Segurança da informação: como se proteger na internet

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

mulher camiseta branca com semblante preocupado sentada a uma mesa com um monitor e um teclado de costas para um fundo amarelo

Resumo da matéria

  • Quais são os objetivos da segurança da informação
  • O que é segurança da informação para empresas
  • Como garantir segurança da informação em empresas

Continua depois da publicidade

Os dados que você disponibiliza na rede precisam estar preservados, seguros e fora do alcance de criminosos digitais

Certamente você, navegando pela internet, acabou disponibilizando seus dados em algum site. Telefone, e-mail, CPF, endereço, nome completo, nome dos pais, enfim, quase que tudo sobre sua vida pessoal foi colocado na internet, às vezes sem nem perceber. Por isso, a segurança da informação é tão importante.

Seja para comprar livros, abrir suas redes sociais, cadastrar em algum curso gratuito ou fazer seu login na conta do banco.

Exatamente tudo depende de informações suas. Mas para onde vão esses dados? Eles estão seguros? Podem ser utilizados ou vendidos pela empresa?

Calma! A segurança da informação surgiu justamente para garantir os cuidados de uma empresa com os dados que seus clientes disponibilizam. 

Para tanto, é preciso que os princípios da confidencialidade, integridade, disponibilidade e autenticidade sejam seriamente estabelecidos nesta relação.

É justamente sobre isso que vamos tratar a seguir. Seja você empresário ou consumidor, essas dicas são de grande importância para sua “segurança digital”. Acompanhe e saiba mais!

Quais são os objetivos da segurança da informação

Como mencionamos acima, há três princípios que norteiam o tema. A confidencialidade, que garante que apenas pessoas autorizadas terão acesso aos dados coletados.

Quanto ao princípio da integridade, ele demonstra que deve haver a garantia de que essas informações não serão submetidas a alterações.

A disponibilidade define que os dados devem estar disponíveis para pessoas autorizadas, mas sempre prevalecendo a segurança.

Por fim, a autenticidade também tem sua importância, pois identifica e registra aquele que está enviando ou fazendo alguma alteração em dados enviados.

Com isso, podemos entender que o primeiro objetivo é a preservação das informações tanto da própria empresa, de seus colaboradores, clientes e parceiros, enquanto a atividade existir, sem prazo de duração, mas em constante atualização e melhorias.

Além disso, a continuidade de um negócio também está ligada à segurança de sua gama de informações, pois caso aconteça alguma intercorrência, os impactos e perdas são mínimos. 

O que é segurança da informação para empresas

As empresas precisam estar seguras para, assim, protegerem os seus clientes. Inúmeras empresas do Brasil, de pequeno a grande porte, passaram por problemas com seus dados, mesmo tendo suas diretrizes bem definidas. 

Acontece que apesar dos diversos benefícios da tecnologia, ela abre precedentes para que criminosos virtuais, que lucram com o roubo de dados, possam atuar com facilidade.

Os problemas a partir disso são inúmeros e pode prejudicar a empresa em níveis catastróficos. 

Diante dessa realidade, a melhor opção para uma empresa é investir na segurança dos dados que estão sob a sua “guarda”, digamos assim.

Em função disso, há a tendência de cada vez mais as empresas investirem na segurança da informação

Com a demonstração constante acerca da importância dessa tecnologia para empresas, a expectativa é que nos próximos anos, os investimentos nessa área cresceram expressivamente.

Afinal, essa prática vai muito além da prevenção de invasões vindas do ambiente externo, mas demonstra responsabilidade e comprometimento da empresa internamente e contribui para o uso consciente dessas informações.

mulher de roupas azuis sorrindo enquanto usa um notebook sentada a uma mesa com uma xícara ao lado

Confira também: Golpe do empréstimo pela internet: conheça os principais e como não cair neles

Como garantir segurança da informação em empresas

As empresas também precisam estar resguardadas, afinal, para garantir a efetividade da proteção de dados, a conscientização e procedimentos do negócio precisa estar perfeitamente alinhado com a legislação e não somente com a tecnologia. 

Para entender esse contexto e qual a melhor forma de implementar a segurança dos dados, é fundamental saber quais são os interesses da organização e o grau do risco que está diretamente atrelado às informações obtidas por elas.

A partir de então, é possível direcionar adequadamente cada tipo de informação para o tratamento cabível. 

Se for algo de sentido comercial, financeiro, jurídico ou político, o importante é que a empresa estabeleça a confiança necessária com a outra parte interessada, demonstrando que o conjunto de informações é gerenciado da maneira correta e atendendo às legislações vigentes.

Para alcançar o resultado esperado, é preciso que haja sincronia entre os processos, a tecnologia e pessoas envolvidas.

A partir dessa junção, deve ser constituído um documento contendo as Políticas de Segurança da Informação, de modo que fique claro quais são as medidas organizacionais adotadas. 

Essa tarefa contribui, também, para conscientizar a equipe envolvida de quais são os métodos indicados para tratar com informações e recursos corporativos.

Os três pilares da segurança da informação são fundamentais para garantir a efetividade desse planejamento.

O empréstimo pessoal online do Bom Pra Crédito, neste quesito, é 100% confiável. Estaremos à disposição!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *