Aprenda como manter a saúde financeira do seu negócio

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

imagem de mesa onde dois executivos de camisa e terno conversam

Continua depois da publicidade

Saiba quais são os principais sinais que indicam que a sua empresa irá falir

Manter a saúde financeira do seu negócio pode ser complicado às vezes, mas fique tranquilo, pois existem ações que te ajudam a sobreviver ao famoso “vermelho”. Recuperar e reerguer uma empresa endividada tem os seus desafios, mas não é impossível.

Se você tem questionado com frequência sobre “como salvar minha empresa”, entenda como identificar se o seu negócio está prestes a falir e quais medidas pode tomar para evitar o fechamento das portas. 

Como saber se a empresa está falindo?

A falência está conectada a uma série de erros financeiros e de gestão que não começam da noite para o dia. Antes das portas se fecharem, há sinais que, se identificados no momento certo, podem ser resolvidos.

Queda do desempenho de vendas

Uma empresa que possui uma equipe qualificada e bons planejamentos tem bom desempenho de vendas. Porém, quando esse valor diminui drasticamente, pode ser um sinal de que a sua empresa está falindo.

Se a sua equipe comercial vai mal, a falta de gestão de recursos pode ser o principal fator. O índice mais baixo do que a média de mercado pode indicar que a falência do seu empreendimento pode estar mais perto do que parece.

Contas no vermelho

Se o setor de vendas da sua empresa está mal, a falta de recursos começa a aparecer. Sem a entrada de capital por parte das vendas, que são a maior fonte de valores, o negócio se vê pagando para existir.

Também é fundamental ressaltar que o custo de aquisição pode se tornar tão elevado que as conversões não compensam em relação a quanto o negócio ganha.

Ter contas no vermelho é normal dentro de um curto período de tempo, porém, uma situação crônica deve disparar o sinal de alerta em relação à gestão. 

Muitas dívidas em um curto prazo de tempo

Outro sinal de que a sua empresa está falindo é ter muitas dívidas dentro de um curto prazo. Um investimento bem planejado, normalmente, não gera mais despesas que lucros. Tome cuidado  com pendências .

A falta de recursos pode levar a sua empresa a se endividar cada vez mais. O acúmulo intenso dessas pendências demonstra que a situação não está boa para o seu negócio e que se não for contornada em breve, a empresa pode ir à falência.

três jovens sentado a mesas com monitores se cumprimentando

Para aprender mais: Plano de negócios para empreendedores, ele é indispensável à saúde da sua empresa

Como salvar minha empresa que está no vermelho?

Há algumas práticas que te auxiliam na recuperação do seu negócio economicamente. Entenda tudo sobre elas e como podem ser aplicadas na rotina institucional  para salvar a sua empresa que está no vermelho.

Contrate um contador

No começo, as contas de uma empresa parecem ser simples de gerenciar. Porém, as responsabilidades, especialmente legais, aumentam e fazem as despesas saírem do seu controle.

No Brasil, as questões tributárias devem ser respeitadas.  Esse assunto não pode ficar de lado, já que você corre sérios riscos de ficar no vermelho e ainda levar multas. É preciso contratar um contador para analisar o fluxo de caixa, pendências, entre outros cenários.

O fluxo de caixa da empresa deve ter acompanhamento diário

O fluxo de caixa é o histórico de todas as entradas e saídas dos recursos financeiros do seu negócio em determinado período. É importante acompanhar, pois ele é uma ferramenta que auxilia na tomada de decisões, tanto para não entrar no vermelho quanto para sair.

Quando se tem um fluxo de caixa detalhado, é possível calcular riscos, analisar o cenário atual, verificar a evolução das métricas e prever o futuro do negócio. Empresas possuem base em números e a análise deles permite entender qual é o primeiro passo para melhorar a sua situação financeira.

Renegocie suas pendências

Antes de tomar qualquer atitude, faça um bom planejamento financeiro, a fim de garantir que tudo o que foi negociado seja cumprido. Sem uma estratégia, você pode não cumprir o que foi acordado no contrato e isso piora a sua credibilidade no mercado.

Alguns empreendedores aceitam propostas que não conseguem arcar, portanto sempre pense no longo prazo e não seja imediatista. Veja em quanto tempo será pago, como será feito o parcelamento e o que será preciso para não ter prejuízo.

Evite ao máximo gastos supérfluos

Reduzir despesas é fundamental para conseguir sair do vermelho. Ações simples, como não deixar luzes acesas sem necessidade, economizar água e telefone, já irão te ajudar muito na economia.

Para isso, é necessário que toda a sua equipe esteja ciente da situação da empresa para que possa colaborar com você. Em lojas físicas, talvez seja uma boa alternativa alugar um local menor, com um aluguel mais barato.

Aumente o Ticket médio da sua empresa

Para aumentar o Ticket Médio, você pode elevar os preços do seu produto, mas cuidado para não determinar um valor acima do mercado. Os seus clientes devem saber que a qualidade do serviço ou o valor agregado subiu consideravelmente também.

Além disso, o investimento feito para transformar um lead em cliente não pode ser desperdiçado. Portanto, os descontos progressivos fazem com que o comprador coloque mais produtos no carrinho. 

dois executivos de terno analisando gráficos em um laptop

Veja também: Pedido de falência: Como afastar este fantasma no primeiro ano do seu empreendimento

Como salvar minha empresa e recomeçar?

O processo de recomeço depois que sua empresa faliu pode não ser fácil, mas com as nossas dicas você com certeza vai reerguer o seu negócio. A reestruturação empresarial pode te ajudar, e muito, a conquistar os seus objetivos. 

Entenda todos os passos que você deve seguir.

  • Faça uma análise da sua antiga estrutura: O primeiro passo para a fazer a reestruturação empresarial consiste em analisar a estrutura antiga do seu negócio. A intenção aqui é identificar fragilidades, pontos fortes, ameaças em potencial e oportunidades.
  • Crie um planejamento estratégico: Depois de analisar, crie um planejamento estratégico. É importante definir as ações que serão implementadas e os responsáveis por realizá-las, os seus novos objetivos também devem ser pensados.
  • Reorganize as suas equipes: Este passo deve ser realizado caso haja necessidade de reorganizar suas equipes de trabalho. Ou seja, pode ser que haja troca de funções, realocação de colaboradores, entre outros, por isso que, junto com as mudanças, você deve promover treinamentos para as novas áreas.
  • Defina novos indicadores de desempenho: Definir novos indicadores de desempenho é um processo fundamental para a reestruturação empresarial. Porém, essa etapa deve estar junta a um constante acompanhamento dos dados. 

Com todas essas etapas, é possível trazer a sua empresa de volta à ativa, sem medo. Nós esperamos que essas dicas te ajudem a salvar sua empresa. Caso o seu negócio precise de apoio financeiro, o Bom Pra Crédito pode tornar o seu processo mais fácil ao fornecer empréstimos de maneira prática e rápida. Conheça nossas vantagens!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *