Como empreender no vermelho

Larissa Carvalho

| 3 minutos para ler

empresário sentado a uma mesa de frente para um computador vestindo um blazer azul escuro levando as mão a cabeça com semblante preocupado

Resumo da matéria

  • Calcule os gastos e ganhos da empresa
  • Renegocie dívidas
  • Evite juros abusivos de cheque especial e cartão de crédito
  • Elimine gastos desnecessários
  • Separe o que é dívida pessoal e o que é dívida da empresa
  • Aumente o ticket médio
  • Evite cometer os mesmos erros

Continua depois da publicidade

Antes de desistir de tudo e fechar sua empresa, considere as soluções que reunimos nesse artigo

Quando abrimos um negócio, é comum valorizarmos os aspectos positivos, mas, em hipótese alguma, devemos nos esquecer das dificuldades e imprevistos. Você imaginaria, por exemplo, que o ano de 2020 seria surpreendido por uma pandemia? Muitos brasileiros, nesses últimos meses, tiveram que se reinventar descobrir como empreender no vermelho.

 Se você também precisa aprender sobre o assunto, confira as informações a seguir. Selecionamos as principais dicas para te ajudar a passar por períodos de crise e evitar a falência.

Calcule os gastos e ganhos da empresa

Se as finanças do seu negócio saíram de controle, ao invés de se desesperar e desistir dos seus sonhos e objetivos, reavalie as despesas e receitas.

Faça uma planilha com todos os custos com materiais, mão de obra, contas, impostos, entre outros.

O ideal é contratar um contador. O profissional saberá fazer uma análise detalhada do fluxo de caixa, pendências e tributos para estimar a margem para resolução de cada um dos problemas de empreender no vermelho.

homem usando camisa azul e colete preto e óculos sentado a uma mesa usando um computador

Confira: Dicas Infalíveis de Como Ganhar Dinheiro!

Renegocie dívidas

Não está conseguindo pagar fornecedores? Entre em contato com cada um, explique a situação e proponha uma negociação. Peça um prazo maior para pagamento e, se for possível, tente dividir o valor da dívida em prestações.

Lembre-se de fazer um bom planejamento antes de renegociar para evitar entrar em uma bola de neve.

Se você não cumprir o que foi acordado, dificilmente, conseguirá outra chance, já que a tendência de perder a credibilidade é grande.

Evite juros abusivos de cheque especial e cartão de crédito

Para resolver logo o problema, alguns empreendedores recorrem ao cheque especial, sem considerar os altos juros cobrados nesse serviço. Outros usam o cartão de crédito para cobrir algumas despesas e acabam entrando no rotativo.

Nenhuma dessas opções é válida para sair do vermelho. O melhor caminho, nesse caso, é pedir um empréstimo online.

O Bom Pra Crédito tem parceria com mais de 30 bancos que, dependendo do seu perfil financeiro, oferecem condições especiais de pagamento.

Elimine gastos desnecessários

Uma das principais medidas para empreender no vermelho reduzir despesas supérfluas.

Priorize apenas os elementos que fazem com que seu negócio se mantenha ativo. Evite luzes acesas e equipamentos ligados sem necessidade, por exemplo.

Se você trabalha com uma equipe, peça a colaboração de todos para reduzir os gastos com internet, copos descartáveis, água, entre outras coisas. Se for preciso, alugue um espaço menor e mais barato para trabalhar.

Separe o que é dívida pessoal e o que é dívida da empresa

Misturar finanças pessoais com as do negócio é um grande erro. Para empreender no vermelho, é preciso separar as contas bancárias, compras e boletos da empresa. Mesmo sendo o dono, você precisa de um salário para arcar com seus custos pessoais.

Se precisar comprar algo para você e não tiver dinheiro suficiente, não retire do caixa da empresa.  Isso também vale para compras da empresa. Não tem saldo? Faça um pedido menor ou adie a aquisição do produto ou serviço.

Aumente o ticket médio

O ticket médio indica a média do valor que o cliente gasta ao comprar seu produto ou serviço. Para aumentá-lo, você pode elevar o preço por um período até conseguir se estabilizar novamente.

Outra opção é aumentar o fluxo de vendas criando programas de recompensas, pontos ou brindes.  Oferecer descontos progressivos e condições especiais de pagamento para quem compra mais também aumenta o ticket médio.

homem de camisa xadrez sentado a mesa de um café segurando um tablet com a mão esquerda e fazendo anotações com a mão direita em um bloquinho

Leia também: Pedido de falência: Como afastar este fantasma no primeiro ano do seu empreendimento

Evite cometer os mesmos erros

Depois de tirar a empresa do vermelho, aprenda com os erros para não os cometer de novo.  Quando tudo se estabilizar, retome seu planejamento financeiro e comece criando uma reserva de emergência para seu negócio.

Calcule todos os custos mensais e multiplique por 6. O resultado será o que você precisa ter investido caso precisar empreender no vermelho novamente. 

Estabeleça metas e ações para serem colocadas em prática em momentos de crise.

Por fim, estude sobre educação financeira aplicada a negócios para saber qual é o melhor momento de comprar, segurar o orçamento, investir em equipamentos e por aí vai…

Conte com o Bom Pra Crédito para empreender no vermelho, no azul, ganhar renda extra, cuidar do seu dinheiro e ficar por dentro de todas as novidades do mundo financeiro.

Se estiver precisando de uma concessão de crédito, acesse nosso site e descubra as facilidades que oferecemos. Estamos à disposição para te colocar em contato com bancos que, de acordo com seu perfil, oferecem parcelas que cabem no seu bolso. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *