Como fazer a mudança de casa econômica e descomplicada

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

mulher abraçando seu marido após mudança de casa

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Deixe o trabalho excessivo e o estresse de fora dos seus planos!

Se você já fez uma mudança de casa ou ajudou em uma, sabe como ela costuma ser trabalhosa e complicada. São muitos móveis, caixas e eletrodomésticos, o que inevitavelmente gera aquela bagunça.

Além disso, o processo também envolve custos, desde a desmontagem dos móveis até o transporte e a montagem, isso sem contar as pequenas (ou grandes) reformas na casa nova.

De acordo com dados do Lloyds Bank, mais de 370,3 mil famílias mudaram de casa no Reino Unido no ano de 2017. Mesmo sem dados sobre o Brasil, é como se a cada 179 famílias, pelo menos uma delas fosse se mudar, o que é um número considerável.

A mudança pode ficar complicada, mas com um bom planejamento, tudo tende a correr da melhor maneira possível, sem fazer grandes estragos ao seu bolso ou à sua sanidade, mesmo em meio a tantas mudanças. Para lhe ajudar, nós separamos algumas dicas práticas e que farão toda a diferença. Confira!

Como fazer a mudança de casa sem estresse e sem gastar muito?

Pode ser que você fique um pouco ansioso, além de invariavelmente precisar gastar um pouco, mas sem os excessos, a mudança pode correr de uma forma bem tranquila. Dá só uma olhada:

Comece a se planejar com antecedência

Geralmente, quando se trata de uma mudança de casa, o processo não acontece de imediato. Pode haver casos em que se precisa sair em poucos dias, mas estes não são a regra.

Isto posto, o ideal é que o planejamento se inicie o quanto antes. Assim que se definir a necessidade da mudança, já é importante pensar em como ela será feita, qual será a data provável e o que você precisará.

Antecedência demais não é um problema, pois evita que você esqueça de algum detalhe importante e, assim, prejudique todo o andamento do processo.

Tente consumir todos os alimentos (ou o máximo possível) antes de mudar

Algumas pessoas têm uma despensa em casa, onde guardam seus mantimentos, além de fazer compras maiores e guardar as misturas no freezer, além dos alimentos que ficam na geladeira. Outras preferem comprar em quantidades menores para que não fiquem armazenados por muito tempo.

Você tem o seu estilo e não precisa alterá-lo, mas pelo menos para a mudança de casa, vale a pena fazer alguns pequenos ajustes, especialmente no fato de consumir o que tem em casa para não precisar levar tanta comida.

Além de não precisar levar coisas a mais que ocupam espaço no caminhão, isso também permite que os alimentos não estraguem, o que pode acontecer com os congelados ou quando o local da mudança é distante de onde mora atualmente.

Consuma o que for possível até a data da mudança. Assim, a compra nova já será destinada à outra casa, o que ajuda na organização e evita o desperdício.

Se possível, visite a nova casa antes e deixe-a “no jeito”

Há casos em que a nova casa fica muito longe, como quando é em outra cidade ou estado, o que impossibilita visitá-la antes da mudança. Salvo nesses casos, o ideal é que você faça pelo menos uma visita para organizá-la.

Como ela deve estar vazia, será muito mais fácil limpar. Assim, quando os móveis, eletrodomésticos e caixas chegarem, não será preciso arrastar todos para um lado, limpar, depois mudar tudo de lugar de novo para continuar a limpeza e assim por diante.

Além disso, quando estiver lá, veja se as instalações elétricas e hidráulicas funcionam, o que assegurará que tudo poderá funcionar normalmente quando chegarem. Eventuais pinturas e manutenções nas paredes também são mais fáceis quando o local está vazio.

Se não for possível fazer isso, o ideal é pelo menos conseguir limpar antes de entrar com a mudança. Afinal de contas, entrar com a casa limpa é muito melhor!

garota colocando roupas dentro de caixa de papelão

Leia mais: Construir casas baratas: dicas para economizar durante a obra

Embale os itens por conta própria

Algumas empresas oferecem serviços completos de mudança, que contemplam desde as embalagens e desmontagens até o transporte. Porém, por ser um serviço mais completo, o preço naturalmente aumenta (às vezes bastante).

Para ter uma mudança de casa econômica, comece a separar caixas de papelão com bastante antecedência. Elas podem ser encontradas em mercados, especialmente nos atacadistas, e o melhor, gratuitamente.

Para proteger os móveis, eletrodomésticos, eletrônicos e afins, aposte no plástico-bolha. Comprar em rolos sai mais barato e te permite embalar bem os itens para evitar que risquem, arranhem ou sejam danificados de qualquer outra forma.

Além disso, tenha também alguns rolos de fita larga, geralmente daquelas marrons, e alguns marcadores permanentes, de modo a identificar o que está dentro de cada caixa.

Se quiser uma mudança de casa com ainda mais organização, compre etiquetas coloridas e separe as caixas de acordo com cada cômodo. Assim, basta bater o olho para saber onde cada uma delas deve ser deixada.

Faça várias pesquisas entre os caminhões de mudança

O caminhão é fundamental para a sua mudança, ou seja, ele já deve estar no planejamento. Porém, é importante fazer diferentes orçamentos para saber quais são os preços cobrados.

Não há como definir qual é o valor médio, já que este depende da distância, da quantidade de itens a serem transportados (o que influencia no tamanho do veículo) e até mesmo do dia da mudança, mas é fato que os preços variam bastante de acordo com cada empresa ou prestador de serviço.

Ao começar as pesquisas antecipadamente, você pode até mesmo economizar, já que mudanças mais urgentes costumam ser acrescidas de valores adicionais. Outra vez, quanto antes começar, melhor!

Peça ajuda para amigos e familiares

Por último, mas não menos importante, entre em contato com seus amigos, colegas e familiares para te auxiliar no dia da mudança, pois é preciso carregar bastante coisa.

Este é um serviço que pode ser contratado, seja de empresas especializadas em mudança ou mesmo por pessoas que trabalham junto com os motoristas de caminhão, mas também é cobrado, e todo valor que puder ser economizado te ajudará.

Também não se esqueça de oferecer algo para comer e beber a quem vier lhe ajudar. Afinal de contas, fazer tanto esforço dá fome e sede, e nada mais justo do que oferecer isso como sinal de recompensa e gratidão com quem o tiver ajudado, além de, se possível, colocar-se à disposição para o que eles precisarem.

homem de camisa azul carregando um banco sozinho. ao fundo, vemos uma garota sentada de costas

Leia mais: 10 dicas práticas para morar sozinho

Mudança de casa: quanto mais planejamento e antecedência, melhor!

São muitas coisas para lidar, de fato, mas se você se planejar bem, o processo deve transcorrer da melhor maneira possível, sem que tenha que gastar tanto ou ter tanto demais.

Se você não tem tempo hábil para todo este planejamento ou precisa de um reforço no orçamento, saiba que o Bom Pra Crédito está aqui para te ajudar com a mudança de casa. Pode ter certeza que todo o trabalho valerá a pena para ver seu novo lar organizado!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *