Consulta de Benefício INSS Pelo CPF: Passo a Passo

Larissa Carvalho

| 10 minutos para ler

Consulta de Benefício INSS Pelo CPF: Passo a Passo

Continua depois da publicidade

Você já ouviu alguém falar sobre consulta de benefício INSS?

Apesar de o Instituto Nacional da Seguridade Social estar presente na vida dos cidadãos desde o século passado, precisamente desde 1990 (Lei 8.029), poucas pessoas conhecem, de fato, os benefícios que esta instituição oferece.

Inclusive, muitas delas, quando sabem, enfrentam dificuldades para consultar o benefício utilizando o CPF a partir da internet.

Isso pode ser explicado pelo fato de que a maioria dos beneficiários não domina muito bem as ferramentas digitais, que só se popularizaram a partir dos anos 2000.

Além disso, não recebem informações instrutivas de como fazer isso utilizando o CPF pela internet por parte do INSS, o que é um problema.

Ciente de tal realidade, no texto de hoje apresentaremos não só as informações essenciais sobre os benefícios do INSS, mas também como consultar.

Para conferir o passo a passo, acompanhe a leitura!

O que é um Benefício do INSS?

De acordo com Ivan Kertzman, autor de vários livros voltados para o Direito Previdenciário, sendo um deles “Curso prático de Direito Previdenciário”, publicado pela editora JusPodivm, os benefícios previdenciários são prestações pagas, em dinheiro, aos trabalhadores ou a seus dependentes.

Alguns deles, inclusive, substituem a remuneração do trabalhador que ficou, por algum motivo, impedido de desenvolver suas atividades profissionais.

Já outros são oferecidos para complementar o rendimento mensal do trabalho, como é o caso da pensão por morte ou auxílio-reclusão.

Para que fique mais claro em sua mente o conceito de benefício da previdência social, elencamos, a seguir, os principais.

Quais os Benefícios do INSS?

Os principais benefícios do INSS são divididos da seguinte maneira:

Auxílio Doença

O auxílio-doença é o benefício assegurado ao trabalhador que ficar incapacitado para o seu trabalho ou para a atividade profissional habitual por mais de 15 dias.

Vale salientar que não será devido o auxílio-doença quando, por exemplo, o beneficiário já era portador da doença antes de se filiar ao Regime Geral da Previdência Social, o qual é gerido pelo INSS, salvo quando o trabalho que ele exercia agravar a doença. Nesse caso, o benefício é garantido.

A verificação da incapacidade da saúde é promovida por exame médico-oficial, geralmente a cargo do INSS.

O auxílio-doença pode tanto ser solicitado a pedido como de ofício. Neste último caso, o INSS processa o pedido de auxílio-doença quando tiver ciência da incapacidade do segurado.

Por fim, cumpre ressaltar que o auxílio-doença pode ser de dois tipos: acidental e não-acidental.

É acidental quando o acidente decorre de doença profissional ou relacionada ao trabalho. É não-acidental em relação aos demais casos que não se enquadram nessa hipótese.

Auxílio Acidente

Auxílio Acidente

O auxílio-acidente é o benefício concedido — em forma de indenização — ao segurado empregado, quando, após a consolidação das lesões decorrentes de acidentes de qualquer natureza, resultar sequela definitiva.

O Decreto 3.048, de 1999, traz alguns elementos que devem estar presentes para que se possa receber o auxílio-acidente, a saber:

  • Redução de capacidade para o trabalho devido à consolidação das lesões decorrentes da função;
  • Impossibilidade de desempenho da atividade que anteriormente exercia.

Como se pode perceber, o auxílio-acidente é devido ao acidente de qualquer natureza, não se limitando assim aos que decorram do trabalho.

Portanto, caso o trabalhador sofra um acidente durante a sua ida ao trabalho, pode ele fazer jus a esse benefício.

Salário Maternidade

Salário Maternidade

O salário-maternidade é o benefício concedido à segurada durante 120 dias.

Hoje, a jurisprudência tem adotado uma posição majorada em relação a tal período, alargando-o para 180 dias.

Assim como os demais benefícios do INSS, para receber o salário-maternidade é preciso preencher alguns requisitos, dentre eles:

  • Estar em trabalho de parto, aborto ou adoção;
  • Obedecer ao período de carência imputado pela lei;

Para a segurada individual e facultativa, solicita-se uma carência de 10 contribuições mensais.

Já para as seguradas especiais, a comprovação deve ser do exercício da atividade rural nos últimos 12 meses.

O valor do salário-maternidade varia conforme a categoria de segurado. Além disso, o tempo de salário-maternidade varia conforme o tipo de situação a que a segurada está envolvida.

Aposentadoria por Invalidez

A aposentadoria por invalidez é devida ao segurado que, estando ou não em gozo de auxílio doença, for considerado incapaz para o trabalho e insuscetível de reabilitação para o exercício da atividade que lhe garante a subsistência, ao menos no momento do pedido.

Esse benefício do INSS será assegurado enquanto permanecer nesta condição.

Todos os segurados têm direito ao benefício, desde que tenham preenchido a carência de doze contribuições mensais.

Aposentadoria por Idade

A aposentadoria por idade é devida ao segurado que completar 65 anos de idade, se homem, e 60 anos, se mulher.

Esses limites serão reduzidos no caso dos trabalhadores rurais: 60 anos para homem e 55 anos para mulher.

Assim como a aposentadoria por invalidez, todos os segurados têm direito à aposentadoria por idade, desde que cumpram a carência de 180 contribuições, obrigação que equivale à 15 anos.

Pensão

A pensão por morte é devida aos dependentes dos segurados que vierem a falecer, estejam eles aposentados ou não, a contar da data:

  • Do óbito;
  • Do requerimento;
  • Da decisão judicial, em se tratando de morte presumida.
  • Da data da ocorrência, em se tratando de catástrofe, desastre ou acidente de qualquer natureza.

Diferentemente dos demais benefícios, não há carência para a pensão de morte.

Assim, caso o segurado venha a falecer três meses depois de ter começado a trabalhar, podem os dependentes solicitarem à pensão por morte junto ao INSS, desde que reúnam a documentação necessária para o pleito.

Além disso, a pensão por morte abrange todos os tipos de segurados: empregados, empregados domésticos, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial.

Como Saber a Data de Pagamento do Benefício do INSS?

Como Saber a Data de Pagamento do Benefício do INSS

Todo o ano o INSS publica um calendário especificando o dia de pagamento dos benefícios que os segurados e os seus dependentes têm direito.

Geralmente, o calendário é disponibilizado nas agências do INSS ou nos bancos públicos e privados, como a Caixa Econômica, e na internet, no site da autarquia.

O calendário é produzido e disponibilizado no final de cada ano, ou seja, no mês de dezembro, para que assim os segurados e dependentes saibam quando receberão o benefício.

Calendário de Pagamentos dos Benefícios do INSS

Conforme a tabela de pagamento de benefício do INSS 2019, a data de pagamento do benefício varia conforme o seu valor.

Para benefícios cujos valores sejam de até um salário mínimo, há uma data. Benefícios cujos valores sejam superiores a um salário mínimo, outra.

Além disso, a data de pagamento varia conforme o número do NIS, que pode ir de 1 a 9.

Para conferir o calendário de pagamento de benefício no ano em questão, clique aqui.

Se a data de pagamento do benefício do INSS não coincidir com os seus compromissos financeiros, uma boa opção para não deixar pendências que podem se transformar em uma bola de neve e, assim, sufocar o seu bolso, é solicitar um empréstimo pessoal online.

Um empréstimo pessoal pode garantir que honre os seus compromissos e coloque as dívidas em dia, de maneira assim a preservar a sua qualidade de vida.

Como Fazer Consulta de um Benefício do INSS Pelo CPF – Passo a Passo

Como Fazer Consulta de um Benefício do INSS Pelo CPF - Passo a Passo

Como dissemos no início deste conteúdo, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como utilizar os serviços digitais disponibilizados pelo INSS em seu site.

Umas das principais razões para isso é o fato de que a maior parte dos beneficiários têm dificuldade em lidar com as ferramentas digitais.

Um dos serviços disponibilizados no site do INSS é a consulta do beneficio pelo CPF.

A partir deste serviço, é possível não apenas consultar o benefício INSS, mas realizar agendamentos e consultas, bem como acessar outras informações importantes sobre o seu histórico profissional.

O passo a passo para consultar o seu benefício INSS pelo CPF é simples, basta seguir exatamente como sugerimos abaixo:

  1. Leia tudo que puder sobre o Meu INSS

Clicando neste link é possível obter as informações completas sobre a central de serviços “Meu INSS”.

No link sugerido, pode-se encontrar o objetivo do Meu INSS, bem como a lista de serviços que a ferramenta oferecer:

  • Consulta de aposentadorias;
  • Salário-maternidade;
  • Extrato previdenciário;
  • Tempo de contribuição;
  • Agendamentos e requerimentos de benefício;
  • Resultado de perícia;
  • Revisão de benefício;
  • Extrato de imposto de renda.

Além destas, outras podem ser encontradas na plataforma.

  1. Realize o seu cadastro no “Meu INSS”

Para realizar o seu cadastro no “Meu INSS”, é preciso fornecer uma série de dados solicitados pelo sistema, como: CPF, nome completo do segurado, data e local de nascimento e o nome da mãe. Para acessar a plataforma, clique neste link.

Após o fornecimento de tais informações, um código de acesso provisório será gerado.

Depois desse processo, o segurado deve fazer o seu login, utilizando a senha do código provisório.

Assim que acessar a plataforma, o sistema solicitará que crie uma nova senha alfanumérica (conjunto de caracteres alfabéticos e numéricos), como por exemplo, INSS7895.

Conforme consta no site do INSS, “A senha inicial para acessar o Meu INSS também pode ser conseguida diretamente pelo serviço de internet banking de algumas instituições bancárias: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Itaú, Mercantil do Brasil, Sicredi, e, em breve, outros.”.

Dessa maneira, caso tenha relação com alguns desses bancos, vale a pena tentar conseguir a senha diretamente pelo internet banking, o que pode facilitar bastante a sua vida.

  1. Acesse o Meu INSS

Após realizar o cadastro, acesse o Meu INSS e clique no benefício que recebe.

A aba de serviços disponibilizados, como a consulta do benefício, fica ao lado esquerdo da plataforma.

Vale dizer que o Meu INSS pode ser acessado tanto pelo desktop como por dispositivo móvel.

Logo, é possível acessá-lo pelo celular, o que pode tornar a experiência ainda mais agradável para quem já quer resolver boa parte das obrigações do dia a dia pelo smartphone, como pagar contas, receber dinheiro ou transferir valores.

Para baixar o aplicativo do Meu INSS para celular android, clique neste link

Dados Necessários para Consultar os Benefícios do INSS

Dados Necessários para Consultar os Benefícios do INSS

Como dissemos, é preciso dispor de alguns documentos e dados para conseguir consultar o benefício do INSS pela plataforma “Meu INSS”.

Além dos que aqui foram destacados, como nome completo, CPF, nome da mãe, data e local de nascimento, é preciso fornecer o endereço atual completo: nome da rua, CEP, bairro, cidade e outras informações mais específicas, como bloco e apartamento (caso você resida em um).

Essas informações são solicitadas quando você acessa o “Meu INSS” pela primeira vez.

Em alguns casos, o próprio sistema já fornece esses dados com base no banco de dados do Governo Federal.

Quando isso ocorre, pedem geralmente que atualize ou apenas confirme o endereço.

Importância do Número do Benefício para Consultas no INSS

Importância do Número do Benefício para Consultas no INSS

Ter ciência do número do benefício do INSS para consultas junto a essa autarquia pode facilitar bastante a vida de quem busca estar sempre atualizado e acompanhando o seu benefício.

Cumpre destacar, inclusive, que a posse do número do benefício do INSS permite que consulte o benefício não apenas utilizando a internet (Meu INSS), mais também os caixas eletrônicos, o que pode facilitar a possibilidade de acesso às informações.

Como Descobrir o Número de seu Benefício do INSS

Existem duas formas para descobrir o número do seu benefício do INSS, além da que já foi apresentada (Meu INSS):

  1. PIS/Pasep

O número do INSS é o mesmo do PIS/Pasep. Assim, basta consultar o número do PIS/Pasep em sua carteira de trabalho para descobrir o número de seu benefício do INSS.

Ele também costuma ser registrado no cartão do SUS ou de quem recebe bolsa família.

Caso ele não esteja disponível em sua carteira de trabalho, é possível consultá-lo pelo site da Caixa Econômica.

  1. Contato telefônico pelo 135

Outra forma é entrando em contato diretamente pelo INSS, pelo número 135.

Primeiro, você passará pelo atendimento automático, oportunidade em que terá para dizer exatamente o tipo de serviço ou informação que procura.

Depois, será atendido (a) por um agente do INSS.

Importância de Consultar os Benefícios do INSS

Consultar com regularidade os benefícios do INSS pode garantir que possa usufruir deles com tranquilidade, sem qualquer contratempo.

Isso porque permite que fique sempre informado (a) sobre qualquer solicitação feita pelo INSS para a continuidade do recebimento do benefício, como, por exemplo, fazer o teste de vida ou exame médico-oficial que comprove a incapacidade, se for o caso.

Além disso, permite que saiba exatamente quando o benefício vai ser pago, bem como o seu valor, entre outras informações essenciais para que se planeje e tenha uma melhor qualidade de vida.

Como Consultar o Extrato de Contribuições ao INSS? Passo a Passo

Para consultar o extrato de contribuição previdenciária ao INSS é simples, fácil e rápido. Abaixo, montamos o passo a passo, caso tenha alguma dúvida:

  1. Acesse o Meu INSS, colocando o seu CPF e sua senha de login;
  2. Clique no serviço “Extrato Previdenciário (CNIS).

Após clicar nesse serviço, terá acesso ao extrato de contribuição previdenciária feita nos últimos anos, bem como a lista das empresas que passou ao longo de sua vida.

Além disso, aparecerá todos os seus dados que estejam cadastrados na plataforma e no sistema de informação do Governo Federal.

Outros Serviços Disponíveis no Meu INSS

Outros Serviços Disponíveis no Meu INSS

Além dos serviços que destacamos, o Meu INSS ainda dispõe de:

  • Calculadora para calcular a aposentadoria por idade e o tempo de contribuição;
  • Extrato de pagamento de benefício;
  • Carta de concessão de benefício;
  • Extrato de empréstimo consignado;
  • Extrato para imposto de renda;
  • Declaração de benefício;
  • Consulta de revisão de benefício;
  • Declaração de contribuinte individual.

O seu benefício não tem dado para honrar os seus compromissos financeiros? Então, não perca mais tempo e solicite hoje mesmo um empréstimo pessoal no Bom Pra Crédito.

A solução que precisa para ter mais tranquilidade e conforto em sua vida.

Conclusão – Consulta de Benefício INSS

Apostamos que depois deste conteúdo ficou bem mais fácil visualizar como consultar o seu benefício do INSS pelo CPF.

E a intenção foi justamente essa: facilitar a sua vida e garantir que realize a consulta do seu benefício do conforto do seu lar, seja utilizando um computador ou aparelho celular.

Ficou alguma dúvida em relação ao empréstimo pessoal? A gente te ajuda!

É só entrar em contato conosco pelos nossos principais canais de atendimento que te auxiliamos a consultar mais de 30 financeiras para garantir que consiga um empréstimo pessoal com a menor taxa de juros do mercado.