Roubo de dinheiro: sanguessugas do seu salário

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

homem de camisa branca e calça jeans mostrando os bolsos vazios

Continua depois da publicidade

Descubra quais são os gastos desnecessários e acabe de uma vez por todas com o desperdício de dinheiro

Você acha que roubo de dinheiro só acontece quando alguém mal intencionado pratica esse ato? A se a gente te disser que, em alguns momentos, você pode ser a pessoa responsável por deixar sua conta sempre no vermelho?

Não está entendendo nada, não é? Leia esse artigo até o final para descobrir como algumas atitudes podem te atrapalhar e fazer você gastar mais do que deve. 

Comportamentos responsáveis pelo roubo de dinheiro

Ter uma vida financeira estável pode ser um sonho muito distante, principalmente quando seu salário não acompanha todos os seus desejos.

Mas, não quer dizer que isso seja impossível.

Claro que as coisas estão caras, as contas não param de chegar e uma ida ao supermercado é assustadora, já que, a cada mês, o carrinho fica mais vazio e a conta no caixa só aumenta.

Apesar de tudo isso, os hábitos errados ainda são os inimigos da sua conta bancária. 

Sem perceber, você acaba criando comportamentos que podem te afundar ainda mais e dar aquela forcinha para o roubo de dinheiro.

É por isso que você precisa saber quais são para começar a evitá-los a partir de agora. Tudo certo? Então vamos lá!

Não saber para onde está indo o dinheiro

Como você controla o que não conhece?

Difícil, não?

Isso acontece todas as vezes que você vai comprando as coisas e passando o cartão no débito e no crédito sem se preocupar com o valor que está indo embora.

O roubo de dinheiro acontece quando a gente não identifica com o que estamos gastando.

Portanto, você deve deixar esse hábito de lado e começar anotar seus gastos diários.

homem de camisa marrom olhando sua carteira vazia com semblante preocupado após maus hábitos terem roubado seu dinheiro

Leia mais: Empréstimo para negativado É possível fazer?

Pagar tudo no crédito em várias parcelas

Uma das formas de roubo de dinheiro é usar o cartão de crédito para tudo e, ainda por cima, dividir as compras em várias vezes.

O problema é que essas parcelas acumuladas, por mais baratinhas que sejam, podem comprometer seu salário todo.

Pior ainda é fazer isso com gastos essenciais, como supermercado. Vamos supor que você gaste 600 reais em compras de alimentos e produtos para casa.

Esse valor, dividido em 3 vezes, fica 200 reais. Você pode pensar que esse preço é confortável.

Mas, você já parou para pensar que na próxima compra, sua dívida no cartão de crédito vai aumentar mais 200 reais? Imagina isso ao longo de um ano?

Por isso, é sempre bom usar o cartão de crédito e pagar parcelado somente quando for extremamente necessário.

Crie o hábito de pagar suas contas à vista, principalmente aquelas que são fundamentais. 

Gastar mais do que se ganha

Nosso padrão de vida é que determina o quanto a gente pode gastar. Ter um custo mais alto do que seu dinheiro permite atrapalha o controle das suas contas,  pode gerar dívidas e fazer com que você fique com o nome sujo. 

Por isso, faça atividades que estejam de acordo com sua renda.

Você vai se divertir do mesmo jeito se, ao invés de ir a uma churrascaria, chamar os amigos para fazer um churrasco em casa, por exemplo. E as despesas vão ser bem menores. 

Não guardar dinheiro

Gastar tudo o que você ganha também é uma maneira de dar uma forcinha para o roubo de dinheiro.

Nesse caso, se acontecer algum imprevisto, você vai tirar dinheiro de onde? Por isso, aprenda a ter uma reserva de emergência. 

A quantidade de dinheiro que você vai guardar depende do seu salário e das suas despesas.

Mesmo que, nesse começo, não seja possível guardar 200 reais, por exemplo, comece com 20. 

Não aprender a lidar com o dinheiro

A educação financeira é uma das melhores saídas para impedir o roubo de dinheiro.

Se você não sabe do que ela se trata, é bom procurar nas redes sociais, blogs e canais do YouTube pessoas experientes que falam sobre isso de forma fácil e divertida. 

O melhor de tudo é que você vai aprender a controlar sua vida financeira gratuitamente e de forma divertida.

Comprar sem pensar

Sempre que você for dar uma volta pelo centro da cidade, vai se deparar com um monte de produtos atraentes, que podem estar ou não em promoção.

Não importa se eles estão baratos ou caros. A questão aqui é: você precisa disso?

Na maioria das vezes, a quantidade de dinheiro que gastamos com coisas desnecessárias é enorme.

Por isso, resista às suas vontades e sempre reflita antes de comprar. Se você acha que vai ser muito difícil, saia de casa com o valor contado. 

Não pagar ou atrasar o pagamento das contas

Pagar o mínimo do cartão de crédito e atrasar contas de água, luz, internet, entre outras, são problemas que podem gerar dores de cabeça ainda maiores.

Como você já deve imaginar, os juros e multas por atraso são assustadores. 

O ideal é economizar sempre. Evite contratar pacotes altos de internet, principalmente se você passa a maior parte do seu dia fora de casa.

Não desperdice água e energia elétrica com banhos demorados e aparelhos ligados na tomada sem necessidade.

Se o limite do seu cartão de crédito está mais alto do que o necessário, peça para o banco diminuir.

Essas pequenas atitudes vão fazer toda diferença e você vai evitar roubo de dinheiro.

mulher de cabelos castanhos apoiada sobre mesa branca massageando a cabeça em frente a laptop

Leia mais: Reserva de emergência: porque você precisa ter uma?

O que fazer para sair do vermelho?

Se você percebeu que seu dinheiro está indo por água abaixo e as atitudes que você tomou até agora só serviram para você se endividar ainda mais, respire fundo.

Nesse caso, é preciso agir com sabedoria.

Junte todas as suas dívidas e calcule o quanto você deve. Entre em contato com as empresas para as quais você deve e proponha negociações.

Não tenha vergonha de pedir desconto, principalmente se você for pagar à vista.

Mas, de onde vou tirar o dinheiro para pagar? Para evitar que os juros aumentem ainda mais sua dívida, faça um empréstimo online. Com isso, você evita que seu nome fique sujo.

O Bom Pra Crédito possui parceria com mais de 30 instituições financeiras. Dependendo do seu perfil financeiro, você consegue empréstimo com as melhores taxas e condições de pagamento.

Use o valor para colocar sua vida em ordem e  aproveite as dicas que trouxemos para abandonar de vez hábitos que só contribuem para o roubo de dinheiro.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *