Crédito para faculdade: como realizar seu sonho da graduação

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

em uma mesa de madeira está um anuário, um chapéu de formando na cor preta e um diploma amarrado com laço vermelho

Resumo da matéria

  • O que é crédito universitário?
  • Qual é a diferença entre Fies e crédito universitário privado?
  • Quem pode pedir crédito universitário

Continua depois da publicidade

Descubra como é possível continuar estudando e se graduar, mesmo com pouco dinheiro

A dificuldade para pagar a mensalidade da faculdade é a principal justificativa de quem tem que abrir mão do sonho de ter um diploma de graduação. De acordo com a Abmes, 42% dos estudantes desistem do curso por não conseguir realizar o pagamento. E é pra situações como essa que existe o crédito universitário.

Se você está passando por isso, é importante entender que existem alternativas que podem te ajudar a resolver o problema. Selecionamos as principais informações sobre esta modalidade de crédito para te explicar como ele funciona. Confira.

O que é crédito universitário?

O termo crédito universitário diz respeito ao financiamento de estudos para quem faz curso de graduação.

Um dos mais conhecidos é o Fies, em que o governo empresta o dinheiro para o pagamento das mensalidades e você devolve em prazo determinado.

Além do Fies existe o crédito universitário privado. Ele é oferecido por bancos e é bem parecido com um empréstimo convencional. A diferença é que, dependendo da instituição financeira, as taxas de juros podem ser menores.

Veja também: Pagar a faculdade: 9 dicas para não se formar já endividado

Qual é a diferença entre Fies e crédito universitário privado?

A taxa de juros é uma das principais diferenças entre as duas modalidades de crédito universitário. No caso do Fies, de acordo com as informações presentes na página oficial do programa, a taxa de juros é zero.

Em relação ao financiamento estudantil privado, a taxa varia de acordo com cada instituição financeira. Por isso, é importante que você pesquise bastante para descobrir qual banco oferece o melhor custo-benefício.

Os requisitos para pedir crédito estudantil também são diferentes. O Fies exige que o estudante tenha feito o Enem e obtido nota superior a 450 pontos. Além disso, é necessário comprovar renda familiar bruta de até 3 salários mínimos.

Para solicitar o financiamento privado, você não precisa ter feito o Enem ou ter tirado a nota mínima exigida pelo Fies. Basta se dirigir até um banco que oferece esse serviço com os documentos solicitados pela instituição.

É importante que você saiba que a comprovação de renda pode variar de banco para banco. Geralmente, a quantidade de dinheiro liberada depende do perfil financeiro do aluno e pode ser que haja uma variação de acordo com cada banco.

A lista de universidades parceiras varia do Fies para o crédito privado. O Fies só libera o financiamento para alunos que vão cursar em uma das instituições que fazem parte da sua lista.

Já os bancos privados não fazem esse tipo de exigência e você pode escolher.

Por fim, a abrangência também é diferente nos dois cenários. Com o Fies, você tem a possibilidade de financiar o curso inteiro. Já com o crédito universitário privado pode ser pedido para pagar um semestre ou um ano, por exemplo.

três jovens universitário correndo por corredor de faculdade

Não deixe de conferir: Quanto você vai gastar na faculdade, em média, durante os 04 (ou 05) anos de curso

Quem pode pedir crédito universitário

O crédito universitário pode ser solicitado por quem está cursando ou pretende ingressar no curso superior.

Ele é destinado, inclusive, para menores de idade. Nesse caso, quem assume o empréstimo são os pais ou representantes legais.

Vale dizer que o Fies é destinado apenas para cursos presenciais. O crédito universitário privado, no entanto, também cobre cursos à distância e pós-graduação.

Essa é uma ótima opção para quem precisa conciliar trabalho e estudos, por exemplo.

A grande vantagem do financiamento privado é que ele é mais uma alternativa para quem não quer abrir mão do diploma, mas não conseguiu o Fies. E se meu pedido de crédito universitário privado não for aceito?

Se ainda assim você tiver o crédito negado, ainda há a possibilidade de conseguir desconto na própria universidade. Vai ficar apertado? Então peça empréstimo pessoal online.

Aqui no Bom Pra Crédito, a gente tem parceria com mais de 30 bancos que podem te ajudar a se formar. Dependendo do seu perfil financeiro, você consegue parcelas que cabem no bolso.

O importante é pensar que isso é um investimento no seu futuro profissional.

Vale a pena focar nele para colher ótimos frutos. Independente do tipo de financiamento que você deseja, nós estamos aqui para te auxiliar a tomar as melhores decisões.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *