Quitar empréstimo pessoal antecipado: vale a pena?

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

Quitar o empréstimo pessoal antecipado vale a pena?

Continua depois da publicidade

Pode ser uma ótima alternativa e ainda vai aumentar a sua confiança no mercado de crédito

Quando você assume a responsabilidade de um empréstimo, deve arcar com as parcelas até o fim. No entanto, isso não quer dizer que você é obrigado a pagar pelo contrato por todos os anos do acordo se tiver como pagar tudo de uma vez: essa opção se chama quitação antecipada de empréstimo.

Se a sua situação de vida melhorou e você pode pagar a dívida de uma vez, tem a total  liberdade de rever isso junto ao banco.

Um dos grandes benefícios decorrentes dessa negociação, por exemplo, é a de liberar o seu crédito.

Quando você paga uma dívida, fica com parte do seu limite de crédito comprometido.

Pense nisso como o limite do seu cartão de crédito: à medida que vai gastando, seu saldo vai diminuindo.

Ou seja, ao quitar um empréstimo de maneira antecipada você libera seu limite, que pode ser usado novamente caso precise.

dois homens de terno apertando as mãos

Veja também: Saiba como quitar suas dívidas

Quitar antecipadamente um empréstimo pode te garantir um desconto

Quando você fecha um acordo de pagar uma quantia x em 60 vezes, por exemplo, os juros em cima daquele valor são calculados em cima daquele tempo.

Se você decide negociar a quitação de um empréstimo, nada mais justo do que rever o valor final da dívida, já que os juros que seriam cobrados no futuro vão ser pagos antes do previsto.

Nesse caso, é a vez de negociar com o banco esse novo valor. Essa é uma estratégia muito comum e muito aceita, portanto não deve ser difícil ter acesso a ela com a instituição financeira responsável pela sua dívida. 

Vá até o local de contratação do empréstimo e informe que deseja fazer a quitação.

A instituição financeira fará a emissão do boleto com o valor total isento das taxas de juros que seriam cobradas caso você continuasse o pagamento de parcelas mensalmente.

E se a minha quitação antecipada for de um consórcio, tenho desconto?

Essa é uma dúvida muito comum, já que a redução de juros é uma modalidade bem aceita em caso de financiamentos e empréstimos.

Mas, para consórcios a história é diferente. 

Isso acontece porque, na prática, não são cobrados juros em consórcios.

Em contrapartida, o consorciado está sujeito a receber a carta de crédito somente no último pagamento do contrato.

O que é cobrado dentro do consórcio é uma taxa de administração de baixo valor para que a administradora garanta a contemplação para todos os membros do grupo de consórcio.

Antecipar os pagamentos de um consórcio dá ao contratante mais chances de ser beneficiado antes com o bem ou serviço previsto no acordo. Mas, antecipando ou não, o valor final continua o mesmo.

Eu tenho desconto em todos os modelos de pagamento?

Sim. Se você pagar o empréstimo todo antecipado ou qualquer mensalidade, há um desconto proporcional à antecipação que vai de acordo com cada financeira.

Como simular a taxa de desconto para quitar um empréstimo antecipadamente?

Antes de falar sobre isso, é importante afirmar que não existe uma fórmula fechada para isso, já que cada banco trabalha com um taxa de juros.

Por isso, para ter uma mínima ideia de quanto pode ser o seu abatimento, contate o SAC do seu banco e verifique a taxa de juros praticada por eles. 

Com essa informação em mãos, você vai considerar a taxa média selic (TMS) no ato da contratação e no ato da liquidação do seu empréstimo.

A Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira, usada como referência para o cálculo das demais taxas de juros cobradas no mercado.

A fórmula é a seguinte:

Taxa contratada no seu empréstimoTMS na data da contratação + TMS na data da liquidação = taxa de desconto

Vamos fazer uma simulação. 

Digamos que você contratou um empréstimo com uma taxa de 25% a.a ( ao ano) em junho de 2016, e quer quitar em maio de 2019.

Essa é a conta que você deve fazer para ter uma ideia do desconto que pode receber:

20% a.a – 14,25% a.a + 3% a.a = 7,75% a.a

Essa é  taxa de desconto dos juros que deve ser utilizada. Como você percebeu no cálculo, a soma ao desconto, o que faz com que ele seja maior, é a taxa selic do momento em que  você vai quitar. 

Ou seja: o melhor momento para escolher antecipar a quitação de um empréstimo é quando a taxa Selic está em alta.

Fique de olho nesse detalhe para tomar essa decisão.  

Cuidado com exploração na hora de quitar seu empréstimo antecipado

A cobrança de tarifas para a quitação antecipada de contratos assinados a partir  de 10/12/2007 é proibida. Denuncie caso não se encaixe nesse recorte. 

E, ainda assim, se o seu contrário for anterior a esse período, a cobrança só pode ser feita se estiver especificada em contrato. Caso contrário, também é proibida. 

mulher ruiva de blusa quadriculada pensando em frente a parede cinza

Veja também: Empréstimo ou Financiamento? Decida o que é melhor para você

Como agir se estiver sendo ignorado pelo seu banco

Solicitou a renegociação e quitação de um empréstimo e seu banco te deu um chá de cadeira?

A quitação antecipada é um direito seu, caso uma reclamação junto ao próprio banco não resolva, procure algum órgão de proteção ao consumidor, como o Procon, e faça valer seu direito.

Precisa de um empréstimo pessoal? Confira suas opções em mais de 30 instituições parceiras com taxas e parcelamentos que cabem no seu bolso. Vá até a página principal do Bom Pra Crédito e faça uma simulação.