Compras online, como não ser enganado nos e-commerces do Brasil

Larissa Civita

| 5 minutos para ler

mulher de blusa amarela fazendo compras online com seu laptop

Continua depois da publicidade

Saiba o que fazer para que uma experiência tão boa não seja prejudicada!

As compras online já são uma realidade para os brasileiros. De acordo com a NZN Intelligence, 74% dos consumidores brasileiros preferem comprar pela internet, o que equivale a 155,5 milhões de pessoas ao considerar a população em 2019, que foi de 210,15 milhões, conforme estimativa do IBGE.

Em outras palavras, três a cada quatro pessoas preferem comprar pela internet do que ter que ir a uma loja física, o que é um dado bastante significativo. Porém, por outro lado, é importante considerar as experiências negativas que pode haver neste sentido.

É fato que este número é bem mais baixo do que se pode pensar. Uma pesquisa nacional feita em 2015 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que o índice de satisfação com compras na internet é de 93%.

Além dessas pessoas que não se sentiram satisfeitas, é possível que outras também tenham sido enganadas, seja em relação aos preços, às condições de pagamento ou a outras variáveis, mas que às vezes nem sabem disso ou não fizeram qualquer tipo de registro, embora o assunto mereça ser comentado.

Se você também quer saber como não ser enganado nas compras online, mantenha a calma, pois veio ao lugar certo! Dá só uma olhada nas dicas que separamos para que não tenha esse tipo de problema em suas compras.

mulher com blusa preta manuseando seu celular em frente ao seu computador

Leia mais: Compras por impulso: 7 dicas para você resistir

O que fazer para não ser enganado nas compras online?

Felizmente, é muito mais fácil do que você imagina! Confira as dicas:

Compre apenas em sites confiáveis:

Cá entre nós, esta é uma dica que parece óbvia, não é? Afinal, se você soubesse que um determinado site não é seguro, com certeza não compraria nele. Portanto, o que realmente pega aqui é saber o que olhar para determinar se o site é confiável ou não.

Alguns dos pontos principais são os seguintes:

  • Protocolo HTTPS. Ao acessar o site, clique ou toque na barra de endereço e veja se ele começa com HTTPS, como em “https://www.nomedosite.com.br”. A sigla, que significa Hyper Text Transfer Protocol Secure, significa que aquele site tem um protocolo SSL/TLS e que os dados são transmitidos por meio de uma conexão criptografada, o que evita que possam ser utilizados caso eventualmente sejam interceptados.
  • Grafia perfeita na URL. Uma pequena letra já faz toda a diferença. Ao entrar em “https://www.seuzite.com.br” ao invés de “https://www.seusite.com.br”, provavelmente você acessará uma página falsa. Se perceber algo de errado, saia imediatamente.
  • Aceita pagamentos com cartão de crédito. O cartão de crédito é uma excelente forma de diluir seus custos, como quando se deseja comprar algo mais caro sem comprometer todo o seu orçamento. Mesmo que o intuito não seja comprar no crédito, desconfie de sites que só aceitam boleto e transferência. Este pode ser um sinal de que a página não é confiável, já que as transações feitas com cartão de crédito trazem um nível adicional de segurança pelo fato de o consumidor poder contar com a emissora em caso de qualquer problema.
  • É bem avaliado pelo público. Antes de fechar qualquer compra, busque saber a opinião dos clientes daquela loja. Isso pode ser feito em seus perfis nas redes sociais e também em sites como Reclame Aqui e Consumidor.

Infelizmente, assim como existe o golpe do empréstimo, o mesmo também se aplica aos e-commerces, mas ao tomar as devidas medidas, as chances de ter problemas caem consideravelmente.

Compare os preços recentes

Sabe aquele ditado que diz que nem tudo é o que parece? Pois bem, o mesmo se aplica nas compras online: nem todas as ditas promoções realmente reservam preços mais baixos do que o normal.

Não é raro encontrar supostas ofertas bombásticas em vários sites, mas é importante ficar atento para não achar que se está economizando quando, na verdade, acontece justamente o contrário.

Para evitar se deparar com este problema, é fortemente recomendável procurar aquele produto em um comparador de preços. Observe no histórico quanto ele realmente custava e conclua se a promoção é mesmo vantajosa ou não.

Tais ferramentas são gratuitas, o que é melhor ainda.

Cuidado com preços muito abaixo da média

É perfeitamente possível se deparar com uma bela oferta em e-commerces. Porém, quando o valor é tão baixo que foge bastante da média do mercado, é importante ficar atento.

Este é outro sinal de que a página pode ser falsa. Existe uma chance de que a oferta seja real, de fato, mas é pouco provável que preços tão mais baixos que a média sejam praticados.

Leia a descrição com atenção

Nem sempre as compras online trazem uma experiência negativa por má fé da loja. Às vezes, pode acontecer de você não se atentar bem à descrição do produto e, consequentemente, receber algo que não esperava.

Tome como exemplo a lanterna de um carro. Pode ser que você tenha que comprar a lanterna esquerda para troca, mas, sem querer, tenha escolhido a direita no site. Então, quando receber o produto, ele não servirá para a finalidade desejada, embora este não tenha sido um erro do e-commerce.

Para evitar problemas, preste bem atenção em todos os detalhes sobre tamanho, cor, características e afins, além da foto do produto. O ideal é capturar as telas e deixar guardado em seu celular ou computador até a conclusão da compra, o que pode ajudá-lo a comprovar quando realmente aconteceu algum problema.

Analise a reputação do vendedor

Hoje em dia, os marketplaces são super comuns, até mesmo entre os maiores players do comércio eletrônico. Este é o nome que se dá às lojas que emprestam sua plataforma para que outras empresas anunciem e vendam seus produtos ali.

Portanto, ao escolher um site confiável, nem sempre o produto é vendido e entregue por aquela mesma companhia. Geralmente, essa informação costuma ficar próximo ao preço e às condições de pagamento do produto.

Antes de fechar o negócio, pesquise com cuidado a reputação da loja que efetivamente vende o produto, de modo a saber se ela é confiável ou não. Isso também se aplica a sites de venda, os quais contam com indicadores de reputação dos vendedores – quanto maior, melhor.

homem de  camisa xadrez em tons azuis e vermelhos teclando em seu laptop

Leia mais: Comprar pela internet, cuidado com frete e outras ciladas

Faça compras na internet com toda a segurança que você merece!

A praticidade de poder comprar o que quiser e receber no conforto da sua casa é inegável. Com os devidos cuidados, essa é uma experiência que só tem a agregar positivamente à sua vida.

Coloque nossas compras em prática e veja como as compras online podem ser tão confiáveis e agradáveis quanto as presenciais. Assim, você poderá estar entre a grande parcela de clientes satisfeitos dos e-commerces, a qual, de acordo com a forma que o mercado se comporta hoje, só tem a crescer!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *