O que é interveniente quitante?

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

homem de camisa branca usando barba de pé à frente de fundo cor grafite pensando sobre como solicitar o interveniente auitante

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Será que vale a pena usar um bem financiado como forma de garantia de pagamento de empréstimo? Confira agora

Nem tudo pode acontecer de acordo com o que a gente planeja, as surpresas, uma agradáveis e outras nem tanto, tendem a fazer uma visita. Vamos supor que você fez um empréstimo e usou um bem como garantia de quitação da dívida.

No meio do caminho, surgiu a necessidade de fazer um novo empréstimo. Seu orçamento está apertado, você não pode se desfazer dos seus bens e os bancos que você procurou para solicitar o dinheiro negaram o crédito.

Será que existe uma luz no fim do túnel? Existe! E o nome dela é interveniente quitante. Para entender o que ele significa, respire lentamente e leia esse texto até o fim para não perder nenhuma explicação. Pra tudo existe uma saída! 

O que significa interveniente quitante?

Interveniente quitante é o procedimento que a gente usa um bem como garantia para conseguir taxas de juros menores. Nesse caso, o bem que você usará como garantia é alienado. Isso significa que você adquiriu, mas não terminou de pagar.

Vamos supor que você comprou um apartamento financiado em 30 anos. Eis que você estava feliz, com sua casinha toda decorada, quando, de repente, seu chefe fez o temido convite: “Passa na minha sala, por favor?” Você passou e, surpresa! Foi recebido com uma cartinha de demissão.

Sim! Foi demitido depois de quitar 60 de parcelas do seu cafofo, ou seja, 05 anos. E o que você fazer? Voltar para a casa dos pais, vender o apartamento? Não, né?  A alternativa é procurar outro emprego e aceitar uma proposta de trabalho com salário menor.

Mas, a renda caiu. E agora? Bom, agora é organizar uma planilha, anotar todos os seus gastos e ir atrás de um banco que ofereça empréstimo com taxas de juros menores do que a instituição atual. 

pessoa segurando molho de chaves de residencia após termino do interveniente

Leia mais: IPTU: consulta, cálculo, parcelamento e mais!

Como solicitar o interveniente quitante?

Antes de qualquer coisa, você precisa saber que não é possível manter um imóvel alienado em dois bancos. Isso significa que a nova instituição deve pagar as parcelas que faltam para quitar o primeiro empréstimo.

Só depois disso é que será iniciado um novo processo.  Geralmente, o interveniente quitante é mais flexível do que os outros tipos de crédito. Dessa forma, você pode contratar um empréstimo com prazo maior e taxas menores.

Mas, seu apartamento será colocado em outra alienação fiduciária. Isso significa que, caso você não pague as parcelas ao novo banco, ele poderá tomar seu imóvel mediante ação judicial. 

Em que situações  vale a pena contratar o interveniente quitante?

Algumas pessoas se valem do interveniente quitante para vender um imóvel ou veículo cujo financiamento está em andamento, ou seja, não foi quitado. Essa também pode ser uma alternativa caso você deseja comprar um novo imóvel, mas não deseja fazer negócio com o primeiro banco que financiou se apartamento.

Mas, preste atenção! Essa operação só vale a pena se o novo empréstimo for mais vantajoso que o anterior. Por isso, você precisa analisar o Custo Efetivo Total (CET) do novo serviço para não cair em armadilhas.

Como solicitar o interveniente quitante

Organize suas finanças: Em primeiro lugar, você deve calcular exatamente o valor que precisa pegar emprestado. Ele deve ser coerente com sua renda e com as suas despesas. Afinal, o objetivo não é fazer mais uma dívida e ficar com o nome sujo.

Pesquise as melhores taxas: Depois disso, faça uma pesquisa para saber qual é a instituição que oferece as melhores condições. O Bom Pra Crédito possui parceira com mais de 30 bancos e financeiras.

Isso significa que, com acesso à internet, em poucos minutos, você receberá uma lista de cotações de acordo com o seu perfil financeiro. Com isso, basta escolher aquele que mais se adequa às suas necessidades e se dirigir à agência.

Dirija-se ao novo banco: Leve seus documentos pessoais, como RG, CPF, comprovante de residência e de renda. Também é preciso levar os documentos do bem que está alienado, como contrato, parcelas que foram pagas e valor que falta para quitar. 

O banco analisará seu perfil para saber se pode liberar o crédito e o quanto de dinheiro pode emprestar. 

Acompanhe o encerramento do primeiro contrato: O novo banco, ou seja, a o que que fará o interveniente quitante pagará a sua dívida com a instituição anterior. Geralmente, essa etapa demora 30 dias para ser concluída. 

Assine o novo contrato: Assim o contrato com a primeira financeira for encerrado, você deverá ir até o novo banco para assinar o contrato do novo empréstimo. Nessa etapa, o seu apartamento, por exemplo, passa a possuir uma nova alienação.  Então, uma nova escritura pública é registrada.

pessoas apertando as mãos dentro de escritório após contrato de interveniente quitante

Leia mais: Alienação Fiduciária: O que é? Guia Completo.

É fácil conseguir interveniente quitante?

Não são todos os bancos que aceitam propostas de interveniente quitante. Isso vai depender do seu perfil financeiro, do valor do bem, das prestações que já foram pagas e, claro, da sua renda atual. 

Lembre-se de que, mesmo que a instituição aceite fazer o empréstimo desse tipo, você só deverá assinar o contrato se as taxas e condições forem realmente mais vantajosas em comparação ao crédito anterior.

Como a gente já te disse, a melhor saída é pesquisar as taxas em empresas que possuem parcerias com uma ampla rede de instituições financeiras, como o Bom Pra Crédito.

Os serviços oferecidos são 100% online e, em poucos minutos, você descobrirá quais são os bancos que poderão  oferecer as soluções mais adequadas para que você seja capaz de organizar sua vida financeira. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *