusão

Conclusão

Como vimos neste artigo, o score de crédito baixo pode ser a resposta para muitas das suas dificuldades em conseguir um financiamento, um empréstimo ou até mesmo um cartão de crédito. 

Por isso, se você está passando por essa situação, aproveite as dicas acima e comece a se comportar de modo a aumentar a pontuação do seu CPF. Comece essa tarefa consultando seu score aqui!

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL


By | 2019-08-08T11:47:06-03:00 8 de agosto de 2019|