Blog > Lista: 100 dicas pra você economizar dinheiro
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Lista: 100 dicas pra você economizar dinheiro

Lista: 100 dicas pra você economizar dinheiro

Lista: 100 dicas pra você economizar dinheiro.

O final do mês chega e você se da conta que o dinheiro não sobrou ou até mesmo faltou para quitar todas as contas? Às vezes é difícil poupar, seja porque falta dinheiro, porque surgem imprevistos, porque dívidas com altos juros consomem o dinheiro entre outras situações.

Mas queremos te ajudar a economizar, então preparamos uma lista com 100 dicas envolvendo diferentes situações para você poupar como no supermercado, com energia elétrica, na hora de comer fora de casa, durante as viagens, nos medicamentos, lazer e muito mais.

Confira nossas sugestões e coloque-as em prática no seu dia a dia para seu dinheiro render até o final do mês e sua poupança engordar.

 

Como economizar em situações do dia a dia

1 – Crie uma planilha de gastos – faça uma relação de todos os gastos que você tem no mês.

2 – Defina quanto você pode economizar por mês – inicie uma poupança

3 – Corte as pequenas despesas – de troco em troco gasto com guloseimas você pode alcançar uma boa poupança.

4 – Utilize o transporte público ou duas rodas – deixe o carro em casa e, se possível, utilize menos taxi. Tente usar ônibus, trens, metrô ou bicicleta.

5 – Cartões de loja – tire os cartões da carteira e deixe-os em casa. Assim você não cairá em tentação num primeiro momento. No caso das faturas desses cartões, se for possível, pague-as no banco. Dificilmente conseguimos entrar na loja para pagar uma fatura e sair sem comprar nada.

6 – Compre vestuários e calçados pela internet – além da praticidade você poderá comparar preços, sem sofrer assédio dos vendedores.

7 – Pague a vista – pagar as compras a vista é uma ótima oportunidade para controlar melhor o que você gasta e obter bons descontos.

8 – Peça desconto – compra no débito, crédito ou dinheiro tem desconto, em percentuais menores no crédito, mas tem. Se não te derem, peça.

9 – Venda o que não quiser mais – aproveite para se livrar das coisas que você não utiliza para fazer uma graninha. Existem vários sites que negociam a venda de produtos usados.

10 – Pegue emprestado – se você foi convidado para uma festa e está pensando em comprar uma bolsa, sapato ou vestido novo. Pegue emprestado.

 

Ficou sem dinheiro?

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Conheça todas as possibilidades de crédito aqui

 

Como economizar energia elétrica

11 – No escuro – não deixe as luzes acesas sem necessidade

12 – Luz natural – deixe as janelas abertas e explore o máximo de luz natural.

13 – Lâmpadas – troque as lâmpadas por fluorescente econômicas.

14 – Chuveiro – reduza o tempo do banho.

15 – Tire os carregadores da tomada – Mesmo desconectado ao aparelho, ele continua consumindo energia quando ligado na tomada.

16 – Desligue os aparelhos – quando os aparelhos estão em stand by, a luz (vermelha, verde ou azul) que sinaliza que ele está conectado com a rede elétrica consome energia.

17 – Mude a estação do chuveiro – o chuveiro elétrico apresenta três temperaturas, verão, inverno e frio. O chuveiro na estação inverno consome o dobro de energia.

18 – Ferro de passar – procure juntar o máximo de roupa possível para passar de uma única vez. Esse aparelho consome muita energia e não é adequado utilizá-lo muitas vezes na semana

19 – Máquina de lavar – mesmo caso do ferro de passar. Junte o máximo de roupas que puder e lave uma vez por semana.

20 – Micro-ondas – tire o micro-ondas da tomada quando não estiver usando. A única vantagem de mantê-lo ligado fora do tempo de uso é o relógio do painel eletrônico.

21 – Ar condicionado – quando o ar estiver ligado feche bem todas as portas e janelas

22 – Certificação Procel – verifique se os seus aparelhos domésticos possuem o selo da Procel. Se sim. Isso significa que eles consomem menos energia.

 

Como economizar no supermercado

23 – Organize-se de acordo com o seu orçamento: defina o valor que poderá ser gasto e separe por semana ou mês.

24 – Prepare um cardápio: assim você irá comprar somente os alimentos que realmente serão consumidos

25 – Faça uma lista de compras: inclua alimentos básicos e organize por setores (limpeza e higiene, mercearia, hortifruti, açougue, padaria etc).

26 – Tempo de sobra: vá ao supermercado quando você estiver tempo de sobra para pesquisar preços e ofertas dos produtos da lista.

27 – Barriga cheia: procure se alimentar antes para que sua compra não seja influenciada pela fome

28 – Observe a etiqueta de preços: às vezes ocorre de o produto ao ser registrado no caixa está com um preço diferente da etiqueta. Neste caso o comércio deve considerar o preço da etiqueta. Mas para exigir seus direitos você precisa estar atento aos preços.

29 – Não leve os filhos: você pode acabar gastando de mais com doces, guloseimas e outras bobagens que as crianças tanto gostam.

30 – Compre marcas genéricas: as grandes redes de supermercado costumam oferecer produtos com a sua marca estampada. Esses produtos geralmente são mais baratos e, muitas vezes, até boas.

31 – Evite congelados e comidas prontas: esses alimentos são bem mais caros

32 – Compre frutas, hortaliças e legumes da estação: em períodos de safra os produtos são oferecidos em oferta.

 

Como economizar comendo fora

33 – Self Service ou bandejão: dê preferência por estabelecimentos que tenham preços fechados

34 – Bebidas e sobremesas: se você precisa comer todos os dias fora de casa, não consuma refrigerantes, sucos e sobremesas nos restaurantes. Isso encarece a conta! Compre frutas e bebidas no supermercado e leve para o trabalho.

35 – Promoções e descontos: muitos restaurantes oferecem descontos e promoções para fidelizar os clientes.

36 – Atrase o seu horário de almoço: em alguns restaurantes os preços dos pratos são reduzidos após as 14h.

37 – Busque opções: um pãozinho de queijo e um café pode não parecer caro, mas se você consumir todos os dias na rua, ao final do mês vai perceber que a carteira está mais magra. Uma opção é comprar pão ou biscoito e tomar café no trabalho.

38 – Dividir o prato: se você come pouco e tem um amigo com o mesmo apetite, convide ele para uma parceria. Uma porção para dois.

39 – Trazer de casa: opte por fazer as refeições no seu trabalho.

40 – Lanches naturais: se no seu trabalho não tiver um local adequado para aquecer os alimentos, troque a marmita por um sanduiche. Você pode fazer a refeição na própria mesa e aproveitar o tempo de almoço para fazer outras coisas.

41 – Saindo com a família: se você não abre mão daquele jantar em família uma vez por semana, os sites de ofertas coletivas e cupons de descontos podem ser alternativas ao orçamento.

42 – Gastos supérfluos: quando fizer o seu horário de almoço na rua evite passar em lojas, bomboniere, bancas de jornal etc. O valor gasto com chicletes, sorvete ou chocolates durante o almoço pode lhe render uma poupança.

 

Como economizar em viagens

43 – Passagens – compre as passagens com o máximo de antecedência possível, os preços são menores. Opte por viajar de terça ou quarta-feira, quando as passagens são oferecidas com preços menores.

44 – Voos – se tiver paciência escolha um voo com conexão

45 – Programa de milhas – inscreva-se em programas de milhagem para utilizar seus pontos em compras de passagens

46 – Compras – bebidas, chocolates, joias, perfumes e mimos eletrônicos são bem mais baratos em comércio Duty Free.

47 – Alugue um carro – fazer passeios com veículo alugado costuma ser mais barato do que passagens de trens, se você estiver em um grupo maior de pessoas, por exemplo.

48 – Hospedagem – dê preferência a albergues, host Family, hotéis mais simples ou casa de amigos.

49 – Dinheiro – leve dinheiro em espécie. Com a alta do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), fazer compras com cartão de crédito ou pré-pago deixou de ser algo vantajoso.

50 – Telefonia – entre em contato com a sua operadora e se informe sobre as taxas para usar o roaming internacional e evite surpresas na conta do celular

51 – Seguro saúde – com esse benefício, em caso de acidentes ou problemas de saúde, você terá suas despesas financeiras ressarcidas.

52 – Destinos – fuja de destinos luxuosos e caros.

 

Como economizar em medicamentos

53 – Genéricos – medicamentos genéricos são mais baratos e possui a mesma eficiência que os de marca.

54 – Farmácia – sempre que possível, compre na mesma farmácia. Com o tempo você construirá uma relação com o estabelecimento, receber sugestões sobre medicamentos mais baratos e até descontos.

55 – Doses econômicas – antes de comprar a medicação, pergunte sempre se o medicamento é oferecido em menor quantidade. Por exemplo: você sente uma dor de cabeça e compra medicação. Não necessariamente você precisa de uma caixa com diversos comprimidos. Nas gondolas da farmácia existem cartelas com dose única ou dupla.

 

Como economizar no lazer e na cultura

56 – Teatro ou Museu – opte por fazer passeios culturais gratuitos.

57 – Ao ar Livre – troque o shopping pelo parque.

58 – Comendo fora – quando o dia estiver em perfeitas condições climáticas leve a família para fazer um piquenique.

59 – Cinema – as diferentes redes têm em sua programação horários e dias especiais com descontos de até 50%.

60 – Livros – ao invés de comprar um novo livro, tome como empréstimo em uma biblioteca.

61 – DVDs – sempre que possível troque dvds com um amigo. É uma forma de você variar a sua videoteca sem gastar.

62 – Filhos – quanto tiver um programa à noite, ao invés de contratar uma babá combine com uma mãe de amigo do seu filho. Ela pode quebrar o seu galho por uma noite e você pode fazer o mesmo quando ela precisar.

63 – Futebol – convide seus amigos para assistir o jogo em sua casa. É mais em conta do que ir ao estádio ou consumir em algum barzinho.

64 – TV por assinatura – reavalie o seu pacote de TV por assinatura e reduza a grade de canais, caso julgue que não irá precisar deles. Renegocie o valor do seu pacote.

65 – Saia menos – se puder fazer mais programas caseiros, faça.

 

Como economizar nas compras

66 – Impulso – só compre algo que você terá certeza que vai usar

67 – Cartões de crédito – compre a vista

68 – Marcas de produtos – abra mão das marcas famosas. No mercado existem marcas pouco conhecidas, mas eficiente tanto quanto as famosas. Produtos com marcas assim, costumam ser mais barato.

69 – Emails com ofertas – não abra esses emails. Se você não tiver pulso vai se deixar envolver e pode acabar caindo na tentação da compra

70 – Segunda mão – se mesmo em situações de crise ou economia você não consegue se livrar do hábito de comprar uma peça de roupa de vez em quando, comprar em lojas de usados é uma boa opção. Desde que as roupas estejam em perfeitas condições.

 

Exagerou nas compras e faltou dinheiro para as contas? Um empréstimo pode ser a solução!

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Conheça opções de crédito sem compromisso.

 

Como economizar nos gastos com o carro

71 – Compra – se você estiver com dividas e não está conseguindo pagar o financiamento do seu veículo, troque por um usado.

72 – Seguro – seguro automotivo é um assessório indispensável. Para fazer uma boa negociação de seguro, pesquise os preços, contrate um corretor para ser o seu intermediador, instale um rastreador e nunca assine um contrato sem antes ouvir todas as propostas possíveis da concorrência.

73 – Manutenção – faça sempre a revisão do seu veículo

74 – Abastecer – muita atenção aos preços dos combustíveis. Às vezes, aquele posto que parecer ser vantajoso por ser mais barato, pode lhe render dores de cabeça. Verifique se é confiável e idôneo.

75 – Lubrificantes – fique atento para não perder o período da troca de óleo

76 – Rotas – antes de sair para o seu destino, pesquise sua rota. Você pode fazer caminhos alternativos economizando o seu tempo e combustível

77 – Pesos – mantenha o seu veículo organizado e elimine os excessos. Não faça do seu veículo uma extensão da sua casa. Veículo com excesso de peso consome mais combustível.

78 – Ar – em dias de frio desligue o ar condicionado

79 – Rotas curtas – não use o carro para ir a lugares muito próximos. Ande a pé ou vá de bicicleta economize combustível

80 – Pneus – mantenha os pneus calibrados.

 

Corte gastos extras

81 – Celular – reavalie o seu plano de telefonia móvel. Às vezes contratamos diversos serviços quando na verdade a nossa real necessidade é realizar ou receber ligações, acessar emails e as redes sociais.

82 – Fixo – Você realmente precisa de um telefone fixo? Converse com a sua operadora para ouvir outras opções de planos econômicos.

83 – Televisão – trânsito, trabalho, estudo e a volta para casa. Quanto tempo você fica fora de casa? E quando está em casa você consegue assistir filmes e séries com atenção? Esses questionamentos é um exercício que os assinantes de TV devem praticar, na tentativa de dar um fôlego no orçamento.

84 – Internet – o mesmo caso da tv por assinatura. Se você precisa enxugar as despesas, reavalie o seu contrato, de repente você pode negociar um desconto com a operadora ou até mesmo trocar por um pacote de menor custo. E se você já possui um pacote de internet no celular e, precisa enxugar o orçamento, opte por um dos dois serviços.

85 – Jornais e revistas – cada vez menos temos tempo para nos dedicar a leituras de jornais e revistas. É uma correria só! Que tal trocar o seu plano de assinatura por um digital? Além de ser mais barato, você pode ler em qualquer lugar pelo tablet ou smartphone.

86 – Cartão de crédito – se você recebeu um cartão de crédito que não utiliza e está pagando anuidade, essa é a hora de você dedicar cinco minutos do seu tempo para fazer o cancelamento através do SAC.

87 – Conta Corrente – também é chegada a hora de cancelar aquela conta corrente que você abriu em ocasião passada e não utiliza mais. Não vale apena ficar pagando por um serviço que não sabemos quando e nem se vamos utilizar. A meta é reduzir os gastos.

88 – Serviços Bancários (tarifas) – analise o seu extrato e busque outras opções de pacotes de tarifas.

89 – Consumo – dê um basta no consumismo compulsivo.

90 – Meta – mantenha o foco na sua meta.

 

Gerencie suas dívidas

91 – Crédito – muito cuidado com o crédito fácil. Avalie sua situação para saber se você vai conseguir honrar a divida.

92 – Crédito 2 – Pague prontamente as parcelas do seu empréstimo e se achar que não vai conseguir, por alguma razão, entre em contato com a financeira e comunique o fato.

93 – Cartão – não empreste o seu cartão ou financie compras para outras pessoas. Você não pode correr o risco de assumir uma divida que não é “sua”.

94 – Cartão 2 – livre-se temporariamente do seu cartão. Deixe ele com sua mãe, irmão ou no fundo do de uma gaveta até que suas dividas acabem.

95 – Gestão dos gastos – ao contrário do que boa parte dos consumidores pensa, o cartão de crédito pode ser utilizado como um aliado ao orçamento. Isso acontece quando você consome de forma consciente e concentra todas as suas despesas em um único cartão. Com isso, você concilia a data de vencimento da fatura com a data de recebimento do seu salário e se organiza melhor.

96 – Trabalho extra – busque alternativa para aumentar a sua renda.

97 – Renda extra – use sua renda extra para quitar as dividas.

98 – Um dia de cada vez – economize um pouco por dia. Desta forma você consegue amenizar aquela sensação de que guardar uma quantia por mês é um grande sacrifício.

99 – Faxina – faça uma faxina nas suas despesas, mesmo quando achar que não tem mais o que eliminar.

100 – Reflexão – reflita sobre o seu futuro sem se esquecer do seu passado. Tente não cometer os mesmo erros.

 

Dívidas com altos juros?

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Troque altos juros por taxas menores

 

By | 2018-03-13T14:28:48-03:00 25 de julho de 2014|