O que é a Geru e como ele funciona

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Entenda sobre as taxas, condições praticadas e como solicitar o seu

A Geru é uma das mais de 30 instituições financeiras parceiras do Bom Pra Crédito. É só preencher um cadastro para ter acesso às ofertas de crédito.

Uma vez que você é pré-aprovado para receber o seu empréstimo, pode receber o seu dinheiro dentro de 48h na sua conta bancária sem sair de casa.

O que é a Geru?

A Geru é uma fintech. Você sabe o que isso significa? Fintech é um termo que surgiu da combinação de suas palavras em inglês: financial (financeiro) e technology (tecnologia).

Ou seja, as fintechs são empresas que desenvolvem produtos financeiros inovadores.

Elas desmistificam os serviços financeiros: digitais e sem burocracia, estão ganhando a confiança dos brasileiros como uma alternativa entre os grandes bancos.

Fundada em 2015, a Geru foi a primeira plataforma de empréstimo 100% online do Brasil.

Entre os destaques dos seus principais benefícios estão pontos como:

  • Taxas justas e personalizadas, que variam entre 2% e 8,2% ao mês;
  • Empréstimo de 2 a 50 mil reais;
  • Parcelamentos em até 36 vezes;
  • Dinheiro na conta em até 2 dias úteis;
  • Segurança no processo;
  • Primeira parcela depois de 40 dias.

Em 2019, a Geru atingiu a marca de 1 bilhão em empréstimos concedidos.

Como funciona a Geru?

A Geru é uma empresa que oferece empréstimo pessoal, ou seja, apenas para pessoas físicas.

É um tipo de empréstimo que não precisa de garantias, como deixar um bem como um automóvel ou casa como precaução de que a dívida será paga.

Todas as etapas da solicitação são feitas online (no site da empresa, consta que mais de 6 bilhões em pedidos já foram feitos).

Como solicitar o empréstimo? 

Seu pedido pode ser feito pelo celular ou computador. A empresa garante que essa etapa é sem nenhum compromisso.

Pode ser vista apenas como uma consulta para verificar condições de parcelamento e taxas de acordo com cada caso: 

  1. No site da Geru, você informa qual o valor quer solicitar e em quantas parcelas deseja pagar;
  2. Faz o seu cadastro, com nome, e-mail e CPF;
  3. Clique no link de ativação que é enviado para seu e-mail;
  4.  Complete o seu pedido e aguarde o retorno com todas as informações.

Quais os documentos?

No conforto da sua casa, você vai precisar ter em mãos na hora de fazer a sua solicitação de empréstimo algum documento de identificação, que pode ser RG ou CNH, e um comprovante de residência.

Fique atento que é preciso enviar as fotos deles por meio do seu celular, por exemplo.

1 – No documento que você escolher (RG ou CNH) deve ter o número do seu RG, seu CPF. Por segurança, a plataforma também vai solicitar que você envie uma selfie – foto do seu rosto tirada no momento do cadastro. Isso evita fraudes, como alguém usar seus dados para fazer a solicitação por você;

2 – O comprovante de residência precisa ser de uma conta de água, luz, gás, telefone, internet, TV a cabo ou IPTU.

Os únicos requisitos são que seu nome apareça na conta e ela deve ser recente – no máximo de 3 meses atrás. 

Caso não tenha nenhuma conta em seu nome, envie o comprovante em nome da pessoa que você mora.

Mas, o endereço deve ser igual ao que foi cadastrado na hora de fazer o seu pedido.

Reputação 

Apesar de já existir há alguns anos, empréstimos online ainda precisam ser simplificados aos olhos do grande público.

Muito gente se pergunta se essa é uma opção segura, e a resposta é que pode ser, se você tomar o devido cuidado de checar a reputação da instituição financeira a quem solicita.

A Geru tem autorização do Banco Central para atuar, assim como os dois bancos da qual ela é correspondente, o AndBank e CBSS. O site da Geru também é criptografado, que significa que todos os dados compartilhados ali estão seguros. 

Reconhecimento internacional

Em 2019, a Geru se tornou a primeira fintech brasileira a ter um fundo de investimento avaliado pela agência global Standard & Poors – conhecida como uma das três maiores agências de classificação de risco do mundo, ao lado da Moody’s e da Fitch. 

Essa avaliação, que são chamadas “ratings de crédito”, expressam a opinião da S&P Global Ratings sobre a capacidade e a vontade de um emissor – nesse caso, o fundo de investimento da Geru, de honrar suas obrigações financeiras, integralmente e no prazo determinado.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *