Nunca faça depósito antecipado para empréstimo

Larissa Civita

| 9 minutos para ler

Continua depois da publicidade

Em certos momentos, um empréstimo pode ser essencial. Se acontece alguma emergência e você precisa de um dinheiro rápido, por exemplo, pode ser uma solução. Exatamente por isso, também existem aqueles que buscam se aproveitar desta situação. 

Por isso, o Bom pra Crédito acha importante mostrar para os clientes como saber reconhecer uma fraude no empréstimo. Lembre-se: qualquer depósito antecipado para empréstimo é crime e um sinal de golpe.

Como funciona um empréstimo?

Como funciona um empréstimo

Qualquer pessoa pode fazer uma solicitação de empréstimo pessoal, basta ter um CPF, um comprovante de renda e ser maior de 18 anos. 

O ideal é procurar a instituição que fará o empréstimo. É importante fazer este processo com muito cuidado, para garantir que você não cairá em fraudes. Para conseguir o melhor negócio, compare taxas e faça simulações.

Após a sua solicitação de empréstimo, a instituição fará a análise do seu crédito para determinar se o empréstimo vai ou não ser aprovado.

Caso sim, o dinheiro cairá na sua conta algum tempo depois. Na modalidade online, isso é ainda mais rápido, podendo ser um prazo de apenas alguns dias. No Bom Pra Crédito, o valor é depositado em até 48h!

Esse processo é o básico para qualquer tipo de empréstimo, seja feito online ou presencial em uma instituição financeira. Lembrando que cada financeira tem sua própria política, portanto, alguns detalhes podem mudar.

Independentemente do local onde você for solicitar um empréstimo, é importante saber que em nenhum momento você faz um depósito antes de receber o dinheiro.

Não importa a modalidade de empréstimo, este é um sinal claro de um golpe, já que o criminoso não pretende te enviar o dinheiro. Portanto, não caia nessa armadilha e não faça depósitos antecipados.

Ao desejar um empréstimo confiável, com rapidez e segurança, o Bom pra Crédito ajuda você a encontrar as melhores taxas! Acesse o nosso site e confira!

Solicite seu empréstimo pessoal

Taxa de empréstimo

Taxa de empréstimo

Por ser um produto financeiro, o empréstimo envolve algumas taxas e tarifas que podem ser cobradas.

A primeira, e que faz parte de qualquer empréstimo é o IOF (imposto sobre operações financeiras). É uma taxa federal, sendo cobrada nos empréstimos e em diversas outras movimentações, como no câmbio, nos seguros e em alguns investimentos.

Existe também a taxa de juros do empréstimo. Este é o valor que a instituição cobra pelo serviço, ou seja, é como ela ganha dinheiro ao oferecer o empréstimo.

Diversos fatores contribuem para o valor da taxa, como o nível de risco, o valor do empréstimo, as condições de pagamento e, até mesmo, a situação geral da economia. É por isso que é tão importante pesquisar bastante antes de fazer um empréstimo.

Todos estes valores juntos ajudam a compor o CET (custo efetivo total) do empréstimo, que é o quanto você realmente paga. Ou seja, ele soma o valor das tarifas anteriores com todas as despesas que o consumidor terá ao fechar um empréstimo.

Com a exceção do IOF, todos estes valores podem variar de acordo com a instituição que oferece o crédito

O mais importante a considerar é que todos estes valores vêm “embutidos” no empréstimo, ou seja, eles fazem parte da conta que você pagará. Mais uma vez, vale ressaltar que nenhum destes ou qualquer outro valor, pode ser cobrado de forma antecipada.

Golpes de empréstimo: como funcionam

Golpes de empréstimo como funcionam

Para evitar qualquer problema e não perder o seu dinheiro, é preciso ficar muito atento às principais formas que os golpes de empréstimo ocorrem.

Geralmente, os golpistas se aproveitam de momentos em que a vítima está mais frágil, ou seja, quando ela está negativada, está com muita pressa ou não tem um conhecimento tão grande sobre o assunto.

Para os negativados, por exemplo, a promessa é de que eles conseguem o empréstimo bem fácil. Existe sim a possibilidade de crédito para negativado, mas fique atento aos golpistas que fazem muitas promessas.

E para tornar o golpe mais “crível” eles, muitas vezes, se aproveitam do nome de instituições bancárias ou financeiras conhecidas, apesar de não ter nenhuma ligação com elas.

Outra forma como eles atuam é por meio de canais de comunicação não oficiais, como  telefone, e-mail ou um aplicativo como o WhatsApp.

De maneira geral, as promessas se baseiam em ótimos juros e com excelentes condições de pagamento. Apelam sempre para o senso de urgência das vítimas. E o objetivo, é quase sempre o mesmo.

Depósito antecipado para empréstimo

Depósito antecipado para empréstimo

Seja qual for o golpe, em algum momento, eles solicitam um depósito antecipado e jamais pretendem enviar o dinheiro do empréstimo. Portanto, saia imediatamente se uma “instituição” pedir um depósito antecipado.

Também é importante ficar atento às justificativas que são usadas pelos golpistas.

Por exemplo, é comum dizerem que é necessário pagar um fiador para que o empréstimo seja liberado. Isso não é verdade, porque o empréstimo é pessoal e considera apenas a sua situação financeira. Mesmo em casos em que exista um fiador, você jamais irá precisar pagar por ele.

Outra justificativa é o IOF, que deve sim ser pago. Como vimos acima, esta parte é verdade, mas em qualquer empréstimo, o valor do IOF é diluído entre as parcelas e não precisa ser pago antecipadamente

O comissionamento é outra forma de depósito antecipado que é ilegal. Este pagamento realmente existe, e é o valor que o intermediário recebe por concretizar o negócio entre banco e pessoa física (quem solicita o empréstimo). Mas é sempre o banco ou a instituição que efetua o pagamento. Portanto, não aceite esta justificativa.

Existem também as justificativas que não envolvem diretamente o empréstimo. Por exemplo, certos golpistas podem argumentar que fazer o pagamento antecipado pode aumentar o score de crédito. Somente um número muito pequeno de empresas controlam o score e o pagamento antecipado não existe como forma de levantá-lo.

Se nada der certo, eles partem para medidas mais extremas. Alguns ameaçam negativar, o que não faz sentido, pois como você vai negativar um cliente que ainda nem pegou o empréstimo?

Se o cliente não sabe muito bem sobre o assunto, essas ameaças podem assustar e, às vezes, dão certo. Por isso, não acredite nelas e não caia em armadilhas.

Se quiser saber mais sobre o depósito antecipado para empréstimo, confira o nosso vídeo no YouTube abaixo e entenda um pouco mais sobre o assunto.

Como identificar um golpe

Vamos dar algumas dicas de como desconfiar de um golpe de empréstimo e jamais fazer um depósito antecipado. Assim, você cuida melhor do seu dinheiro.

Primeiramente, e mais importante, fique atento às credenciais da empresa. Atualmente, existem muitos canais que podem e devem ser usados para avaliar a reputação de uma empresa que trabalha com empréstimos.

O Reclame Aqui e as mídias sociais são bons canais para avaliar o que estão falando da empresa, se existem muitas reclamações em seu nome e como elas são resolvidas. As reclamações de fraude são as mais importantes para avaliar.

Existem também os canais oficiais para verificar se uma empresa está autorizada a fazer este tipo de transação. O site do Banco Central, por exemplo, é o maior deles.

O Bom Pra Crédito segue rigorosamente a resolução 3.954/11 do Banco Central Brasileiro.

Outra boa dica é ficar atento à abordagem do golpista. Por exemplo, se ele não parecer muito interessado no seu perfil financeiro, isso é um claro sinal de fraude. Qualquer empréstimo é baseado na situação de quem o solicita, por isso faz parte essencial do processo.

Na maioria das vezes, é necessário apresentar comprovantes de renda e de residência. Porém, você também não deve enviar essas informações antes de ter certeza de que a instituição e o contato são válidos.

Também desconfie da pressão que o golpista usa para fazer você cair no golpe. Ele não quer deixar você pensar muito, por isso, irá apelar para um senso de urgência que não existe. 

Como não cair no golpe do empréstimo

Como não cair no golpe do empréstimo

Agora, vale a pena conferir algumas dicas rápidas para não cair em nenhum golpe do empréstimo:

  • Não responda solicitações que demandam seus dados pessoais. Entre em contato com a empresa pelo canal oficial e entenda o que está acontecendo;
  • Desconfie dos meios de comunicação mais informais. Por exemplo, se você estiver conversando com alguém pelo WhatsApp, leve a conversa para o canal oficial da empresa;
  • Procure na internet sobre a empresa. Sites como o Reclame Aqui, o Procon e até mesmo reportagens na imprensa;
  • Não caia em propostas milagrosas. Se parece bom demais para ser verdade é porque provavelmente não é verdade;
  • Fique atento à comunicação. Erros de português são comuns em e-mails ou mensagens de WhatsApp por parte dos golpistas;
  • Também verifique os links. Sempre que for solicitado clicar em um link checar para onde é direcionado. Você pode fazer isso passando o mouse por cima. Se for algo diferente do site oficial, não clique;
  • Não lide com pessoas físicas. Verifique o CNPJ e jamais faça depósitos em contas de pessoas físicas;
  • A burocracia existe para proteger ambos os lados. Portanto, se não houver nenhuma, desconfie;
  • Entre apenas em sites seguros. Você pode verificar isso por meio do cadeado ao lado da barra de endereço;

Se atentando a estas dicas, você não vai cair mais em golpes de empréstimo e jamais vai depositar um valor antecipado. Mas caso isso aconteça, é preciso saber bem o que fazer.

Como denunciar fraude de empréstimo

Como denunciar fraude de empréstimo

Se você for vítima de uma fraude de empréstimo você tem duas ações, dependendo de onde o golpe foi feito.

De acordo com a polícia Civil de São Paulo, por meio do FAQ da delegacia virtual, não é possível fazer o Boletim de Ocorrência pela internet, se a fraude for online. Neste caso, é preciso ir até à delegacia civil mais próxima da sua residência e fazer o registro.

Caso a fraude tenha acontecido pessoalmente, o registro pode ser feito na delegacia online da polícia civil de cada Estado.

De qualquer forma, em ambas, o procedimento é bem simples. O primeiro passo é reunir todas as provas de modo a comprovar realmente que existiu um ato ilegal. Estas podem ser documentos oficiais, como certificados de depósitos e recibos.

Provas mais “informais” também são importantes e trazem mais contexto a cada caso. Por exemplo, conversas de WhatsApp, em outras redes sociais e trocas de e-mails. 

Além de fazer o BO oficial, as próprias empresas precisam ser alertadas se uma fraude foi realizada em seu nome para que elas possam encontrar uma forma de evitar que isto se repita, ou pelo menos, educar os clientes e potenciais clientes de todos os perigos.

Por isso, também é interessante fazer a reclamação em sites como o Reclame Aqui e o Procon para alertar estes órgãos e as outras pessoas.

Como identificar um golpe no nome do Bom Pra Crédito

Como identificar um golpe no nome do Bom Pra Crédito

Como dito acima, os golpistas muitas vezes usam o nome de instituições sérias para enganar as suas vítimas. Já que o Bom pra Crédito é uma empresa de destaque, não é fácil fugir de golpes que usam o nosso nome.

Porém, existem ótimas dicas de segurança que podem ser usadas para garantir que você não caia em um golpe com o nome da nossa empresa.

Primeiro, fique atento aos nossos canais oficiais de comunicação. Eles são:

Você também pode acessar as mídias sociais oficiais da empresa, no Twitter, Facebook, LinkedIn, Instagram, e até mesmo o YouTube. Todos esses canais podem ser usados para tirar suas dúvidas.

Caso use estes canais para se comunicar conosco, jamais coloque as suas informações em posts públicos. Sempre que for mandar uma mensagem faça isso de forma privada.

Além disso, o Bom Pra Crédito não entra em contato com pessoas que não são cadastradas no site. Portanto, se você receber um contato afirmando ser nosso, mas sem ter se cadastrado, desconfie e denuncie.

Agimos totalmente em conformidade com a lei, portanto jamais iremos cobrar um depósito antecipado em qualquer modalidade de empréstimo.

Fique atento também aos e-mails que recebe. Nossos endereços sempre terminam com “bompracredito.com.br”, e qualquer comunicação feita de forma diferente é um bom motivo para desconfiar.

Conclusão

Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas sobre o assunto e que agora você esteja ainda mais preparado para lidar com essas situações.

Se atente às dicas principais:

  • Não faça depósitos antecipados em nenhum modelo de empréstimo;
  • Lide apenas com empresas regulamentadas pelos órgãos fiscalizadores e com boa reputação;
  • Não caia em armadilhas, na pressão e nos argumentos sem fundamento usados pelos golpistas;
  • Faça a comunicação com a empresa pelos canais oficiais de atendimento.

O Bom pra Crédito se coloca à disposição dos clientes para tirar qualquer dúvida, portanto, entre em contato conosco por meio dos nossos canais oficiais de comunicação.

Solicite seu empréstimo pessoal