Como a pandemia do Coronavírus deve mudar a relação que você tem com dinheiro

Larissa Carvalho

| 9 minutos para ler

imagem gravada benjamin franklin na nota de cem dólares norte americana usando uma máscara cirurgica

Continua depois da publicidade

É hora de olhar para o seu dinheiro com outros olhos

A pandemia do novo Coronavírus afetou intensamente todo o mundo. Política, economia, saúde pública e relacionamentos sociais são algumas das áreas que foram afetadas, além, é claro, das finanças.

Com isso, mudanças se fazem necessárias, o que também passa pela forma com a qual você administra, guarda, usa e se relaciona com o seu dinheiro.

É fato que pode haver alguma dificuldade no início, mas o resultado será uma vida mais tranquila e confortável, seja em tempos de crise ou mesmo quando a situação está controlada.

Continue conosco e veja como as consequências dessa pandemia podem te ajudar a cuidar melhor das finanças.

Como a pandemia do Coronavírus pode ajudá-lo a lidar melhor com seu dinheiro?

Entre tantos motivos, destaca-se a ocorrência de uma situação inesperada, o que pegou até mesmo os mais prevenidos de surpresa.

Nós já comentamos sobre os impactos do Coronavírus na economia, os quais foram bem intensos. Em uma conferência conjunta entre a diretora-geral do FMI, Georgieva Kristalina, e o presidente do Grupo Banco Mundial, David Malpass, ela disse que ainda é difícil prever o tamanho da queda e sua duração para a economia.

Se essa é a opinião de uma das maiores especialistas no assunto, é evidente que tais impactos são enormes, o que mexe com todos, dos grandes empresários aos trabalhadores informais.

Quando se faz um planejamento financeiro, o ideal é prever que tais situações podem acontecer. Porém, quando elas realmente vêm à tona, é difícil não ser abalado pelo que se passa.

Assim que isso acontece, é bem provável que você já se lembre da importância daquela reserva de emergência.

Acontece que durante sua preparação, nós geralmente pensamos em uma perda de emprego, necessidade de gastos imprevistos ou situações do tipo, não em uma pandemia que atinge todo o mundo.

Dado o cenário atual, de incerteza perante uma condição que afetou em cheio a todos, podemos até mesmo nos sentir um pouco impotentes.

Afinal de contas, o salário do mês seguinte, algo que até então era garantido, já não é tão certo assim.

Portanto, uma reação importante e que deve ser levada para outros momentos da vida é que nosso controle está apenas no dinheiro que já temos, esteja ele guardado ou em sua conta corrente, mas que o amanhã pode trazer surpresas que fogem completamente do tradicional.

A situação, porém, não deve ser vista com negatividade, mas sim como algo que nos ajuda a evitar erros de planejamento financeiro.

Como a incerteza do dinheiro que ainda não está na nossa conta pode ajudar na vida financeira?

Através de um destaque ainda maior para o controle financeiro pessoal, já que precisamos administrar o que já está em nossas mãos.

Como diz aquele ditado, não podemos contar com o ovo que ainda está dentro da galinha.

Poderia ser até um pouco estranho pensar nisso há algumas semanas, já que a rotina do dia a dia nos faz entender que o dinheiro estará na conta todo quinto dia útil do mês (ou outra data em que você receba), mas essa pandemia nos mostrou que a situação é diferente.

Nunca se sabe quando algo pode acontecer e revirar a vida financeira como aconteceu com essa pandemia, o que nos mostra que a precaução é um remédio que precisamos tomar todos os dias.

Sabendo disso, a importância da educação financeira torna-se ainda maior. Perceber que o dinheiro que ainda virá não nos pertence até o momento em que ele cai na conta tende a nos tornar bem mais cautelosos.

Para quem tinha uma reserva financeira, usá-la é a melhor opção neste momento de incerteza e insegurança, pelo menos até que a situação volte a se normalizar.

Quem não tinha pode recorrer a empréstimos pessoais ou consignados para aliviar a barra.

Os brasileiros vão contratar empréstimo em 2020 em decorrência do surto do novo Coronavírus, e ainda bem que existe essa alternativa.

Assim, mesmo em meio a um momento tão turbulento, é possível acalmar os ânimos e lidar com a situação de uma maneira mais tranquila.

homem contando notas de cem reais

Leia mais: O que é dinheiro, você realmente sabe?

Quais medidas podem ser tomadas depois da pandemia do Coronavírus para um melhor controle financeiro?

Neste momento, a contenção de custos é essencial. Adotar uma postura econômica pode, inclusive, ser o primeiro passo para que você melhore seu controle financeiro.

Algumas dicas que podem ajudá-lo desde já são as seguintes:

  • Abasteça a geladeira e a despensa. Se você estiver sem mantimentos, provavelmente terá que pedir comida, um hábito que pode levar uma boa parte do seu orçamento. Para evitar que isso aconteça, faça compras e tenha os alimentos para preparar em sua casa. Nosso conteúdo sobre como economizar no mercado ajuda bastante nisso.
  • Não peça comida todos os dias. Mesmo se preparar a comida em casa, pode ser que te dê vontade de pedir uma pizza, um sanduíche ou qualquer outro alimento. Não tem problema em fazer isso de vez em quando, mas tome cuidado para não transformar a atitude em um hábito, o que é perigoso para a carteira e ainda pode fazer mal para a saúde.
  • Pesquise os preços antes de comprar qualquer coisa. Não é porque você não está saindo de casa que deixará de praticar o consumo consciente. Antes de comprar qualquer coisa, de um sanduíche na sexta-feira a sabonetes e pastas de dente para entregar em sua casa e abastecer o armário do banheiro, pesquise os preços, inclusive as taxas de entrega, para conseguir economizar.
  • Aproveite seus planos de assinatura. Sabe aquelas assinaturas que você tem de streaming de música e de vídeo, de leitura de livros ou de jogos? Pois bem, o período de distanciamento social é perfeito para utilizar tudo isso sem ter que mexer no bolso. Caso não tenha algum desses serviços contratados, veja apenas quais são os mais úteis para o que procura, de modo a não gastar além da conta
  • Se fizer home office, mantenha a concentração. Muitas pessoas estão trabalhando de suas casas neste período. Se você é uma delas, mantenha o foco nas suas atividades dentro do horário estabelecido (ou de acordo com o que tiver definido com a empresa) para que a qualidade do seu trabalho não seja prejudicada.
  • Guarde o dinheiro que economizar em sua reserva de emergência. A pandemia nos mostrou que ter total controle sobre nossos recursos financeiros é essencial. Como você deve ter algum valor sobrando por não sair para happy hours, restaurantes e outros programas do tipo, é uma bela oportunidade para começar (ou complementar) sua reserva de emergência.

Como aplicar esses ensinamentos depois que a pandemia passar?

A lição se aplica para o que acontecerá daqui em diante da mesma forma.

Afinal, os momentos de crise saltam aos olhos, mas sempre estamos sujeitos a algo capaz de abalar nossa vida financeira, situação que deve ser controlada o quanto antes para que não se torne algo ainda maior.

Hoje foi um surto, mas em outra ocasião pode ser uma demissão, uma necessidade de saúde ou o conserto do carro.

São tantas situações a que estamos sujeitos que é impossível abrir mão da cautela e da precaução para ter um futuro mais tranquilo a curto, médio e longo prazo.

É importante, porém, que isso não te deixe neurótico, apenas mais precavido.

A vida deve continuar, e a partir do momento que você está melhor preparado, inclusive com a ajuda das dicas que vimos anteriormente, mantenha a calma e continue com este objetivo.

Além disso, este choque deve fazer com que o número de brasileiros que guardam dinheiro aumente, já que eles se depararam com uma situação crítica e que mostra como o planejamento é importante.

Um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que 67% dos consumidores brasileiros não conseguiram guardar nenhuma parte de seus rendimentos em agosto de 2019, ou seja, duas a cada três pessoas, um indicador bem alto.

Se a mesma pesquisa for feita daqui a algum tempo, pode ser que os dados tenham melhorado, já que a pandemia mostrou que as crises não escolhem dia, hora, classe, região ou qualquer outro critério.

Caso você precise de uma ajuda neste momento, saiba que o Bom Pra Crédito está aqui para te ajudar através dos empréstimos pessoais e consignados, com taxas personalizadas para o seu perfil. Este pode ser o primeiro passo da sua retomada rumo à organização financeira!

A pandemia do novo Coronavírus é o assunto do momento em praticamente todos os veículos de comunicação, dos noticiários às redes sociais e programas de rádio. 

Este assunto, tão comentado, com certeza também influencia em sua vida de várias formas, com destaque para o dinheiro. Um surto inesperado como este deve nos fazer olhar para o dinheiro de outra forma.

Você sabe como isso acontece? O que fazer para conseguir superar este momento tão complicado? Continue conosco para descobrir a resposta dessas e de outras perguntas!

Como o Coronavírus deve mudar sua relação com o dinheiro?

Mostrando que situações inesperadas sempre podem acontecer, o que coloca o planejamento financeiro em uma posição ainda mais importante.

Os impactos do Coronavírus na economia foram tão intensos que Georgieva Kristalina, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), disse em uma conferência conjunta que é difícil prever o tamanho a queda na economia e a sua duração.

Nós estamos acostumados a trabalhar e receber sempre na mesma data (ou pelo menos próximo a ela). Quando vem uma pandemia dessas, é difícil não ser pego de surpresa!

Então, essa é uma das maiores mudanças: o destaque na importância de um bom planejamento. Afinal, seja o que for, situações inesperadas sempre podem acontecer.

Além disso, economizar também é uma das principais formas de se proteger. Assim, você gasta menos e pode lidar melhor com o que acontecer.

Quais medidas tomar depois da pandemia do Coronavírus para um melhor controle financeiro?

Algumas sugestões que você pode colocar em prática a partir de agora são as seguintes:

  • Faça sua própria comida, evite pedir delivery. Preparar comida em casa é bem mais barato do que pedir por delivery. Aproveite essa oportunidade para conseguir diminuir um valor importante do seu orçamento.
  • Se quiser pedir comida, peça com moderação. Mesmo se preparar a comida em casa, pode ser que te dê vontade de pedir uma pizza, um sanduíche ou qualquer outro alimento. Não tem problema em fazer isso de vez em quando, mas tome cuidado para não transformar a atitude em um hábito.
  • Inclusive, cuidado com a higiene no delivery. Não se esqueça de optar pelo recebimento sem contato com o entregador, preferir pagamentos digitais ou com cartão, limpar bem as embalagens com uma solução de água sanitária e água para eliminar eventuais focos de contágio do novo Coronavírus, além de lavar bem as mãos com água e sabão ou de usar álcool em gel.
  • Pesquise os preços antes de comprar qualquer coisa. De um sanduíche para o final de semana a mantimentos para poder preparar suas refeições em casa, pesquise os preços, inclusive as taxas de entrega, para poder economizar.
  • Se fizer home office, mantenha a concentração. Tome muito cuidado com as distrações do lar, como assistir à TV ou navegar nas redes sociais. De preferência, deixe o celular de lado, inclusive longe do seu campo de visão, para que as notificações não tirem sua atenção. Assim, sua produtividade e a qualidade do seu trabalho não devem ser prejudicadas.
  • Guarde o dinheiro que economizar em sua reserva de emergência. A pandemia nos mostrou que ter total controle sobre nossos recursos financeiros é essencial. Caso consiga economizar algum valor por não sair para happy hours, restaurantes e outros programas do tipo neste período de distanciamento social, essa é uma bela oportunidade para começar (ou complementar) sua reserva de emergência.
  • Corte custos com lazer. Cancelar planos de assinatura é uma ótima pedida para economizar. Aproveite outras opções gratuitas que passaram a estar disponíveis neste período de crise, como lives no YouTube e Instagram, livros e jogos gratuitos, por exemplo.
  • Aprenda novas habilidades. Muitos cursos online ficaram de graça neste período de distanciamento social, além daqueles que já eram oferecidos desta forma. Aproveite o tempo disponível para fazer estes cursos e, assim, conseguir uma nova forma de renda extra (ou até mesmo principal).

pilhas crescentes de moedas que terminam em um poeta cheio de moedas com uma pessoas acrescentando mais uma

Leia mais: O que os bancos estão fazendo para enfrentar a crise causada pelo coronavírus

O que mais pode ser feito para mudar a relação com o dinheiro?

Começar seu planejamento financeiro. O maior dos erros de planejamento financeiro é não ter um!

Aproveite este momento em que você provavelmente tem mais tempo livre para saber exatamente quanto dinheiro recebe por mês, quanto gasta e com o que gasta, entre outros detalhes, o que ajudará a ter muito mais controle sobre as finanças.

Quando conseguir fazer isso, depois de estar mais organizado, você também poderá começar a sua reserva de emergência.

Acredite: nunca é tarde para dar este passo tão importante!

Ao fazer isso, você estará no grupo dos brasileiros que poupam dinheiro e que, por isso, estão melhor preparados para lidar com situações inesperadas, como aconteceu durante essa pandemia.

Um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que 67% dos consumidores brasileiros não conseguiram guardar nenhuma parte de seus rendimentos em agosto de 2019, ou seja, duas a cada três pessoas, um indicador bem alto.

Se a mesma pesquisa for feita daqui a algum tempo, pode ser que os dados tenham melhorado, já que o surto do novo Coronavírus mostrou que as crises não escolhem dia, hora, classe, região ou qualquer outro critério.


Caso você precise de uma ajuda neste momento, saiba que o Bom Pra Crédito está aqui para te ajudar através dos empréstimos pessoais e consignados, com taxas personalizadas para o seu perfil.

Este pode ser o primeiro passo da sua retomada rumo à organização financeira!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *