Estou passando por um estresse financeiro, como isso pode me prejudicar?

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

homem de terno apoiado sobre uma mesa com as mãos na cabeça sinalizando sintomas de estresse

Continua depois da publicidade

Por maior que seja seu problema com sua vida financeira, sempre é possível resolver com um passo de cada vez

Ter preocupação com o dinheiro é normal, principalmente quando estamos vivendo uma crise econômica que afeta o país inteiro. Basta a gente tocar no assunto para descobrir que não é só a gente que percebeu que tudo está caro e o salário não aumenta. Mas, quando esse assunto tira nosso sono e começa a gerar ansiedade, isso é um sinal de alerta. Você já ouviu falar em estresse financeiro? Entenda como esse problema pode afetar a sua saúde. 

O que é estresse financeiro?

Em primeiro lugar, vamos falar um pouquinho sobre o significado da palavra estresse.

Geralmente, a gente usa ela como sinônimo de raiva ou irritabilidade, mas ela se trata de algo mais complexo.

O estresse é uma reação do nosso corpo diante de situações que que exigem grande esforço mental e emocional.

Ele acaba perturbando o equilíbrio e fazendo com que o a gente sinta que o mundo vai desabar a qualquer momento. 

O estresse financeiro, portanto, ocorre quando a gente se sente incapaz de lidar com situações que envolvem dinheiro, como salário, problemas no trabalho, dívidas, entre outros. Ele acaba prejudicando nossa saúde física e mental.

Leia mais: É verdade que muitas dívidas podem gerar problemas de saúde?

homem de camisa listrada sentado em frente ao seu laptop com semblante preocupado

Quais são as causas do estresse financeiro?

O estresse financeiro é provocado por fatores que você já deve conhecer bem. Confira quais são eles e como eles desencadeiam a preocupação excessiva. 

Dívidas: Ficar devendo não é confortável para ninguém e o aumento das dívidas por causa dos juros acaba gerando ansiedade, principalmente quando os bancos ficam nos cobrando com ligações insistentes. 

Desejo de consumo: A vontade de comprar diversas coisas por prazer o status é um dos principais desencadeadores de estresse financeiro

Desemprego: O medo de perder a única fonte de renda, principalmente quando o país está passando por uma crise, acaba causando grandes preocupações. Isso pode se agravar ainda mais quando há um clima de disputa com colegas de no trabalho.

Aposentadoria: A preocupação em como sobreviver na velhice também pode desencadear quadros de estresse. Não saber se aposentaria será suficiente acaba tornando a situação mais complicada ainda.

Padrão de vida: O medo de perder o estilo de vida com o qual estamos acostumados é mais um problema que pode gerar estresse financeiro. Esse tipo de situação pode ser provocado pelo desemprego, divórcio, inflação, entre outros.

Como o estresse financeiro prejudica a rotina?

O problema relacionado ao dinheiro interfere em vários setores de nossa vida.

Isso acaba prejudicando nossa relação com o trabalho, família, amigos e até com a gente mesmo, já que a ansiedade e a depressão afetam nossa saúde física e mental. 

No ambiente de trabalho, o estresse financeiro pode provocar faltas, falta de foco, baixa produtividade, afastamento e problemas de convívio. O rendimento tende a cair, o que diretamente o alcance de metas. 

Além de interferir no trabalho, o estresse financeiro prejudica nossa organização diária.

Ficar pensando o tempo todo nas dificuldades financeiras acaba tirando nossa capacidade de lidar com coisas básicas do dia a dia.

Isso abre espaço para falta de atenção, erros e esquecimentos. Isso sem contar nas brigas em casa que sempre direcionam para questões financeiras.

Tudo isso acaba vindo como uma avalanche de problemas que parecem que só aumentam.

Como resolver problemas de estresse financeiro?

Se você se identificou com o que a gente te disse até agora, saiba que o objetivo não é mostrar o problema sem indicar a solução. O importante é que você perceba quais são esses sintomas e aprenda como fazer para acabar com eles.

Avalie sua situação: O melhor a ser feito é lidar com problemas reais para não perder noites de sono ou dias de trabalho por algo que não existe. Examine sua vida financeira, anote seus gastos e veja se é possível economizar. 

Resolva uma coisa de cada vez: Por maior que seja seu problema, é possível resolvê-lo no tempo certo. Se você está com dívidas, tente negociar a que mais tem juros. Caso o problema seja no trabalho, converse com o responsável pelo RH e exponha seus medos.

Quite suas dívidas: Pedir empréstimo online é uma ótima saída para resolver estresse financeiro causado por dívidas. Mesmo se você estiver com o nome sujo, é possível conseguir a aprovação de alguns bancos, dependendo do seu perfil financeiro.

O Bom Pra Crédito tem parceria com mais de 30 instituições financeiras. Acesse nosso site e preencha o cadastro com os dados solicitados. Em poucos minutos, suas informações serão avaliadas e, a partir do seu perfil, você receberá propostas com as melhores condições de pagamento.

Converse com quem pode te ajudar: Se você está identificando um desequilíbrio de responsabilidades financeiras com quem você vive, fale sobre isso para que vocês encontrem uma maneira de resolver juntos o problema.

No trabalho é a mesma situação. Converse sobre o que está te incomodando em relação às suas atividades, salário, convívio, entre outros contextos.

Você terá a chance de ouvir e ser ouvido e isso vai ser bom para você compreender a situação com mais concretude.

Controle seus gastos: Você só será capaz de investir dinheiro quando você aprender a controlar suas despesas. Pequenos gastos do dia a dia podem passar despercebidos. O problema é que, juntos, eles podem dar um bom desfalque na sua conta.

Estabeleça um limite de custos: Faça um orçamento das suas despesas com casa, comida, lazer e saúde. Estabeleça um limite para cada coisa e não ultrapasse. Isso vai te ajudar a descobrir as coisas que realmente são importantes para você.

Invista dinheiro: Você não precisa ter muito dinheiro para começar a investir, seja no Tesouro Direto, Bolsa de Valores, CDB, entre outros. Isso vai aliviar o estresse financeiro causado por preocupação com aposentadoria ou situações de emergência, por exemplo.

Estude educação financeira: Basicamente, a educação financeira resume tudo o que a gente falou nesse artigo. Pesquise vídeos no YouTube, acompanhe as redes sociais ou leia livros de especialistas que falam sobre esse assunto de forma fácil e descontraída.

garota de camiseta vermelha pensando de costas para parede amarela

Leia mais: Dicas para enfrentar a crise financeira.

Você não precisa abraçar o mundo de uma vez só, mas também não pode deixar os problemas te paralisar.

Comece por pequenas atitudes que, em breve, você terá o total controle da sua vida financeira. 

Pronto para dar o primeiro passo? Não deixe de compartilhar com a gente quais foram as dicas que você seguiu para mandar o estresse financeiro para bem longe da sua vida.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *