Os primeiros passos para abrir uma franquia: veja agora como começar

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

homem de avental sentado a uma mesa em uma cafeteria usando um celular

Continua depois da publicidade

Entenda melhor sobre o mercado de franchising e o que prestar atenção para empreender

Se você tem o sonho de ter o próprio negócio, estudar bem para escolher o seu lugar dentro do mundo das franquias pode ser um caminho mais seguro e menos tortuoso para começar a empreender e entender como abrir uma franquia.

O mercado de Franquias brasileiro é um dos setores da economia nacional que, mesmo durante a crise, apresenta uma boa curva de crescimento. No terceiro trimestre de 2019, o setor cresceu 6,1% — em comparação ao mesmo período do ano passado — ao atingir um faturamento superior a R$ 417 bilhões.

O que é uma franquia?

Franquia nada mais é do que uma estratégia que comercializa o direito de uso de uma marca, patente, infraestrutura, know-how e direito de distribuição.

É  um arranjo comercial no qual a rede franqueadora concede ao franqueado uma parcela do seu negócio (a franquia).

Há quem classifique também esse tipo de negócio como uma clonagem. Ele proporciona que o serviço, o conceito e a imagem da marca sejam replicados em diferentes localidades, em todas as suas unidades.

Quando você vê a abertura de lojas de marcas como Quem Disse, Berenice?, Mcdonald’s, Cacau Show, Subway e afins, nem sempre a expansão delas é feita pelo dono original. Muitas dessas lojas são franquias, abertas por franqueados.

homem de camisa branca sorrindo parado e de pé em frente a uma mesa com diversas pessoas sentadas

Leia mais: Como abrir franquia até 50 mil reais e ganhar dinheiro

Confira alguns termos comuns dentro do Franchising, o mercado de franquias:

  • Franqueado é a pessoa física que assina contrato com a Franquia para tomar conta de uma unidade franqueada;
  • Franqueadora é a proprietária de uma marca e de um formato de negócio que utiliza o franchising como estratégia de expansão;
  • Circular de Oferta de Franquia (COF) é o documento jurídico apresentado pela franqueadora ao candidato, no momento correto do processo de seleção, com todas as informações exigidas pela Lei de Franchising n.8.955/94;
  • Taxa de Franquia é paga pelo franqueado à franqueadora para aderir ao sistema de franchising;
  • Taxa Mensal de Franquia (royalties) é a remuneração mensal ou periódica, que o franqueado paga à franqueadora para ter a liberdade de utilizar sua marca e o suporte fornecido por ela;
  • Taxa de Propaganda é um valor mensal que o franqueado paga à franqueadora para uma contribuição ao fundo de propaganda da rede de franquia.

Agora que você aprendeu mais sobre o glossário das franquias, confira algumas dicas com o que você precisa ficar de olho para ter sucesso nos negócios das franquias:

Escolha seu perfil de negócio

Você precisa encontrar um negócio que se encaixe no seu perfil de conhecimento e de identificação. Na hora de bater o martelo, não deixe que a franquia que estiver em alta no momento tire seu foco da sua realidade.

A escolha ideal para você é aquela que tem a ver com o seu perfil e que tem potencial de dar certo na localidade que você deseja investir. 

Veja sua capacidade de investimento

Uma franquia demora um certo tempo para dar lucro porque você precisa fazer uma série de investimentos – você está comprando um negócio completo estruturado.

Nesse caso, estar tranquilo com a sua capacidade de investimento é essencial.

Não dê um passo maior do que as suas pernas podem dar e escolha uma franquia que se encaixa dentro do seu orçamento.

Você precisará de uma folga financeira para os primeiros meses de operação.

Pesquise a franqueadora

Faça uma investigação sobre a franquia que você tem interesse. Quantas unidades a rede tem, quando foi criada, quando entrou para o Franchising e quantas lojas próprias opera.

Ter uma noção da organização toda vai te ajudar a tomar sua decisão. 

Converse com franqueados

Todo franqueado de uma rede pode contar com o suporte dela. Mas, a eficiência disso pode variar bastante.

Nada melhor do que bater um papo com quem já está nesse lugar para entender melhor se você vai encontrar tudo o que precisa uma vez que fechar contrato.

Escolha bem o ponto comercial

Esse é um ponto muito importante porque não adianta escolher a franquia certa, mas abrir no lugar errado.

Pesquise se o público do entorno consome seu produto e como você pode atingir pessoas em um raio maior. Garanta uma boa exposição da marca.

A concorrência também importa

Verifique a concorrência ao redor do seu ponto comercial, analise seus pontos fracos e fortes, e compare com os diferenciais do seu negócio.

jovem trabalhando no caixa de estabelecimento comercial

Leia mais: Cursos gratuitos e online para empreendedores: os sete essenciais para abrir o seu negócio

Entenda seu papel como franqueado

Analise bem o seu contrato, como você está pegando o bonde bem adiantado, precisa cumprir uma série de regras estabelecidas pela rede que você se associar.

Na hora de escolher uma franquia, certifique-se de que vai conseguir cumprir tudo certinho. 

Se não concordar, então essa franquia não é para você. Encontre a sua!

Se você ainda não tem dinheiro para dar início ao investimento de uma franquia que você deseja, considere a aquisição de um empréstimo pessoal para empreender.

Na plataforma do Bom Pra Crédito você encontra uma lista de mais de 30 instituições financeiras parceiras para escolher as melhores taxas e condições de pagamento.

Faça um empréstimo pessoal de acordo com o seu padrão financeiro. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *