Blog > Como Saber se Meu Nome Está Sujo? SPC, SPCP e Mais
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Como Saber se Meu Nome Está Sujo? SPC, SPCP e Mais

Como Saber se Meu Nome Está Sujo? SPC, Serasa, SPCP e MaisIntrodução

Como saber se meu nome está sujo? Esta é uma das principais preocupações dos consumidores.

Um dos problemas que mais afetam os brasileiros, independentemente da faixa etária, é a inadimplência.

Seja pelo gasto excessivo ou pela baixa renda para suprir necessidades, podemos observar que a maioria das pessoas já sofreu com isso.

Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), cerca de 40% da população entre 18 e 95 anos está com CPF restrito.

Em números mais objetivos, são mais de 60,2 milhões de brasileiros que no ano de 2017 foram impedidos de ter crédito.

Além do estresse de ter uma dívida que pode ter o valor aumentado com os juros compostos, não podemos nos esquecer de que a inadimplência representa o nome sujo no mercado.

Mas o que significa tudo isso? É possível reverter? Como evitar esse tipo de problema? Para saber, basta continuar fazendo a leitura do artigo. Acompanhe!

Como saber se meu nome está sujo? Meu nome está com restrição?

Você percebe que está com o nome sujo quando se torna inadimplente, tem pedidos de créditos negados, entre outros impedimentos.

E se você pensa que isso só é descoberto na hora do pedido, engana-se. Existem algumas maneiras de fazer essa consulta de maneira simples e prática. Veja alguma delas abaixo.

Como consultar o nome no Bom Pra Crédito

Uma das formas de como saber se meu nome está sujo é através da consulta do score.

O score Bom Pra Crédito é uma ferramenta dinâmica, que vai de 0 a 1.000, na qual o cálculo é obtido pela análise do CPF.

Esse score é atualizado sempre que a própria pessoa atualiza seus dados cadastrais.

Assim que as informações são validadas, cada dado é avaliado. O consumidor pode repetir a atualização constantemente.

Através da consulta do score, podemos observar se o CPF possui alguma restrição. A pontuação é dividida em três grupos:

  • Até 300: menos chances de obter crédito.
  • De 300 até 700: probabilidade mediana.
  • Acima de 700: mais chance de obter crédito.

E a melhor parte: é gratuito e pode ser realizado pelo celular ou computador. Para fazer essa análise, basta acessar aqui.

Em poucos minutos, é possível verificar se seu nome está sujo ou não.

Como consultar se o nome está sujo online e grátis

Existe ainda outra maneira de descobrir se o nome está sujo pelo cadastro positivo.

Basta acessar o site Consumidor Positivo, disponibilizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito.

Para fazer a consulta do CPF, basta acessar consumidor positivo, digitar seus dados solicitados, aceitar os termos de uso e em poucos minutos pode-se ter acesso ao resultado e saber se seu nome está sujo.

Quais os principais órgãos de proteção ao crédito?

Quais os principais órgãos de proteção ao créditoExistem algumas instituições voltadas para a proteção ao crédito.

São órgãos que recebem dados de todas as pessoas com algum débito ou com perfil de maus pagadores.

São milhares de informações de inadimplentes com diversas instituições financeiras.

Servem como base para empresas consultarem se aquela pessoa é capaz de honrar seus compromissos.

Bom Pra Crédito

O Bom Pra Crédito disponibiliza a consulta de score para você saber se seu nome está sujo.

É possível analisar o perfil do consumidor de acordo com o CPF, facilitando a compreensão se possui alguma dívida em aberto ou não.

Há diversas instituições financeiras ligadas ao sistema do Bom Pra Crédito, o que facilita a comunicação e a obtenção de um empréstimo pessoal.

Os serviços são realizados através do site, proporcionando praticidade e ao mesmo tempo agilidade na solicitação de determinado serviço.

Conheça os nossos produtos de crédito. Existe sempre uma opção voltada para o que você precisa.

SPC – Serviço de Proteção ao Crédito

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) recebe diariamente dados de consumidores que estão com nome sujo por causa de dívidas na área comercial.

É uma fonte de dados que proporciona mais segurança às empresas e instituições financeiras. Nesse caso, constam as pessoas físicas e jurídicas.

CCF – Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos

Trata-se de um banco de dados no qual há apenas os nomes de pessoas que possuem cheques sem fundos para o pagamento.

Se você tem dúvidas sobre como utilizar melhor um cheque, leia Como Preencher um Cheque O Guia Completo Passo a Passo.

Para saber se o nome da pessoa está incluso nesse cadastro, basta ir a algum endereço do Banco Central com um documento de identidade e também o número do CPF.

Tanto pessoas físicas quanto instituições financeiras podem solicitar essa informação. Vale ressaltar que a consulta é gratuita.

Cadin

CadinTrata-se de um Cadastro Informativo de Créditos não quitados ligados ao setor público federal.

Constam desse banco de dados tanto as pessoas físicas quanto as jurídicas que não cumpriram as obrigações com órgãos e entidades ligados à administração pública federal, seja de maneira direta ou indireta.

Para fazer a consulta, a pessoa deve acessar a internet através do Sisbacen, que é o sistema de informações do Banco Central.

Sem custo algum, a pessoa deve se cadastrar no sistema. Para fazer a consulta das suas informações sempre que desejar, basta acessar o Sisbacen e digitar o código de transação de acesso ao Cadin PISP650.

Caso a pessoa queira solicitar o relatório do Cadin, pode fazê-lo via Central de atendimento do Banco Central, seja através de correspondência ou pessoalmente.

SCPC

Para consultas ao SCPC, basta acessar o site Consumidor Positivo, colocar o número do CPF e observar se há débitos em seu nome. Até mesmo o pagamento e as negociações podem ser realizados através da internet.

SCR – Sistema de Informação de Crédito do Banco Central do Brasil

Conhecido como Sistema de Informações de Crédito, trata-se do registro de todas as operações financeiras realizadas no Brasil acima de R$ 200.

Essa plataforma é gerida mensalmente por diversas instituições financeiras.

É uma espécie de mecanismo que a supervisão bancária utiliza para fazer um acompanhamento assertivo das instituições financeiras.

Em relação ao consumidor em geral, possibilita às empresas tomarem a melhor decisão de aprovar ou não a solicitação de crédito.

Para fazer a consulta, basta acessar o site. Em poucos minutos, é possível compreender se o seu nome é ou não bem visto pelas instituições financeiras na hora de obter crédito.

Como consultar se você está com o nome sujo no SPC 

Como consultar se você está com o nome sujo no SPC ou na SerasaPara saber se o seu nome está sujo no SPC, existem diversas formas de ter acesso a essas informações.

O SPC Brasil disponibiliza essa informação apenas presencialmente. Levando o CPF original e também um documento com foto, comparecendo em um posto de atendimento.

Conheça o nosso serviço de consulta do CPF e verifique se o seu nome está sujo. É rápido, prático e simples.

Dúvidas frequentes sobre o nome sujo

Em meio a tudo o que pode acontecer em relação à capacidade de sujar o nome de uma pessoa, muitas dúvidas aparecem.

E ao mesmo em tempo em que elas aumentam, surgem formas de passar a informação correta. Descubra agora as principais dúvidas e como esclarecê-las:

Meu nome está sujo. O que fazer? Como limpar nome sujo?

Para limpar o nome sujo, é necessário fazer o pagamento da dívida. Para isso, organize suas finanças.

Entre em contato com o seu credor e peça para renegociar o débito, e honre o pagamento nas datas acordadas, para não voltar a ter problemas com isso.

Por quanto tempo o nome fica sujo?

Na verdade, existe um prazo prescricional estipulado por lei.

Este prazo conta a partir da data de inclusão do CPF do interessado nos órgãos responsáveis pela proteção ao crédito.

Caso o débito não seja solucionado dentro do período acordado, o credor perde a capacidade de manter o devedor no cadastro de clientes inadimplentes.

Isso faz com que o devedor não conste como restrito e consiga obter crédito em bancos e lojas.

Porém, vale ressaltar que a instituição pode entrar em contato com o devedor e solicitar-lhe o pagamento.

Paguei minhas contas e meu nome continua sujo. O que fazer?

Já quitou suas dívidas, mas o seu nome permanece sujo? Isso pode acontecer por questões do sistema e da burocracia.

Se passarem cinco dias úteis do pagamento do débito e a situação permanecer, você deve entrar em contato com a empresa e exigir a retirada do seu nome do cadastro de inadimplentes.

Se persistir o problema, uma reclamação formal deve ser feita no Procon.

Consigo cartão de crédito com o nome sujo?

Consigo cartão de crédito com o nome sujoÉ possível sim obter cartão de crédito mesmo com o nome sujo.

Embora haja uma rigorosa análise das operadoras antes de conceder o cartão de crédito, existem empresas que não fazem uma consulta prévia.

Há outras formas de controle dessas instituições financeiras para permitir que o interessado tenha acesso ao cartão de crédito.

Peça agora o seu cartão de crédito no Bom Pra Crédito. É aceito em vários estabelecimentos, oferece juros baixos e muitas vantagens.

Consigo um empréstimo com nome sujo?

Mesmo com o nome sujo, é possível conseguir um empréstimo. Trata-se de uma modalidade de empréstimo para negativados.

Outras empresas disponibilizam esse serviço de crédito, mas é necessário destacar que os juros para esse tipo de empréstimo é muito mais alto pela situação dos devedores.

Solicite agora o seu empréstimo pessoal online no Bom Pra Crédito.

O que é Cadastro Positivo?

Cadastro positivo é uma espécie de sistema no qual as empresas que disponibilizam o crédito conseguem compreender o seu comportamento como pagador.

Tanto os pontos positivos quanto os negativos são mostrados para as instituições.

É o oposto do Cadastro Negativo, no qual apenas as contas em débito são analisadas. Entre as contas que podem estar presentes no Cadastro Positivo podemos destacar:

– Água.

– Luz.

– Telefone.

– TV fechada.

– Financiamentos.

– Crediário.

Mesmo com o nome negativado é possível abrir o Cadastro Positivo.

Assim, mesmo com algum débito em aberto, as contas pagas em dia serão consideradas e as empresas terão uma análise mais completa e justa do seu perfil de pagador e de consumidor.

Dicas para não ficar com o nome sujo

Dicas para não ficar com o nome sujoExistem algumas maneiras de evitar que o seu nome não entre no cadastro de inadimplentes, ou seja, fique sujo.

Para isso, selecionamos algumas dicas essenciais para você não ficar no prejuízo.

Independentemente de qual seja o seu perfil de consumidor, com essas dicas, você não terá problemas com o nome sujo no mercado nem se tornará inadimplente. Vamos começar?

Planeje suas finanças pessoais

O primeiro passo é ter bom planejamento das suas finanças pessoais.

Isso é vantajoso por diversos motivos, como a capacidade de realizar seus objetivos, fazer uma gestão melhor dos seus recursos, caso tenha algum imprevisto, entre outros.

O planejamento das finanças permite a você mais liberdade para tomar as melhores decisões.

Então, se tiver algum problema que possa se transformar em dívida, essa organização permite uma gestão melhor dos recursos e do que pode ser feito.

E caso você tenha um negócio, esse planejamento ganha ainda mais destaque.

Use isso a seu favor e separe a conta pessoal da sua empresa. Isso permite mais controle das suas finanças e mais tranquilidade na gestão dos seus recursos.

Tenha um dinheiro guardado para emergências

Essa é outra dica extremamente importante e que faz toda a diferença para a sua vida.

Seja uma poupança ou em forma de investimento, tenha sempre uma verba separada para emergências.

Imprevistos podem acontecer, mas com a sua reserva financeira é possível realocar seus recursos sem tornar o seu nome sujo no mercado.

Caso tenha um trabalho, separe uma parte do seu salário todo mês e coloque nessa reserva.

Deve ser um compromisso constante com você e o seu futuro. Defina um valor mínimo e sempre o veja como uma despesa obrigatória.

Negocie e quite suas dívidas para voltar a ter crédito

Se você está com alguma conta em aberto, entre em contato com a empresa credora e peça para renegociar o débito, seja por meio de mais parcelas, de um desconto no pagamento à vista e muito mais.

Se tem muitas contas, defina a ordem de contato de acordo com as mais antigas ou com juros mais altos.

Nesse momento, sua organização financeira deve ser ainda maior.

Sua preocupação em manter os pagamentos em dia precisa ser prioridade, pois isso vai te livrar de menos uma preocupação. Como consequência, menos chances de o seu nome estar sujo.

Conclusão

ConclusãoCom a economia em crise e diversos imprevistos, há a possibilidade de todos nós, em algum momento, não podermos pagar totalmente as nossas contas.

Isso pode sujar nosso nome e nos tornarmos inadimplentes, ou seja, não conseguiríamos obter crédito no mercado na maioria das instituições financeiras ou comerciais.

Mas existem formas de compreendermos isso e resolvermos antes de termos problemas. Para saber se meu nome está sujo, a consulta pode ser feita pelo Bom Pra Crédito em poucos minutos.

Outros meios importantes de serem compreendidos são os órgãos de proteção ao crédito, essenciais para consumidores e instituições financeiras.

Porém, em meio a tudo isso, há formas de evitar que seu nome fique sujo.

Basta manter suas finanças em ordem, renegociar dívidas, ter uma reserva de emergência, entre outros.

Imprevistos podem acontecer, mas depende de você se manter organizado(a) e fazer uma boa gestão dos recursos disponíveis.

Seja qual for a sua situação, é possível limpar seu nome e mudar a sua vida financeira.

 

By | 2019-05-20T18:13:36-03:00 13 de maio de 2019|