Quitar dívidas com empréstimo é uma boa ideia?

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

duas pessoas sentada a uma mesa fazendo contas com uma cálculadora e anotando os resultados em um caderno

Continua depois da publicidade

Descubra quando vale a pena e quais cuidados tomar com essa decisão

Eis uma pergunta que não quer calar: vale a pena pegar um empréstimo para quitar financiamento ou uma dívida? Essa resposta não é simples, mas costuma ser bem lógica, porque ela vai ser ser: depende. 

Isso mesmo, toda dívida cresce em cima de juros, e é com base nisso que você vai poder avaliar quais são as suas melhores opções. 

Quando vale a pena

Sempre que você tiver opções para quitar financiamento ou uma dívida com um empréstimo e tiver taxas de juros melhores e até condições melhores de pagamento, esse movimento vale a pena.

 Mas, fique atento, você ainda está trocando uma dívida pela outra, ou seja, o seu comprometimento com a sua educação financeira deve estar em alta.

Para fugir do rotativo do cartão de crédito

O rotativo do cartão de crédito, que é quando você paga apenas o mínimo e fica à mercê de juros compostos (que aumentam todos os dias em cima dos juros do dia anterior), é uma das taxas de juros mais caras que o consumidor pode ter que arcar.

A taxa média de juros do rotativo do cartão no Brasil é de 352,76% ao ano e de 15% a 20% ao mês, de acordo com um levantamento da Proteste.

Mas, ainda assim, isso é uma média. 

A mesma instituição fez um levantamento com cartões de lojas de departamento e descobriu que esses juros podem chegar a 875% ao ano.

Agora, com as novas regras do rotativo estipuladas pelo Banco Central, o cliente só pode pagar o mínimo de 15% da fatura do cartão de crédito por 1 mês.

 Se na conta seguinte não for possível quitar o débito, o banco emissor do cartão deve propor uma linha de financiamento para que a dívida seja resolvida.

Mas, nem sempre essa proposta vai ser uma boa opção para você. É nesse momento que comparar é essencial. 

Na plataforma do Bom Pra Crédito, por exemplo, é possível pesquisar e receber propostas em cinco minutos de mais de 30 instituições financeiras parceiras.

Além disso, as taxas começam em 1,59% ao mês, incluindo opções de empréstimo consignado e com garantias de imóvel e veículo, o que abranda ainda mais as taxas. 

homem de camisa cinza sentado a mesa de madeira fazendo cálculos com a mão direita e segurando um cartão com a mão esquerda

Leia mais: Como sair das dívidas: 9 dicas para começar a ficar com saldo positivo e nome limpo

Para limpar o nome

Em casos de pressa para tirar seu nome das listas de inadimplentes, ou dos mau pagadores do mercado, pegar um empréstimo para quitar uma dívida pode ser uma boa opção.

Após a negociação e pagamento, a instituição que você deve tem em torno de cinco dias para informar que você não está mais inadimplente e seu nome deve ser imediatamente retirado dos cadastros.

Você deve estar pensando que se o seu nome está sujo não vai conseguir um empréstimo, não é?

Fique tranquilo, ainda que seu nome esteja negativado, existem algumas opções como as que citamos antes: empréstimos com garantias costumam ser menos exigentes nesse quesito porque você entra com uma contrapartida, como um imóvel ou veículo. 

Consegue desconto para pagar

A grande vantagem de quitar uma dívida de uma vez é conseguir um bom desconto sobre os juros que você pagaria se demorasse mais tempo.

 Quem você deve quer receber, então a negociação é importante para atender os desejos das duas partes: a sua de se livrar de uma dívida e a de quem te emprestou de ter o dinheiro devolvido.

Existem ocasiões em que a sua dívida pode ser reduzida em até 90%. Nesse caso, o empréstimo é muito bem vindo. 

Cuidados ao pegar um empréstimo para quitar dívidas

Ainda nas situações que valem a pena pegar o empréstimo para quitar dívidas, alguns cuidados são necessários. Confira no que ficar de olho: 

Encargos e taxas de juros

Avalie com cautela as taxas de juros e os encargos cobrados no empréstimo para ter certeza de que esse é um negócio vantajoso.

Não esqueça de verificar o CET – Custo Efetivo Total do empréstimo. Quando você solicita um, não paga apenas os juros. Junto dele, ainda tem encargos e outras taxas que podem encarecer a transação. 

Isso quer dizer que por mais que a taxa de juros pareça barata, o CET pode revelar um custo acima do esperado. 

Valor da parcela

Você está considerando um empréstimo para quitar uma dívida em busca de melhores condições de pagamento.

Não faz sentido pegar um empréstimo para pagar uma dívida  e ficar pior do que antes. Ou seja, fique de olho na nova parcela que você vai se comprometer. 

Lembre-se da regra de não comprometer mais do que 30% da sua renda mensal, mais do que isso pode se tornar uma bola de neve e piorar sua situação.  

Golpes

Golpistas estão em busca de pessoas desesperadas, em busca de crédito rápido e fácil. Desconfie de propostas tentadoras.

Fique de olho se o lugar que você negocia o empréstimo está cadastrado do Banco Central para isso e se é confiável. 

Leia o contrato com atenção e fique ciente de todas as cláusulas e compromissos. 

mulher de óculos usando roupas brancas sentadas em frente a laptop segurando uma caneta com semblante preocupado

Leia mais: 6 passos para garantir um bom controle de gastos e evitar dívidas

Alternativas antes de um empréstimo

Antes de cogitar a opção de pegar um empréstimo, é interessante que você tente algumas opções. Ter uma organização financeira em dia pode te ajudar a sair de dívidas antes do que você imagina.

 Poupar dinheiro, cortar gastos e investir para ganhar mais dinheiro são algumas opções. Você pode ainda:

• Buscar uma renda extra para aumentar o faturamento.

• Se desfazer de bens ou até de coisas de valor que tem em casa e não usa com frequência. 

• Usar uma reserva financeira, como poupança e economias.

Viu como tudo tem dois lados?

Você pode sempre avaliar e encontrar a melhor solução para o seu problema. Entre no site do Bom Pra Crédito e confira essas e mais opções.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *