CPF Vazado: O que pode acontecer com você e suas contas

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

mulher de pé em frente ao seu computador preocupado com o cpf vazado

Continua depois da publicidade

Proteja seu CPF tomando todos os cuidados necessários e saiba o que fazer caso o seu seja vazado

Depois do vazamento de dados de mais de 223 milhões de brasileiros, no começo de 2021, muito está se falando sobre segurança digital. Algumas preocupações surgem, principalmente relacionadas a como se proteger na internet.

Entre os dados vazados, o CPF é a grande preocupação do brasileiro. Isso porque ele é um dos documentos mais importantes gerados pela Receita Federal, de registro de pessoa física. E, na posse desse número de identificação, criminosos podem fazer um grande estrago.

Pensando na sua proteção, preparamos um guia para te orientar sobre o que fazer para evitar ter seu CPF vazado. Além disso, você vai descobrir como agir e o que fazer caso isso já tenha acontecido.

homem preocupado em frente ao seu computador leva a mão ao rosto

Aprenda mais: Segurança da informação: como se proteger na internet

O que significa ter o CPF vazado

Se você já fez compras na internet ou precisou fazer cadastro em algum site, deve ter precisado informar CPF para concluir alguma ação, certo? Geralmente, ele é a primeira informação que se pede para fazer qualquer coisa no mundo digital.

A partir do seu CPF, é possível puxar e confirmar endereço, e-mail, telefone e muito mais. Por isso é tão importante manter ele em segurança. Uma vez que você tem o CPF vazado, qualquer pessoa pode ter acesso aos seus dados.

Quem é mal intencionado pode utilizar suas informações para fazer contas bancárias, empréstimos e dar golpes financeiros de todos os tipos. Entretanto, existem empresas que podem consultar seu CPF apenas tendo o seu nome completo. Saiba como a seguir.

Como puxar CPF pelo nome

Ainda que seja um dado confidencial, existe uma forma de as empresas verificarem seu CPF tendo acesso, apenas, ao seu nome. Elas só precisam ser registradas na Receita Federal e, com acesso aos seus dados, podem disponibilizar essa consulta a outras pessoas.

Plataformas de análise de crédito, por exemplo, podem fazer isso. Por isso a importância de escolher muito bem as empresas a quem você confia os seus dados.

Como saber se os dados correm risco

O recente vazamento de CPF e outras informações pessoais dos brasileiros criou um alerta: como saber se os meus dados correm riscos? Bem, de forma geral, você deve ter cuidado com as suas informações e evitar compartilhar elas pela internet.

Ao informar nome, CPF, endereço ou telefone, garanta que estará fazendo isso para uma empresa segura, que você confie. Também é importante identificar se os  sites que acessa são seguros 

Como evitar vazamento de dados

A primeira coisa que você deve fazer é analisar se o site é seguro antes de digitar seus dados. Isso vai garantir que suas informações vão navegar com segurança e não vão parar nas mãos de pessoas maliciosas.

Existe um aspecto que você deve notar ao acessar um site e ele faz toda a diferença: o cadeado de segurança ao lado da barra de endereço web. 

imagem da URL do site do Bom Pra Crédito

Caso você esteja navegando em um site que tenha o cadeado cinza, pode ficar tranquilo, com toda certeza este é um site seguro. As informações contidas nele continuam privadas. 

Mas, caso encontre um cadeado cinza com triângulo amarelo (aviso de alerta), ou um cadeado cinza cortado por uma barra vermelha (aviso de perigo), cuidado! Você está navegando em um site sem proteção ou com pouca proteção.

Registrato

Se você não tem certeza se teve o CPF vazado, uma ferramenta do Banco Central pode te ajudar a saber se seus dados foram usados para golpes financeiros. O Registrato é uma plataforma que possibilita fazer consulta a movimentações financeiras feitas pelo seu CPF.

Pix, empréstimos, financiamentos, movimentação de contas bancárias e muitas outras coisas podem ser monitoradas pelo Registrato. Assim, você consegue identificar se alguma atitude suspeita foi tomada utilizando suas informações.

Caso tenha notado movimentações suspeitas, entre em contato com a instituição financeira em questão para informar sobre o ocorrido.

mulher preocupada sentada em frente ao seu computador leva a mão ao quiexo

Veja também: LGPD, Proteção de dados e tudo mais o que você precisa saber sobre esta Lei

O que fazer depois de um vazamento de CPF

Se você acha que teve o CPF vazado, ou qualquer outro dado pessoal, tome alguns cuidados. O primeiro deles é trocar as senhas de sites, cadastros e bancos. Isso pode evitar que alguém use seus dados de forma indevida.

Em sites e redes sociais, é possível ativar uma opção chamada “autenticação de dois fatores”, que é uma etapa extra de segurança. Geralmente,  códigos são gerados e enviados ao seu celular para você informar no momento de acesso às suas contas.

Fora isso, tome cuidado com mensagens, ligações ou e-mail recebidos. Desconfie de tudo e não informe outros dados por esses meios, mesmo que sejam solicitados.

Na dúvida, visite sua agência bancária, entre em contato com a empresa em questão e , na pior das hipóteses, procure a polícia.

Fique de olho nos seus dados e lembre-se: as melhores opções de empréstimos em um site 100% confiável é no Bom Pra Crédito. Aqui, suas informações estão seguras e você tem as melhores condições!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *