Como escolher a profissão correta: está em dúvida? A gente te ajuda a decidir

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

Garota estudando em uma mesa com computador e caderno

Continua depois da publicidade

O que dá mais dinheiro ou o que você faz melhor? Entenda o que levar em consideração na hora de bater o martelo.

Uma hora ou outra todos nós precisamos começar a pensar o que vai nos ajudar a alcançar a independência financeira.

A não ser que você receba uma herança milagrosa, vai ter que trabalhar para conseguir sair da casa dos pais, pagar as próprias contar, construir sua própria família e assim por diante.

Mas, nem sempre essa é uma fase fácil da vida, principalmente quando se é jovem.

São tantas dúvidas e tantas opções, que separamos algumas dicas para te ajudar a passar por esse caminho sem sofrer tanto as consequências.

Vamos conversar melhor sobre como escolher a profissão correta para você. Confira:

QUAIS SÃO OS SEUS TALENTOS?

Nem todo mundo tem claro na cabeça quais são as coisas que sabe fazer de melhor, o que faz com certa facilidade.

Essa escolha da profissão acaba sendo também uma viagem para dentro de si mesmo.

De entender com o que você se identifica, quais são os seus talentos, valores.

Talento é uma habilidade que é feita sem muito esforço, ou melhor, que a pessoa tem uma predisposição para desempenhar.

Muita gente acaba forçando a barra na hora de fazer a sua escolha e decide pensar apenas no dinheiro.

Isso pode te levar a ser um péssimo profissional ao escolher um ofício para a qual não tem talento.

Lembre-se que quanto melhor você for naquilo que faz, maiores são as suas chances de conseguir ganhar dinheiro também.

Se você gosta e faz bem alguma coisa, vai empregar nessa atividade esforços que talvez não fizesse se trabalhasse com algo que não gosta.

Mas, como identificar o que você faz bem?

Preste atenção no seu dia a dia, converse com amigos próximos e até sua família, muitas vezes as pessoas à nossa volta observam coisas sobre nós que não vemos com facilidade.

Tente entender também quais são as suas motivações, interesses. 

Faça uma lista de tudo o que te agrada para depois passar um pente fino e ver o que isso tem mais a ver e quais profissões conversam com suas habilidades.

ESTUDE SOBRE AS PROFISSÕES

Nem sempre as profissões são da forma que imaginamos. Conheça bem tudo aquilo que te desperte o mínimo de interesse, e vá fundo na sua pesquisa.

Descubra não só o que tem a ver, mas se possível confira como é o dia a dia de trabalho de uma pessoa que trabalha naquela profissão.

Peça para conversar com essas pessoas e tire suas dúvidas. 

Nada melhor do que conversar com quem vive a rotina e conhece bem os prós e contras.

É claro que você não pode se contaminar com experiências pessoais das pessoas, às vezes elas passaram ou passam por algo que você não vai precisar enfrentar, então a dica é que você faça isso com autocrítica para não se assustar e tomar alguma atitude equivocada. 

Preste bem atenção no estilo de vida das pessoas dessa profissão levam, o tempo que elas precisam trabalhar por semana e coloque tudo em uma planilha.

Isso vai te ajudar a cruzar essas informações com o que for do seu interesse e combinar com o que você está disposto. 

Veja também: Trabalho home office, veja 07 profissões que você pode realizar do sofá de casa

ANALISE A PROBABILIDADE DE TER O SEU PRÓPRIO NEGÓCIO 

Isso é importante? Na verdade esse item pode ou não fazer sentido para você. Aonde você quer estar daqui a cinco ou dez anos? Você tem o sonho de ter o próprio negócio?

Se sim, existem profissões que podem dificultar que isso se torne realidade. Então, avalie quais são seus objetivos também a longo prazo.

No futuro você pode considerar a solicitação de um empréstimo pessoal para investir na própria profissão. Abrir seu próprio negócio, e se isso fizer parte de um planejamento seu vai ser muito mais fácil de colocar tudo em prática.

Hoje em dia existem plataformas como o Bom Pra Crédito que tornam empréstimos pessoais possíveis de um jeito muito mais rápido e fácil, pela internet.

Saiba mais: Trabalhar como Autônomo: Guia de 15 ideias de Trabalho Autônomo 2019

AJUDA PROFISSIONAL PODE AJUDAR

Sabia que existem pessoas capacitadas para ajudar outras a escolherem as profissões que mais combinam com elas?

Existem psicólogos especializados nisso e eles também aplicam o conhecido Teste Vocacional, que é uma ferramenta que joga luz sobre aptidões, interesses específicos e outras informações importantes como personalidade, habilidades, níveis de interesse para que você possa fazer a melhor escolha.

Além disso, o psicólogo pode ajudar nessa viagem de autoconhecimento mesmo que não fale sobre sua vocação diretamente.

Essa conversa pode destravar outros impedimentos que dificultam essa escolha: questões pessoais, medos, frustrações, maneiras de lidar com ansiedade e outros.

E você também não precisa de um psicólogo para fazer um teste vocacional, o mais indicado é que você procure alguém especializado se isso realmente te interessa para ter uma ideia mais específica sobre si mesmo.

Mas também existem outras formas de fazer o seu até pela internet. É só procurar algum modelo na web e fazer o seu. 

DOSE BEM O ENVOLVIMENTO DA FAMÍLIA

Como já falamos anteriormente, os familiares mais próximos podem nos ajudar a ver coisas sobre nós que não reparamos com facilidade.

Mas, é importante que você conte com a ajuda da sua família e não com a influência agressiva ou imposição deles.

Muitas vezes o seu talento não tem nada a ver com os negócios da família ou com os talentos dos seus pais. 

Por isso, saiba pedir ajuda e escutar, mas também o momento de impor as suas vontades.

Argumente com os familiares mais insistentes no assunto que o sucesso não é pautado apenas pela estabilidade financeira, isso é sim muito importante,mas não pode ser uma escolha decisiva para a sua felicidade. 

ONDE VOCÊ VAI ESTUDAR?

É importante que você possa contar com o melhor lugar possível para ter a sua formação superior.

Isso implica em mais decisões, por isso pesquise também quais são as melhores instituições de estudo que estão nas suas possibilidades.

Veja a credibilidade delas, dos cursos, muitas vezes pode até ser indicado visitar esses lugares.

Veja se você se vê estudando ali, afinal de contas você vai passar no mínimo 4 anos frequentando o curso diariamente.

TUDO BEM TER DÚVIDAS, TALVEZ ELAS NUNCA ACABEM

Ficar em dúvida não é agradável, mas tampouco é o fim do mundo. Nós passamos os dias fazendo milhares de escolhas, elas só não parecem mais isso porque já se tornaram tão naturais ao nosso cotidiano. O horário que vamos acordar, a roupa que vamos vestir, o que tomar de café da manhã, qual perfume usar, qual sapato calçar. Viu, decidir é algo natural à nossa existência. 

Antes, as pessoas tinham poucas profissões para escolher, a maioria acabava tentando se encaixar entre médico, engenheiro ou advogado. Mas nos tempos atuais nunca é tarde, inclusive, para desistir de algo que começou e perdeu a identificação.

Não coloque todo o peso do mundo e o seu futuro na escolha da sua profissão, a pressão pode levar você a fazer as piores escolhas baseadas nos piores argumentos.

Tenha a tranquilidade de que sempre dá para recomeçar a vida, e redescobrir novos interesses e talentos.

Curtiu nossas dicas? Conte para a gente nos comentários a que mais gostou e complete com algo que tenha dado certo na sua hora de encontrar a profissão certa.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *