Blog > Como usar o cartão de crédito a seu favor
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Como usar o cartão de crédito a seu favor

Como usar o cartão de crédito a seu favor

Utilizando o cartão de crédito a seu favor.

Considerado um “vilão” por muitos, o cartão de crédito tem benefícios e pode ser muito útil, basta usá-lo de maneira consciente. Mas como usar o cartão de crédito a seu favor? Primeiro, como próprio nome já diz, trata-se de um “crédito”, ou seja, não é um dinheiro seu. E é aí que está o problema: a falsa sensação de que “ter um cartão de crédito” é “ter dinheiro”. Nada disso!

Usar o cartão de crédito é como pegar dinheiro emprestado de alguém (nesse caso, do banco ou financeiras) e ter de devolver em uma determinada data. A diferença é que não existe “amigo” por trás desse empréstimo, ou seja, se você não pagar, a dívida cresce em pouco tempo . Isso acontece porque o cartão de crédito possui os juros mais altos do mercado. Portanto, não basta tê-lo, é preciso saber usá-lo!

 

Quando usar o cartão de crédito?

Já que cartão de crédito não é “dinheiro”, então, quando usá-lo? O cartão de crédito pode ser usado de maneira estratégica, por exemplo, para concentrar todos os gastos em um só lugar.

SOLICITE SEU CARTÃO DE CRÉDITO


Para isso, é essencial ter um planejamento financeiro, ou seja, saber quanto você pode gastar e ter certeza de que terá dinheiro para pagar. Mas essa opção serve apenas para quem tem uma renda fixa, ou seja, que não sofre variações.

Agora, se você não sabe quanto dinheiro terá no fim ou no início do mês para pagar a fatura do cartão de crédito, fuja dessa alternativa. Prefira usar o dinheiro que tem em mãos para fazer compras. Afinal, comprar à vista (no débito) é sempre a melhor escolha!

Por funcionar como um “empréstimo” de dinheiro, o cartão de crédito também pode ser destinado para emergências. Mas atenção: até para usá-lo em um momento extremamente necessário é preciso ter certeza de que terá dinheiro para pagar a fatura no futuro próximo, ou seja, na data de vencimento. 

Caso contrário, o que poderia funcionar como uma ajuda pode se tornar uma dor de cabeça depois. Para que isso não aconteça, você pode predeterminar um valor para usar no seu cartão de crédito que não comprometa sua saúde financeira.

Nesse caso, se precisar de um valor mais alto, o ideal é procurar um empréstimo pessoal, que possui juros mais baixos que o do cartão de crédito. Faça as contas e fuja da bola de neve do cartão de crédito!

 

Cartão de crédito: comprar à vista ou parcelar?

Sempre que possível, escolha a opção “crédito à vista”. Além de ficar mais claro o quanto você gastou e o quanto vai precisar pagar, é uma forma de não comprometer o limite do seu cartão de crédito.

É claro que “parcelar” no cartão de crédito não é errado. Parcelamento no cartão de crédito é uma flexibilidade que você tem para pagar as suas compras. Porém, para não se perder com os gastos no cartão de crédito, não enxergue apenas as parcelas, mas sim as compras como um todo.

Não fique no automático: acompanhe na própria fatura a parcela que está sendo paga e a quantidade de parcelas restantes. Não tem erro!

 

Como usar o cartão de crédito: dicas infalíveis

1) Compras impulsivas no cartão de crédito proporcionam prazeres momentâneos, não é mesmo? Cuidado! Antes de comprar, pergunte-se: será que não vou me arrepender?

2)  Saques com cartão de crédito não são baratos! Quando a fatura chegar, você pode ter uma surpresa. Se você precisa de dinheiro, opte por um empréstimo pessoal.

3) Planeje os gastos com o seu cartão de crédito e nunca use-o como uma renda complementar. Lembre-se: é crédito (que precisa ser pago), não dinheiro!

SOLICITE SEU CARTÃO DE CRÉDITO


4) Pague a fatura do cartão de crédito antes mesmo do vencimento, se possível. Além de não pagar juros, é uma forma de liberar o limite mais rápido.

5) Faça um escolha inteligente com rendas extras, como 13º salário ou férias: você pode quitar o seu cartão de crédito de uma vez por todas.

 

Cartão de crédito: não tenho dinheiro para pagar, e agora?

Não tem dinheiro para pagar a fatura do cartão de crédito? Fuja do pagamento mínimo! Pagando o mínimo você está optando pelo financiamento da sua dívida, ou seja, entra no crédito rotativo. Para entender melhor, você continua “pegando dinheiro emprestado” do seu cartão de crédito, porque não consegue pagá-lo inteiramente.

Na tentativa de diminuir o índice de inadimplência, em abril de 2017, o Conselho Monetário Nacional (CNN) determinou a opção de parcelamento do saldo devedor do cartão de crédito.

Clique para ler sobre as novas regras do cartão de crédito e entenda por que o parcelamento pode não ser a melhor solução.

Leia também a nossa matéria: Crédito rotativo – como se livrar da dívida.

Se você chegou nessa situação, é porque não soube como usar o cartão de crédito a seu favor. Para pagar o valor total da sua fatura do cartão de crédito, você pode optar por um empréstimo pessoal, com parcelas que cabem no seu bolso.

É uma troca de dívida inteligente, porque além de pagar menos juros, você consegue saber o quanto precisa pagar por mês. Se você fizer um empréstimo para pagar o cartão de crédito, o ideal é não usar o cartão nesse período, para não comprometer o seu orçamento. Guarde-o e espere o momento mais tranquilo para voltar a usá-lo como quiser.

Priorize sair do vermelho e equilibrar as suas contas. Depois, faça um planejamento para não sair comprando sem dinheiro para pagar a fatura do cartão de crédito depois.

 

 

By | 2018-07-27T16:33:56-03:00 8 de dezembro de 2017|