Empréstimo consignado e as novas regras por conta do Coronavírus

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

casal recorrendo a bancário para conseguir um empréstimo consignado

Resumo da matéria

  • Como está nossa vida financeira nesse período de crise?
  • O que muda no serviço de empréstimo consignado?
  • Para que casos essas mudanças estão valendo?
  • Cuidados que você deve ter ao pedir empréstimo consignado
  • O que devo fazer se não conseguir empréstimo consignado?

Continua depois da publicidade

Confira quais são as condições diferenciadas para quem é aposentado ou pensionista do INSS

A pandemia causada pelo coronavírus tem provocado grandes impactos no setor de saúde, na nossa rotina e, consequentemente, na nossa vida financeira. A crise, que atingiu proporções mundiais, tem causado um forte baque na economia. Para minimizar esse problema, o Governo Federal criou várias medidas para o setor financeiro. Uma delas diz respeito às novas regras do empréstimo consignado. Conheça as principais adaptações feitas nesse serviço bancário. 

Como está nossa vida financeira nesse período de crise?

Nesse momento que exige cuidado, isolamento social e espírito colaborativo, todo mundo tem buscado saídas para reduzir os efeitos do coronavírus na saúde, não só física, mas também financeira.

Muitas empresas estão com funcionamento suspenso ou serviços limitados por tempo indeterminado.

Isso acaba provocando a queda da economia e, claro, muitos prejuízos, principalmente para quem depende do seu salário, pensão ou aposentadoria para viver.

Nesse cenário, o empréstimo consignado pode ser uma luz no fim do túnel.

Se você está pensando em pedir dinheiro para o banco, veja quais são as condições especiais de crédito com pagamento das parcelas com desconto na folha de pagamento.

casal de idosos sendo ele de camisa amarela e ela de blusa branca conversando com bancária de terno para entender as novas regras do empréstimo consigando

Leia mais: É possível ter mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo?

O que muda no serviço de empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é destinado a trabalhadores com registro em carteira, servidores públicos, pensionistas e aposentados.

Essa modalidade de crédito tem taxas de juros menores em comparação ao empréstimo pessoal.

Nesse grupo, os aposentados são os que mais causam preocupação.

Como você já sabe, muitas pessoas acima de 60 anos e que possuem doenças crônicas são as mais afetadas pela Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

É por isso que o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e o Conselho Nacional de Previdência Social se uniram e elaboraram uma normativa que favorece os beneficiários do crédito consignado.

Redução de taxas de juros: Na nova regra do empréstimo consignado a taxa de juros reduziu de 2,08% para 1,8% ao mês. 

Quantidade de parcelas: Os beneficiários do INSS poderão pagar o empréstimo consignado em até 84 meses, ou seja, 7 anos. Sem o coronavírus, o prazo era de 72 meses (6 anos).

Valor máximo: A margem consignável continua dependendo da renda mensal dos beneficiários do INSS. O que mudou foi o percentual de comprometimento da renda, que aumentou de 35% para 40%.

Para que casos essas mudanças estão valendo?

As mudanças no empréstimo consignado valem apenas para os novos contratos a partir da data de publicação no Diário Oficial da União.

No caso da margem consignável, ela ainda depende da aprovação no Congresso Nacional.

O ideal é ficar sempre de olho nas informações disponibilizadas pelos canais oficiais de comunicação do INSS e CNPS.

Cuidado com notícias falsas e tenha mais atenção ainda para não cair em golpes. 

Jamais passe deus dados pessoais, número de conta bancária, dados do cartão e senhas para ninguém, seja por telefone, WhatsApp ou qualquer outro meio de comunicação.

Se você, que está lendo este artigo, já sabe disso, oriente seus familiares.

Nesse momento delicado, tem muita gente querendo se aproveitar do medo e da tensão causada pelo coronavírus para aplicar golpes, principalmente em pessoas mais vulneráveis. 

Cuidados que você deve ter ao pedir empréstimo consignado

Em primeiro lugar, só peça empréstimo consignado em bancos autorizados pelo Banco Central.

Lembre-se de que cada instituição tem a sua própria política de cobrança de taxas e o Custo Efetivo Total do empréstimo varia de banco para banco. 

Por isso, fique bem atento. Apesar dos juros mais baixos, os aposentados e pensionistas do INSS devem calcular outros encargos, como seguros, taxas administrativas, entre outros.

Juntos, esses itens podem tornar as parcelas do empréstimo consignado mais caras, mesmo com a redução de juros determinada pelo governo.

Faça a cotação em diversos bancos e avalie o melhor custo-benefício. 

casal apertando as mãos de bancária após acordo

Leia mais: O que os bancos estão fazendo para enfrentar a crise causada pelo coronavírus

O que devo fazer se não conseguir empréstimo consignado?

Se você não conseguir, e acabar não sendo beneficiado pelas novas regras do empréstimo consignado, uma boa saída é pedir empréstimo pessoal online.

O Bom Pra Crédito tem parceria com mais de 30 bancos que também criaram medidas e condições especiais nesse momento de crise.

Acesse nosso site, informe o quanto de dinheiro você precisa e em quanto tempo pretende pagar. Depois disso, preencha o cadastro para que a gente encaminhe sua proposta para nossos parceiros.

Em poucos minutos, dependendo do seu perfil financeiro, você tem grandes chances de receber condições de pagamento e parcelas que cabem no seu bolso. 

Juntos, nós vamos passar por essa fase difícil.

Não deixe de ficar por dentro das informações que compartilhamos em nosso blog sobre educação financeira e novidades do mercado de crédito no Brasil. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *