Blog > Empréstimo com FGTS Caixa: Como Funciona e Como Solicitar
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Empréstimo com FGTS Caixa: Como Funciona e Como Solicitar

Empréstimo com FGTS Caixa Como Funciona e Como Solicitar

A partir de 2016, os trabalhadores brasileiros passaram a ter mais uma opção de crédito consignado

É o empréstimo com FGTS Caixa. Neste artigo, vamos explicar como funciona, como solicitar e outros pontos importantes sobre essa iniciativa da Caixa Econômica Federal

Primeiramente, é importante entender que os trabalhadores já possuem um crédito com o banco.

Todos os empregados brasileiros que trabalham pelo regime CLT, ou seja, com a carteira assinada, possuem uma conta na Caixa. Lá, possuem um dinheiro acumulado e que continua sendo depositado mensalmente através do desconto no próprio salário. 

Esse dinheiro é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, o FGTS, um valor que pode ser utilizado ao fim do contrato com o empregador.

O empréstimo consignado com FGTS Caixa oferece a vantagem para o trabalhador de ter juros menores. 

As instituições veem menos riscos nessa modalidade, porque têm a garantia de que vão receber o dinheiro de volta. Além disso, por ser um programa do Governo, atrai as instituições financeiras.

Se você pensa em fazer um empréstimo consignado com FGTS, e não sabe como a modalidade funciona, leia este texto até o final. Respondemos todas as dúvidas a respeito desse tipo de obtenção de crédito.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

O que significa fazer um empréstimo com FGTS?

Há poucos anos, surgiu a possibilidade de fazer empréstimo no banco, especialmente na Caixa Econômica, com garantia do FGTS. 

Isso significa que a parcela do valor emprestado é descontada mensalmente em folha de pagamento.

O empréstimo consignado possui a característica de ter os juros mais baixos, porque o risco para o banco é muito pequeno. No final do tempo previsto de pagamento, ele se torna mais barato. Por isso, é muito utilizado para quitar dívidas grandes.

O empréstimo consignado também possibilita a portabilidade, ou seja, tirar o dinheiro de um banco e mandar para outro que tiver uma oferta melhor para o tomador de crédito. 

O empréstimo consignado com garantia do FGTS é feito principalmente pela Caixa, pois ela é a gestora do FGTS.

O Governo pretende modificar a modalidade e ampliar o crédito, porque entende que o custo se torna mais baixo do que de pessoa física. 

Dessa forma, estimula o consumo da população e aquece a economia, uma vez que as instituições financeiras também irão fazer melhores ofertas.

Como funciona o empréstimo consignado com garantia do FGTS?

Como funciona o empréstimo consignado com garantia do FGTS

Antes de tudo, é preciso procurar a instituição com a qual você tem contrato para descobrir se ela oferece esse tipo de empréstimo. Isso, porque cada banco possui sua regra específica. 

Quando você realiza o empréstimo consignado com garantia do FGTS, o pagamento das parcelas é feito quando a transferência do recurso for feita para a conta do trabalhador, de maneira automática.

Para ter acesso ao crédito, seu saldo do FGTS precisa cobrir todo o empréstimo. Isso significa que o valor que você solicitou, acrescido de tarifas e juros envolvidos na transação, precisa ser menor do que o que você tem em conta. 

O empréstimo também precisa ter um juros máximo de 3,5% ao mês, e a parcela precisa comprometer no máximo 30% do seu salário.

Evidentemente, o trabalhador que deseja um empréstimo precisará cumprir as regras e requisitos. Por isso, se for demitido com justa causa ele não poderá sacar seu FGTS, e é fundamental estar ciente para ter as contas em dia.

Regras do Empréstimo com Garantia do FGTS Caixa

Veja abaixo as regras do funcionamento do empréstimo:

Requisitos para solicitar

– O empregador precisa ter convênio de consignado ativo com a Caixa Econômica;

– O empregador também deve ter uma margem consignável disponível para averbação das parcelas que serão descontadas na folha de pagamento;

– O trabalhador deve receber o salário em uma conta corrente da Caixa;

– O trabalhador deve estar empregado na empresa do setor privado há, no mínimo, 12 meses;

– O saldo do trabalhador deve ser compatível com o valor que deseja emprestar;

– A margem possível para o pagamento do consignado é de até 30% do salário.

O empregado ainda possui valores de reserva para garantia que são limitados a 10% do salário disponível na conta do FGTS. Também inclui, 100% da multa rescisória prevista no caso de demissão sem justa causa.

O pagamento deverá ser feito em até 48 meses, ou seja, 4 anos.

Quais as taxas de juros desta modalidade de crédito da caixa?

As instituições possuem um teto máximo de 3,5% de juros mensais em cima dos empréstimos consignados com FGTS. 

No consignado tradicional, o valor dos juros gira em torno de 2,5% ao mês, portanto o crédito com o Fundo de Garantia costuma ser mais atrativo por facilitar o pagamento do trabalhador.

Em empréstimos da modalidade de crédito pessoal, a mais comum do mercado, os juros praticados são de 4% em média ao mês. 

No cheque especial e no crédito rotativo (parcela mínima do cartão de crédito), o valor pode passar dos 12%. Por deixarem o crédito mais caro, eles costumam ser evitados pelos trabalhadores.

Em média, no setor público, são cobradas atualmente taxas de 25% ou 30% anuais para aposentados. No setor privado, elas chegam a 41% ao ano. 

Por isso, o Governo pode trabalhar para a redução das taxas de empréstimo com FGTS para que a cobrança de juros fique menor e mais atrativa.

Além disso, em média, os empréstimos no setor privado possibilitam pagamento em 12 meses. Com FGTS, o trabalhador tem 3 anos a mais para poder pagar.

Passo a passo para solicitar o crédito com FGTS Caixa

Passo a passo para solicitar o crédito com FGTS Caixa

Antes de solicitar diretamente o empréstimo para a Caixa Econômica, é preciso verificar na empresa na qual está empregado se há um convênio com o banco. Após confirmado, você já pode entrar com o pedido de empréstimo.

A forma de solicitar o empréstimo varia, ou seja, se você tem ou não uma conta na Caixa. Caso você tenha, é possível solicitar o crédito online, através do Internet Banking. 

Mas também é possível solicitar diretamente em um terminal eletrônico de autoatendimento ou ir até uma agência do banco.

Caso você não seja um cliente da Caixa, você precisa ir até uma agência do banco e levar a documentação necessária para realizar a análise de crédito. 

O banco solicita RG, CPF, comprovante de renda ou benefício e comprovante de residência. Após a análise do seu perfil, o banco lhe entrega um contrato para assinar.

Alternativas do Empréstimo com garantia do FGTS

Caso você não opte pelo empréstimo com garantia do FGTS, há algumas alternativas que poderão ser mais vantajosas para seu caso. Vamos ver uma a uma.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

Empréstimo consignado público

O empréstimo consignado público pode ser realizado por servidores públicos, estaduais, federais e militares das Forças Armadas. Vários bancos e financeiras oferecem essa modalidade de crédito. 

O servidor só precisa encontrar uma instituição que possibilite o empréstimo para o grupo do qual pertence. Por exemplo, servidores públicos de São Paulo precisam procurar um banco que atendam sua categoria.

Uma das características do empréstimo consignado público é que o trabalhador pode optar por diferentes instituições, o que não acontece na modalidade privada. 

O empréstimo consignado privado é oferecido para quem trabalha com carteira assinada em empresa privada. Por isso, apenas os bancos que possuem parceria com a empresa podem realizar o empréstimo.

Por isso, o empréstimo consignado público permite que o trabalhador compare ofertas e juros para decidir pela melhor opção.

Saiba mais e faça a contratação de crédito consignado público do BPC.

Empréstimo consignado INSS

Empréstimo consignado INSS

O empréstimo consignado com INSS é oferecido para aposentados e pensionistas do INSS. Ele é como qualquer outro empréstimo consignado, a diferença é que o pagamento da mensalidade é descontado da aposentadoria

Os bancos e instituições financeiras costumam oferecer boas condições devido às garantias que possuem na quitação do empréstimo.

O cálculo do crédito consignado é feito com base no valor da aposentadoria ou da pensão que o tomador recebe. 

Normalmente as taxas de juros são menores e os prazos de pagamentos maiores, podendo chegar até 72 meses (seis anos). Até o fim do pagamento, o dinheiro é descontado da aposentadoria.

Saiba mais e faça a contratação de crédito consignado INSS do BPC.

Empréstimo com garantia de imóvel

Empréstimo com garantia de imóvel

No Empréstimo com garantia de imóvel é oferecido um imóvel, residencial ou comercial, como garantia de pagamento. 

O tomador do crédito deve ter um imóvel no seu nome, que precisa estar quitado, e pode utilizá-lo para comprovar que tem condições de quitar o empréstimo.

Normalmente, as taxas de juros são bem menores, na base de 1.15% por mês, e o prazo para pagar também se estende devido à garantia, sendo entre 60 e 180 meses. 

O empréstimo com garantia de imóvel costuma ser feito para obter grandes quantias, porque o valor do imóvel permite.

Durante o pagamento das mensalidades, o imóvel continua no nome do dono e ele pode continuar morando nele ou alugando-o. O contrato fica registrado em cartório, e o imóvel fica alienado à instituição financeira. Os valores do empréstimo podem chegar a até 60% do imóvel.

Veja o funcionamento do crédito com garantia de imóvel do BPC e faça a contratação.

Empréstimo com garantia de veículo

O funcionamento da modalidade de empréstimo com garantia de veículo é parecida com a de imóvel. É possível solicitar o crédito e deixar o carro, moto ou outro veículo como garantia. 

O valor a ser recebido depende da instituição financeira, mas é possível obter até 90% do valor do veículo. Tudo vai depender do estado do veículo, pois quanto mais novo melhores as condições.

Assim como o empréstimo com imóvel de garantia, as taxas de juros costumam ser mais baixas

É feita uma análise de crédito, mas é possível conseguir mesmo com restrições no CPF. O pagamento, dependendo do banco, pode ser feito através de depósito em conta.

Para realizar esse empréstimo, é preciso demonstrar que o veículo está registrado no seu nome, funcionando e em bom estado de conservação. É feita uma vistoria para avaliar o valor do bem como garantia. Ele precisa estar totalmente quitado e sem outra alienação.

Conheça o funcionamento do crédito com garantia de veículo do BPC e contrate.

Como simular um empréstimo usando o FGTS da Caixa?

O empréstimo consignado com FGTS necessita de fatores como valor em conta e convênio da empresa com a Caixa Econômica. 

Por isso, para realizar uma simulação e obter o valor e quantas taxas de juros irá pagar, é preciso se dirigir à agência mais próxima de você.

Na Caixa, é possível fazer uma simulação personalizada com base nos seus ganhos, na quantia atual do seu FGTS e em outras informações fundamentais para obter o crédito.

Últimas notícias sobre o empréstimo com FGTS

Últimas notícias sobre o empréstimo com FGTS

Em 2019, um novo governo começou no Brasil, e com isso, algumas mudanças foram feitas nas modalidades do FGTS. A mais comentada é o saque imediato. 

O trabalhador poderá sacar, entre 2019 e 2020, 500 reais de cada conta ativa ou inativa (de empregos anteriores) do Fundo de Garantia.

Contudo, a principal mudança que afetará diretamente os empréstimos consignados FGTS é o Saque Aniversário. 

A partir de 2020, o trabalhador poderá sacar uma parte do seu fundo todo ano. Em contrapartida, não será possível sacar todo o valor em caso de demissão.

A adesão a essa modalidade não é obrigatória. Apenas os trabalhadores que informarem à Caixa a partir de outubro entrarão na regra do Saque Aniversário. 

Aqueles que não se manifestarem continuarão sacando o dinheiro apenas nos casos de compra de casa própria ou em caso de demissão sem justa causa.

No caso da adesão ao Saque Aniversário, o valor que restará na conta para ser sacado no final do contrato empregatício é de 40%. 

No entanto, o Ministério da Economia afirma que uma nova modalidade de empréstimo será desenvolvida a partir do Saque Aniversário, que garantirá os juros mais baixos do mercado brasileiro.

Quando o trabalhador solicitar um recurso por meio do crédito, o banco irá antecipar por meio de um pagamento de juros. Na hora de receber o saque, o dinheiro passa diretamente para o banco, e o crédito vai ser pago no dia do seu aniversário.

Dessa forma, o Governo espera uma verdadeira revolução no crédito brasileiro. O trabalhador que tiver o Saque Aniversário terá mais condições oferecidas pelas instituições

O valor é repassado diretamente do FGTS para a instituição financeira e isso irá atrair os bancos e incentivá-los a praticar valores menores.

Como o dinheiro já está na conta do trabalhador, ou seja, no FGTS, as instituições financeiras terão risco zero. A modalidade só precisa ser regulamentada pelo Conselho Curador do FGTS.

Esse crédito será utilizado principalmente para quitar grandes dívidas, uma vez que os juros serão menores.

É possível pegar empréstimo com conta poupança?

Não é preciso ter uma conta bancária para solicitar o empréstimo, mas na hora de receber os valores é necessário tê-la. 

Normalmente, as instituições só passam o valor para uma conta corrente, mas há exceções. Alguns bancos permitem que, com uma conta poupança, você receba os valores emprestados.

Essas contas normalmente possuem um limite de saldo, o que afeta o valor de crédito. O Banco do Brasil, por exemplo, possui a Conta Fácil, que permite empréstimo por meio de poupança

No entanto, como o valor máximo de saldo é de 5 mil, não é possível fazer um empréstimo de um valor maior que esse.

Um empréstimo pessoal precisa de garantia?

Um empréstimo pessoal precisa de garantia

Bancos e instituições financeiras utilizam dois tipos de garantia para solicitar crédito. A primeira chama-se garantias reais, que se divide em alienação fiduciária, penhor e hipoteca. 

Nesse critério, entram os empréstimos com garantia de imóvel e veículo. O tomador de crédito oferece um bem em troca do valor solicitado.

O segundo tipo é chamado de garantias pessoais ou fidejussórias, que são divididos em aval e fiança. 

Nesse caso, pessoas físicas e jurídicas se apresentam como as próprias avalistas ou fiadoras que têm a obrigação de quitar os pagamentos. A responsabilidade é assumida mediante apresentação de comprovantes e documentação.

As garantias pessoais são feitas por meio de análise do crédito do cliente. Nesse caso, o empréstimo pessoal é garantido apenas com a apresentação dos documentos comprovantes, como CPF, RG, comprovante de renda e residência.

Conclusão

Conclusão

O empréstimo consignado com o FGTS como garantia é uma opção nova de crédito para o trabalhador que está como CLT em uma empresa privada. Após o empréstimo, o valor da mensalidade é descontado diretamente da conta do FGTS do trabalhador.

Há diversas outras modalidades de crédito oferecidas pelas instituições bancárias. Algumas delas utilizam garantias de imóvel, veículo ou o INSS. 

O empréstimo pessoal é uma das principais modalidades, pois não exige garantias reais, ou seja, é possível obtê-lo apenas com a documentação exigida que comprove a capacidade de quitar o empréstimo.

O empréstimo consignado pelo FGTS poderá oferecer ainda mais vantagens para o trabalhador nos próximos anos. 

A partir das mudanças propostas pelo Governo Federal, o FGTS será uma garantia para as instituições financeiras que receberão diretamente da conta. Com isso, os juros podem se reduzir ainda mais, garantindo muito mais vantagens para o assalariado.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO


By | 2019-08-16T13:26:09-03:00 16 de agosto de 2019|