Entenda a diferença entre TED ou DOC e descubra qual usar para pagar menos

Larissa Civita

| 9 minutos para ler

DOC e TED: qual a diferença e quando utilizar?

Continua depois da publicidade

Em algum momento do seu dia a dia, você precisou fazer uma transferência bancária e, então, a dúvida surgiu: devo transferir via TED ou DOC?

Essas duas transações bancárias são comuns no dia a dia e permitem que transferências de dinheiro sejam feitas entre contas de bancos diferentes. E ainda que inicialmente pareçam semelhantes, existem algumas diferenças importantes que devem ser levadas em consideração. Neste artigo, o Bom Pra Crédito vai esclarecer todas as suas dúvidas e mostrar tudo o que você precisa saber sobre TED e DOC.

O que é DOC? – Significado e Como Fazer

O DOC ou “Documento de Ordem de Crédito“, é um tipo de transferência bancária indicado para valores mais baixos. A quantia máxima é de R$ 4.999,99 e só pode ser usado para movimentar dinheiro em bancos diferentes.

Este tipo de serviço pode ser feito no caixa da instituição, nas centrais de autoatendimento e também através do internet Banking, seja pelo site ou aplicativos no smartphone.

Independente de onde seja feita a operação, devemos pensar que é o mesmo passo. Para começar, é necessário ter uma conta na instituição com saldo suficiente para realizar a transação. A partir daí, você deve ter em mãos os seguintes dados do beneficiário:

  • CPF ou CNPJ da pessoa física ou jurídica que será beneficiada;
  • Número da agência em que a pessoa/empresa tem conta;
  • Número da conta bancária.

Siga todo o processo, sempre observando se os dados estão corretos. Caso tenha algum erro, a transação não será concluída e o banco poderá cobrar uma taxa relacionada ao DOC.

Depois dessa etapa, você terá que optar pelo DOC E ou DOC D. O DOC E lida com a transferência de recursos entre contas de titulares diferentes. Já o DOC D é usado para fazer operações entre contas da mesma pessoa.

Após isso, deve-se informar a natureza da operação. Pode ser:

  • Pagamento a fornecedores;
  • Pensão alimentícia;
  • Crédito em conta corrente.

Inclua a data e o valor da transição, confira todas as informações e finalize a transação.

O que é TED? – Significado e Como Fazer

TED ou “Transferência Eletrônica Disponível” é um tipo de transferência que não possui valor mínimo. É muito usada quando há a necessidade de realizar operações com valores elevados.

Assim como o DOC, a TED pode ser feita em qualquer caixa de banco, na central de atendimento ou por meio do internet Banking e apps mobile. É essencial que quem realizar a transferência seja cliente da instituição financeira. Deve-se observar ainda o saldo presente na conta, que deve corresponder à transferência. Selecione a opção TED e informe os seguintes dados:

  • Número da agência em que a pessoa/empresa tem conta;
  • Número da conta bancária;
  • CPF ou CNPJ da pessoa física ou jurídica que será beneficiada.

Você deve saber que existem dois tipos de TED: TED E e TED D. Assim como o DOC, o primeiro é voltado para contas de titulares diferentes e o segundo para o mesmo titular.

Nesse caso, além das informações obrigatórias, é essencial colocar dados como:

  • O ISPB (Identificador de Sistema de Pagamento Brasileiro);
  • O código Compe (Centralizadora da Compensação de Cheques).

Através desses códigos, as instituições são capazes de mapear o caminho do dinheiro. A cada etapa, confira sempre os números. Muitas falhas costumam acontecer por falta de atenção na hora de conferir se os dados estão corretos.

Então muita atenção, pois a TED tem a possibilidade de não realizar estorno. Se enviou o valor para a pessoa errada, pode não ter como consertar e reaver a quantia. Lembre-se: confira sempre!

Solicite o seu empréstimo pessoal aqui no Bom Pra Crédito. Faça uma simulação simples e você vai perceber a nossas vantagens.

Qual transferência cai no mesmo dia: DOC ou TED?

Qual transferência cai no mesmo dia DOC ou TED

Um ponto muito importante que diferencia o DOC da TED é se o valor transferido cai no mesmo dia ou não na conta do beneficiário. Apenas a TED permite que a transferência seja concluída no mesmo dia e hora. O DOC funciona com outro tipo de prazo.

Mas, vale ressaltar que ambas as opções debitam automaticamente da conta do emissor, apenas o beneficiário pode ter um período maior para ter acesso a esse dinheiro. Entenda melhor cada parte a seguir.

Quando cai o dinheiro do DOC?

O prazo para que o valor do DOC caia na conta varia de acordo com alguns pontos, mas não acontece no mesmo dia. Se a transferência for feita dentro dos horários estabelecidos pelos bancos, o dinheiro estará na conta do beneficiário no próximo dia útil. Agora, se a operação for feita após esse período, o valor estará disponibilizado apenas no segundo dia útil.

Em relação a esses horários, os principais bancos já estipularam esses dados. E são:

  • Caixa: 20h30 (horário limite para compensação do DOC no mesmo dia);
  • Bradesco: 21h30;
  • Itaú: 20h30;
  • Santander: 22h15;
  • Banco do Brasil: 21h59.

Quando cai o dinheiro da TED?

Quando a transferência é feita por TED, o dinheiro cai no mesmo dia e hora. Porém, deve-se ter atenção a alguns detalhes. Para que todo o processo seja realizado no mesmo dia, a operação deve ser feita até o horário limite de cada banco.

Quanto tempo demora TED entre bancos diferentes?

Quando utilizamos a TED, o valor é descontado automaticamente da conta de quem realiza a operação. Porém, pode demorar no máximo 60 minutos para cair na conta do beneficiário, caso seja feito dentro do horário limite. Caso seja depois desse prazo, a quantia fica agendada para o dia seguinte.

O que é mais barato? TED x DOC?

Os bancos costumam cobrar as mesmas tarifas para as duas opções. Porém, dependendo do valor, alguns bancos não cobram essa taxa. Vale a pena conferir em quais casos a sua instituição financeira não realiza a cobrança desse serviço.

Fiz uma transferência errada – O que fazer?  Como cancelar TED ou DOC?

Para começar, você deve entender que dificilmente uma transferência em DOC ou TED é efetivada quando há divergência nos dados. E caso a operação falha seja concluída, o correntista deve apontar o erro que foi realizado.

A forma de esse problema ser resolvido depende muito do erro que foi cometido. Em alguns casos, é possível estornar automaticamente o valor sem ser necessária outra ação. Se o problema for com a quantia, o cancelamento pode variar de acordo com a transferência.

Caso a TED ou DOC seja agendado, esse processo se torna mais fácil. Caso a operação tenha sido feita em um dia não-útil (final de semana e feriado) ou fora do horário comercial, a mesma é agendada para o próximo dia útil. Então basta ir ao próprio Internet Banking, selecionar o lançamento futuro no extrato e solicitar o cancelamento do DOC ou TED.

Porém, caso essas transferências tenham incoerências nos dados do beneficiário, o cancelamento é automaticamente feito pelo banco. A quantia é devolvida por inconsistência das informações. Neste caso, o estorno do TED pode ser feito no mesmo dia, enquanto o DOC pode demorar até dois dias úteis.

Qual a diferença entre DOC e TED?

As principais diferenças do DOC e da TED correspondem ao valor e ao período para concluir a operação. Se tiver a necessidade de transferir uma grande quantia ou precisa disso o mais rápido possível, escolha a TED. Caso seja um valor menor e não seja urgente, você pode fazer um DOC.

Quais os valores de TED e DOC?

Quais os valores de TED e DOC

Uma das dúvidas que mais confundem os clientes: “Os valores do DOC e TED variam de banco para banco?”. Geralmente, as instituições financeiras costumam cobrar taxas iguais para as duas formas de transferência, porém cada banco pode estipular o seu valor. Então, vale a pena conferir cada valor antes de abrir uma conta.

Valores e Taxas DOC e TED – Principais bancos

Ainda que os valores sejam iguais para DOC e TED, cada instituição tem o seu valor já estabelecido. Veja melhor cada taxa a seguir.

Caixa Econômica Federal: Tarifa DOC e TED

  • Operações feitas no caixa: R$ 15
  • Terminal de autoatendimento ou outros meios eletrônicos: R$7,70
  • Internet: R$ 7,70

Bradesco: Tarifa DOC e TED

  • Operações feitas no caixa: R$ 19,05
  • Terminal de autoatendimento ou outros meios eletrônicos: R$10,15
  • Internet: R$ 10,15

Itaú: Tarifa DOC e TED

  • Operações feitas no caixa: R$ 19,10
  • Terminal de autoatendimento ou outros meios eletrônicos: R$ 10,20
  • Internet: R$ 10,20

Santander: Tarifa DOC e TED

  • Operações feitas no caixa: R$ 18,50
  • Terminal de autoatendimento ou outros meios eletrônicos: R$ 9,90
  • Internet: R$ 9,90

Banco do Brasil: Tarifa DOC e TED

  • Operações feitas no caixa: R$ 19,05
  • Terminal de autoatendimento ou outros meios eletrônicos: R$ 10,18
  • Internet: R$ 10,18

TED ou DOC Horários

Tanto a TED quanto o DOC podem ser realizados a qualquer momento, seja pelo Internet Banking ou aplicativos dos bancos. Porém, no caso do DOC, há a possibilidade do valor ser compensado no mesmo dia. Entenda melhor como fazer isso a seguir.

Horário máximo para compensação do DOC no mesmo dia

Consulte o horário máximo dos principais bancos para ter a compensação do DOC no mesmo dia:

  • Caixa: 20h30
  • Bradesco: 21h30
  • Itaú: 20h30
  • Santander: 22h15
  • Banco do Brasil: 21h59

Número ou códigos dos principais bancos para fazer DOC ou TED

Para realizar a transferência, seja pelo DOC ou pela TED, é necessário apresentar o número do banco. Confira abaixo como você deve identificar a sua instituição financeira durante a operação.

  • Bradesco: 237
  • Banco do Brasil: 001
  • Caixa Econômica Federal: 104
  • Itaú: 341
  • Santander: 033

Já pediu o seu empréstimo pessoal online no Bom Pra Crédito? Em poucos minutos é possível ter o seu empréstimo aprovado, sem problemas ou burocracia.

Qual devo usar? DOC ou TED – Vantagens e Desvantagens

Na hora de escolher a melhor maneira de realizar a sua transferência, você deve ter em mente alguns pontos positivos e negativos. Tanto o DOC quanto a TED tem esses pontos e você deve avaliar bem antes de realizar sua operação.

Vantagens do DOC

  • Em alguns bancos a tarifa é mais baixa que a da TED;
  • Caso tenha algum problema, o DOC pode ser cancelado à noite pelo banco sem problemas;
  • A operação pode ser feita até 21h59 nos dias úteis.

Desvantagens do DOC

  • Há um teto de valor, restringindo a operações de até R$ 4.999,99;
  • A compensação pode demorar, podendo creditar na conta do beneficiário no próximo dia útil;
  • Os dados obrigatórios para a realização das transferências.

Em relação a TED, esses pontos positivos e negativos permanecem. Compreenda melhor para saber se é a melhor opção para você.

Vantagens do TED

  • Não há limitação de valor a ser transferido;
  • O crédito é realizado na conta em poucos minutos;
  • Há segurança na transferência por ambas as partes para evitar fraudes;

Desvantagens do TED

  • O horário máximo para realizar essa operação é às 17h e se limita a ser feita apenas em dias úteis;
  • Não há chance de estorno em caso de erro no envio. Caso tenha um TED para uma conta errada, a compensação só poderá ser feita mediante autorização de quem recebeu o valor por equívoco;
  • Em alguns casos, a tarifa pode ser mais elevada do que a do DOC.

5 dicas para fazer DOCs e TEDs com segurança

Tanto o DOC quanto o TED exigem muita atenção da sua parte para evitar erros. Seja para fins pessoais ou para trabalho, realizar essas transações com alguma falha pode render estresse e em alguns casos prejuízos sérios.

1- Conferir o número do banco antes de finalizar sua transferência

Esse pode ser considerado um dos principais erros que acontecem nas operações de TED ou DOC. Confirme com o beneficiário os números e, durante a operação, garanta que o número corresponde à conta escolhida.

Outro ponto bastante importante é o número do banco. Muitos sistemas permitem a busca pelo nome da instituição, facilitando com um preenchimento automático. Mas é importante sempre conferir, pois existem bancos com variantes. Então, se não confirmar com certeza o banco certo, a quantia vai para a conta errada.

E, se você quiser saber mais sobre isso, leia o artigo Guia de Agências Bancárias. Aqui você vai esclarecer todas as suas dúvidas.

2- Conferir número da agência e conta

Neste caso, peça para o beneficiário informar com clareza os dados da conta desejada. E tenha atenção na hora do preenchimento, pois muitos erros acontecem neste ponto.

Apesar de o padrão ser o número da agência sem dígitos e o número da conta com dígitos, algumas instituições possuem sistemas com outros conceitos. Então você pode se confundir nessa parte.

3- Conferir o nome e CPF

Verifique se os dados estão corretos a cada etapa. Caso seja identificada alguma incoerência nas informações, o valor é estornado para a conta original com o código do erro.

4- Guardar seus comprovantes de TED e DOC em um lugar seguro

Esse é outro ponto essencial para você ter atenção. Ainda que muitas pessoas se incomodem com a quantidade de comprovantes, especialmente no dia a dia, guarde este papel. Essa é a sua defesa em caso de algum erro na transferência do seu dinheiro. Através disso, é possível obter os dados principais da instituição e da operação para compreender o que ocorreu no processo.

E se você pensa que vai ter que guardar todos os comprovantes para sempre, tenha calma. Armazene esses documentos em um local seguro, de preferência em uma pasta. Isso deve ser feito até você ter a certeza de que não serão necessários, descartando assim esses documentos. Rasgue-os antes de jogar no lixo.

5-Pedir a confirmação de recebimento da transferência de DOC ou TED

Após finalizar tudo, tire uma foto do comprovante e envie para o beneficiário. Isso é bom, pois mesmo se o valor demorar a ser creditado, a pessoa compreenderá que tudo já foi feito como o combinado.

E se você usa Internet Banking ou aplicativos dos bancos, também deve ter outros cuidados. Além dos apresentados anteriormente, invista em um sistema antivírus para proteger o smartphone ou notebook. Ainda que o sistema seja seguro e protegido contra fraudes e invasões, é mais uma forma de blindar suas informações.

Além disso, use uma conexão segura para fazer o acesso ao seu sistema. Algumas invasões acontecem nesse processo, permitindo assim que seus dados possam ser roubados por criminosos. Evite utilizar Wi-Fi público ou redes desconhecidas e abertas.

Conclusão

Tanto o DOC quanto o TED são opções extremamente relevantes e fundamentais nas transações bancárias. Cada uma com sua característica, são capazes de atender às necessidades do consumir e ainda proteger seu patrimônio. Tenha atenção e não terá problemas.

E se você deseja conseguir um empréstimo pessoal rápido e seguro, solicite agora no Bom Pra Crédito.