Presentes de Natal: dicas para economizar

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

Dicas para economizar nos presentes de Natal

Continua depois da publicidade

Dicas para economizar nos presentes de Natal

O Natal está se aproximando e, com a tradição de presentes de natal, economizar é um dos principais desafios. Afinal de contas, o clima festivo e a empolgação na hora de comprar os presentes favorecem os gastos elevados, não é mesmo?

Parece bobeira, mas até mesmo as lembranças no fim do ano para família e amigos podem comprometer a sua saúde financeira.

Para evitar ficar no vermelho em pleno período das festas, confira as dicas de economia com presentes e, claro, comece o novo ano no azul.

1) Planeje suas compras de presentes de Natal

Planejar as compras não só vale para os presentes de Natal, como também para outras despesas relacionadas à confraternização, como ceia e roupas para vestir na ocasião. Antes de ir às compras, escreva uma lista com o que precisa e procure segui-la à risca.

Em relação aos presentes, o ideal é sair de casa com, no mínimo, duas ideias para cada presente. Na hora da escolha, a dica é simples: escolha o item mais barato e com opção de “troca”, pois servirá como um possível “crédito” para uma compra mais cara. Não tem erro!

2) Pesquise os preços dos presentes de Natal

Pesquisar o preço antes de comprar os presentes de Natal é o segredo para você economizar ainda mais!

Por exemplo, se você está pensando em presentear alguém com algum eletrodoméstico, atenção: o preço varia consideravelmente de uma loja para outra. Portanto, mesmo que a loja X anunciou recentemente uma “promoção”, a pesquisa ainda é relevante, pois a loja Y pode estar com o estoque lotado e com descontos ainda maiores.

Nessa hora, controlar a ansiedade é necessário. Caso o vendedor informe que o estoque esvaziou e que está acabando, peça ainda mais descontos no pagamento à vista.

3) Pague os presentes de Natal à vista

Comprar os presentes de Natal à vista é uma escolha inteligente, para não comprometer o bolso nos próximos meses.

Controle o seu cartão de crédito, principalmente se já estiver com limite comprometido. Apesar dos crediários facilitados nessa época do ano, pagando à vista é mais fácil economizar nos presentes e nas compras natalinas. Dessa forma, é possível ter maior controle sobre o seu dinheiro e se perguntar “será que vale a pena comprar isso?”.

Aproveite o seu décimo terceiro salário para não fazer novas dívidas: compre à vista! Porém, o 13º salário só deve ser usado para comprar presentes se você não estiver com pendências financeiras. Caso contrário, prefira negociar as dívidas com o seu 13º salário.

4) Considere sites de “compra e venda”

No lugar de comprar os presentes de Natal diretamente nas lojas, boa opção é pesquisar em sites de “compra e venda”. Quem sabe você encontra o que procura por um preço mais em conta. No cálculo, considere gastos com frete ou deslocamento.

Apesar de ser uma alternativa para quem não abre mão de economizar nos presentes de Natal, é preciso ter checar as avaliações dos vendedores, para não correr o risco de não receber a compra. Se você tem um amigo próximo que vende produtos, que tal consultá-lo e pedir descontos?

5) Faça você mesmo os presentes

O famoso “faça você mesmo” pode ajudar você a economizar (e muito!) nos presentes de Natal. Além de ser uma opção mais barata, a personalização torna a lembrança única e especial.

Se você não tem ideia do que confeccionar, não tem problema: pesquise na internet e inspire-se! O importante é você considerar o “faça você mesmo”, principalmente se estiver sem dinheiro para comprar os presentes.

Personalizar o presente é uma forma de não deixar de presentear só porque está no vermelho. Às vezes, dá para aproveitar materiais que você tem em casa. Então, sem desculpas e mão na massa!

6) Cuidado com as ofertas

Você não leu errado: cuidado com as ofertas!

Os lojistas aproveitam o fim do ano para tentar vender tudo o que estava parado no estoque. Afinal, uma nova coleção vai chegar para o novo ano. Para chamar a atenção dos consumidores, o anúncio das ofertas são bem tentadores: “leve 3 pague 2”, “pague apenas a peça mais cara”, “só hoje”, entre outros.

Na hora das compras dos presentes, reflita se vale a pena resistir às promoções, seja para presentear os outros ou você mesmo. Seja firme na economia!

7) Que tal cartão-presente?

O que o cartão-presente não tem de criativo, tem de prático e econômico! Isso mesmo: você escolhe um determinado valor e presenteia. Não encane com os valores altos! O mesmo raciocínio do presente com troca vale para o cartão-presente, ou seja, serve como um “crédito” para comprar um item mais caro, caso a pessoa presenteada queira.

A praticidade não é só para quem compra o cartão-presente, mas também para quem recebe. Quer melhor opção do que escolher o presente que você diretamente na loja?

8) Solicite um empréstimo

Como no final de ano costumamos gastar mais por causa dos presentes de natal, viagens e festas de fim de ano, se você precisar de empréstimo, o Bom Pra Crédito pode te ajudar.

Com o empréstimo pessoal, você evita os altos juros do rotativo e do cheque especial, além de escolher parcelas que cabem no bolso.

? Aqui tem mais dicas de finanças pessoais para você!