O que é educação financeira e como aprender com ela?

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

mulher com as unhas pintadas de vermelho mexendo em uma calculadora com um computador a frente

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Será que só ricos precisam saber o que é educação financeira?

Mas, o que é educação financeira? Este é um tema super importante de ser tratado!

Para muita gente, esse assunto sempre foi um tabu e por não dividirem sua realidade financeira com alguém que possa ajudar, acabam afundados em dívidas sem perspectivas de melhora.

Essa pessoa descrita acima não é apenas uma suposição. Um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito mostra que 45% dos brasileiros admitem que não sabem o quanto sai e o quanto entra em sua conta todo mês.

Como ter o mínimo de controle sobre as próprias finanças assim?

Em contrapartida, parece que o interesse pelo tema tem ganhado certo espaço na vida das pessoas.

Por exemplo, o Google Trends divulgou que a busca pelo termo “educação financeira” aumentou 10x nos últimos 10 anos. 

E, não à toa, o tema entre os jovens têm se tornado um atrativo. Tanto que o crescimento de canais do youtube que falam sobre isso estão angariando um número grande para discutir saúde financeira.

Entre os exemplos estão nomes como as youtubers Nath Finanças e Nathalia Arcuri.

materiais de uso para estudo sobre educação financeira

Leia mais: Descubra como pedir empréstimos e conseguir as menores taxas de juros

O que é educação financeira?

Vamos fazer uma analogia aqui, quando alguém está muito acima do peso, o ideal é que ela faça uma reeducação alimentar atrelada a exercícios para emagrecer, certo?

Também, mas essa reeducação não se trata apenas de emagrecer, vai além disso. É o mesmo com a educação financeira.

Emagrecer é uma consequência da reeducação alimentar, assim como economizar é uma consequência da educação financeira.

Porque se alimentando melhor e entendendo bem como o seu corpo funciona, o que faz bem a ele e como comer melhor, você não só emagrece, como também evita engordar de novo e ainda faz bem à saúde. 

Isso porque você se aprofundou no tema e mudou o seu maneira de pensar. É exatamente isso o que a educação financeira pretende: fazer você compreender o dinheiro e todas as informações relacionadas a ele.

Percebe como isso é muito mais do que apenas aprender a economizar?

O objetivo é que você se torne consciente para tomar decisões que envolvam a sua vida financeira, o que engloba as oportunidades e riscos de fazer o seu dinheiro ter rendimentos.

Uma educação financeira é importante porque uma vez inserida na sua rotina, gera segurança para lidar com qualquer situação seja a pessoa da faixa de renda que for.

Educação financeira não é apenas para ricos, ela é necessária principalmente para quem tem pouco, porque só com organização é possível andar na linha e conseguir multiplicar o seu dinheiro.

 Como isso pode acontecer? Simples, com educação financeira, além de controlar melhor o seu dinheiro você vai começar a aprender como investir. 

Onde investir?

Nós já vimos até aqui que quanto mais consciência financeira você tiver, mais controle do seu dinheiro você terá.

E parte disso é entender o seu perfil de investidor. Sabendo se você é conservador, moderado ou arrojado vai direcionar você num mundo de aplicações.

É claro que nada o impede de ter uma carteira de investimentos variada, e na verdade esse é o grande conselho de quem entende bem de investimentos.

Para quem está começando e pretende render uma grana para investir mais, pode optar pelo mercado de renda fixa.

Antes de buscar uma corretora para começar a arriscar mais em investimentos, aposte em opções como os Créditos de Depósitos Bancários, que são empréstimos feitos para os bancos viabilizarem projetos e diversificarem suas ações. 

Além dessa possibilidade, ainda tem as Letras de Crédito Imobiliário, que você empresta seu dinheiro para projetos imobiliários e as Letras de Crédito do Agronegócio, que você pode investir em projetos do setor rural.

A partir de R$ 30 reais você já pode comprar um título do Tesouro Direto, que pode ainda ser pós-fixado e o prefixado.

A diferença entre eles é que o primeiro atrela a rentabilidade a índices como a taxa Selic ou o IPCA (indicador da inflação), ou seja, o seu rendimento vai variar.

O segundo acorda um valor no ato da compra do título, então desde o início você já sabe o quanto o seu dinheiro vai render.

materiais usados para exemplos sobre educação financeira

Leia mais: Reserva de emergência: porque você precisa ter uma?

Como investir?

Para começar a investir a sua saúde financeira precisa estar bem em dia. Você não vai querer perder dinheiro e se endividar mais ainda. Ficou complicado?

Na verdade, existem algumas opções para você descomplicar.

Já cogitou a hipótese de analisar um empréstimo pessoal?

No Bom Pra Crédito você consegue aplicar uma solicitação e escolher entre várias instituições financeiras com as melhores taxas e condições para você em menos de 48 horas. 

O mais legal é que você encontra suporte para conseguir crédito para diversas situações, como comprar imóveis, renegociar dívidas, encontrar o cartão de crédito ideal para você.

Conte com essa facilidade para entrar na linha e começar hoje mesmo o seu mergulho na educação financeira.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *