Como sair das dívidas: 9 dicas para começar a ficar com saldo positivo e nome limpo

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

pessoa manuseando calculadora e conferindo tabela de valores sobre uma mesa branca

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Descubra atitudes que você precisa tomar para melhorar a saúde financeira

O mês de janeiro de 2020 registrou em 65,3% o percentual de famílias com dívidas em cartão de crédito, cheque especial, cheque pré-datado, crédito consignado, crédito pessoal, carnê de loja, prestação de carro e prestação da casa. Por isso, é relevante aprender como sair das dívidas utilizando métodos simples e eficazes.

Uma queda em relação ao final de 2019, que registrou o número de 65,6% em dezembro. Mas, uma alta em comparação a janeiro de 2019, quando o indicador alcançou 60,1%.

Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada em fevereiro. 

É um número alto que escancara que a saúde financeira do brasileiro anda em segundo plano nas prioridades do dia a dia.

Por isso, se você está se perguntando como sair das dívidas, fique de olho nestas dicas e comece agora a sair do vermelho:

Organize seu orçamento 

As dívidas ruins – aquelas feitas sem nenhum planejamento – nascem do desconhecido. Se eu não sei nem quanto entra e quanto sai da minha conta corrente, como eu posso sequer poupar algum dinheiro?

Não pode. Porque se você está com o orçamento familiar bagunçado, não consegue sair do vermelho. Por isso é importante que, acima de tudo, você tenha completa noção de como está a sua vida financeira agora.

Dê uma olhada rápida no seu extrato, é comum que os bancos apresentem dados em relação aos seus gastos, alguns dele até divididos em que tipo de coisa você gastou: farmácia, supermercado, bar, academia.

Monte uma planilha para usar todos os meses e anote nela seus ganhos, gastos e quais dívidas têm. Esse apanhado da sua vida financeira vai ser essencial para tomar decisões certas. 

homem de camisa azul e gravata fazendo cálculos e planejando seu orçamento para sair das dividas

Leia mais: Renegociação de dívidas ajuda a organizar as finanças.

Pague primeiro as dívidas de maior juros

Muita gente está tão atolada em dívidas que não sabe nem por onde começar. Prefira a praticidade.

Avalie quais são as suas dívidas mais críticas, aquelas com maiores juros e chances grandes de crescimento acelerado caso você continue inadimplente. São elas que você deve pagar primeiro.

Procure negociar junto à instituição que você deve, uma conversa sincera e realista pode chegar em um consenso para as duas partes, afinal, o outro lado quer receber o que você deve.

Depois de acertar as dívidas e fazer a sua escolha de prioridades, é hora de se certificar que todos os acordos serão pagos.

Renegocie dívidas

Talvez você pense que se está com uma dívida é errado pegar um empréstimo pessoal já que teoricamente isso é adquirir mais uma dívida.

Na verdade, se o empréstimo for solicitado com base em um planejamento sério, a sua situação pode começar a mudar.

Com plataformas como o Bom Pra Crédito você pode fazer tudo online e ainda comparar taxas de juros e parcelas.

Dependendo do valor que você puder solicitar, pode pagar todas as dívidas à vista e com isso talvez consiga  bons descontos. 

Seus pagamentos vão se concentrar em um só lugar e com juros mais baratos.

Cuidado com o corte de gastos desnecessários

Nesse processo de sair das dívidas é preciso saber que alguns esforços vão precisar ser feitos.

Se as coisas não vão indo bem é hora de mudar, mas preste atenção para não fazer nenhuma mudança brusca. Comece a cortar os gastos desnecessários aos poucos.

Se a sua vida mudar de padrão do dia para a noite, é muito mais fácil que você desista depois de pouco tempo. Por isso, tenha paciência com você mesmo e vá cortando esses gastos ao longo de alguns meses.

O que você pode fazer de imediato é renegociar alguns planos e tentar pagar menos em todos, antes de cortá-los.

Renda extra

Um dinheiro a mais é sempre bem-vindo, mas não pense que ele vai cair do céu no seu bolso, é preciso ter jogo de cintura para usar a criatividade e conseguir ganhar uma grana extra no final de cada mês.

Use seus talentos naturais para encontrar trabalhos freelancers – o famoso bico – ou até invista em novos negócios que sejam lucrativos e precisem de pouco dinheiro para funcionar.

Aulas particulares, serviço de salão de beleza em casa, marmitas fitness, personal shopper, passeador de cachorros e muitas outras opções  podem te ajudar a conseguir sua renda extra de maneira rápida e eficaz.

Evite impulsividade para sair das dívidas

Seu grande desafio nesse trajeto é transformar hábitos que te levaram até uma vida econômica desequilibrada. Um deles é o gasto com impulsividade e isso precisa acabar.

Faça compras com consciência e planejamento, a tendência é que com o tempo você consiga educar sua mente.

Melhore seu Score

O Score é uma espécie de pontuação no seu “currículo de bom pagador”. Uma vez que você estiver pagando suas negociações no prazo, seu nome será retirado da lista de inadimplente.

Seus esforços devem ser para aumentar a sua pontuação nesse Cadastro Positivo, os melhores colocados ficam o mais próximo de 1000.

Como fazer isso? Pagando suas contas em dia, algumas vezes até antecipando esses pagamentos e mantendo seus dados sempre atualizados nas instituições que recolhem informações para alimentar esses scores.

Crie metas

Quanto mais você tem um planejamento na cabeça do que quer alcançar no seu futuro, mais fácil é de não sair da linha e alcançar seus objetivos maiores. Crie pequenas metas e vá destravando sua lista pouco a pouco. 

Defina algo maior que você deseja fazer quando a sua vida financeira estiver nos trinques: fazer uma viagem de férias, comprar uma casa, fazer um intercâmbio, trocar de carro.

Até chegar lá, vença metas menores:  conseguir economizar em algo, terminar de pagar uma conta, ganhar um dinheiro extra em cada mês. 

Com algo que você quer muito te esperando do outro lado vai ser ainda mais instigante continuar com seu nome limpo e mantendo as contas no azul. 

mulher segurando papel com seta desenha apontando para cima em frente à um prédio

Leia mais: Controle Financeiro Pessoal: 19 melhores Apps e Dicas Práticas.

Comece a economizar

Agora que você já conseguiu melhorar muito da sua saúde financeira, é hora de conseguir, de fato, economizar. Com esse dinheiro você pode investir em aplicações seguras e rentáveis para fazer o seu dinheiro trabalhar para você. 

O ideal é que você consiga guardar ao menos um pouco do seu salário todos os meses, nunca comprometa mais do que 30% do que você ganha com dívidas. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *