Blog > Carta de Crédito: O que é e Como Funciona – Guia Completo
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Carta de Crédito: O que é e Como Funciona – Guia Completo

Carta de Crédito O que é e Como Funciona - Guia Completo

Quem já procurou saber sobre consórcio certamente já se deparou com informações sobre a carta de crédito.

Como usá-la? É obrigatório comprar o item financiado ou o dinheiro pode ser usado para outra coisa? Essas são algumas das perguntas mais frequentes sobre carta de crédito para imóveis, automóveis, motos, entre outros.

Para ajudar você a entender melhor como funciona esse documento, separamos diversas informações importantes. Siga com a leitura e descubra!

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

O que é um Consórcio?

Antes de entender o que é uma carta de crédito, é preciso conhecer melhor sobre o consórcio. 

Quando um grupo de pessoas têm interesse em adquirir o mesmo bem e não quer financiar para evitar juros, elas se juntam para fazer uma poupança coletiva. Esse é o consórcio.

Essa poupança coletiva é administrada por uma empresa especializada que garante que o sistema funcione. Para isso, realiza cobranças, sorteios e reajustes, quando necessário.

Os sorteios são mensais e contemplam um ou mais participantes, de acordo com o contrato. Até o final do consórcio, todas as pessoas que estiverem com o pagamento em dia, serão contempladas.

Caso você receba um valor a mais no decorrer do consórcio, pode tentar dar um lance. Lance é um dinheiro que você paga de uma vez só na tentativa de ser contemplado antes

Caso dê um lance e alguém dê um lance maior do que o seu, o dinheiro dado será usado para abater as demais parcelas. As normas e regulamentos de um consórcio são estipulados pelo Banco Central (BC).

Quem quer dinheiro em mãos mais rápido para poder ter o bem o quanto antes, pode contar com um Empréstimo Pessoal Bom Pra Crédito que é seguro e rápido.

O que é uma Carta de Crédito? Conceito e Significado

O que é uma Carta de Crédito Conceito e Significado

O significado de carta de crédito, de acordo com o dicionário Michaelis, é “autorização bancária ou comercial a seu correspondente para dispor de certa soma de dinheiro com prazo determinado”.

De uma forma mais simples, podemos falar que carta de crédito é o que uma pessoa recebe quando é contemplada em um consórcio. Assim, mensalmente, quando uma pessoa é contemplada no sorteio, ela recebe a carta de crédito do consórcio.

Esse documento dá direito ao contemplado de adquirir o bem pagando à vista. Vamos supor que você participou de um consórcio de um imóvel de R$ 500 mil. Neste mês você foi contemplado e recebeu a sua carta de crédito.

Você pode pegar esse documento e comprar uma casa ou apartamento à vista. Isso mesmo se ainda não tiver terminado de pagar o consórcio. Assim, se tiver a sorte de ser contemplado no primeiro mês, vai receber o direito de sacar o consórcio completo e pagar tudo em pequenas prestações posteriores.

A carta de crédito terá o valor acordado na hora da contratação do consórcio e deve ser usada o quanto antes. Há um prazo estabelecido, que no geral fica entre 90 dias e seis meses e está determinado no contrato.

Como você viu, a carta de crédito nada mais é do que um documento que dá ao sorteado o poder de compra do bem.

Como Obter e Como Funciona uma Carta de Crédito?

Para poder ter uma carta de crédito é preciso participar de um consórcio. Nesse momento você vai determinar a finalidade do consórcio e o valor dele.

Por exemplo: se a sua intenção for comprar um imóvel, deverá ver um consórcio especial para isso. Depois, escolha o valor do imóvel que pretende comprar. 

São muitas opções. O valor escolhido na hora da contratação será o valor que receberá na carta de crédito, quando for contemplado.

Depois disso, pagará as mensalidades até ser contemplado. Quando for sorteado, ganhará a sua carta de crédito e poderá usá-la para adquirir o bem, pagando à vista.

Caso queira adiantar o recebimento da carta de crédito, você poderá dar um lance, que é um tipo de adiantamento do pagamento das parcelas. Há lances dos seguintes tipos:

  • Lance livre: quando qualquer valor pode ser colocado e quem der o maior recebe a carta de crédito;
  • Lance fixo: quando o contrato determina o valor do lance;
  • Lance embutido: quando é permitido oferecer parte da carta de crédito como lance.

O que é uma Carta de Crédito Imobiliária?

O que é uma Carta de Crédito Imobiliária

Uma carta de crédito imobiliária é o documento dado para a pessoa que é contemplada em um consórcio imobiliário. Ela permite que a pessoa compre um terreno, imóvel residencial ou comercial.

A pessoa pode optar por comprar um apartamento recém-construído ou usado. Não há diferença.

A carta de crédito imobiliária é um documento tido como um título de valor. Ela é usada como comprovação de que o proprietário possui o valor, escrito na carta de crédito imobiliária, para pagar o bem.

O que é Uma Carta de Crédito para Automóvel?

A carta de crédito para automóvel é o documento dado para a pessoa que é contemplada em um consórcio para automóvel. Ela permite que a pessoa compre um veículo pagando à vista.

A carta de crédito para automóvel é um documento tido como um título de valor. Ela é usada como comprovação de que o proprietário possui a quantia escrita na carta de crédito para pagar o veículo.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

O que é e Como Funciona uma Carta de Crédito Contemplada?

O que é e Como Funciona uma Carta de Crédito Contemplada

Quando você é sorteado em um consórcio, você recebe uma carta de crédito contemplada. Esse documento comprova que o contemplado tem o valor escrito para pagar o bem.

Vamos supor que você tenha sido contemplado em um consórcio de automóveis e tenha recebido uma carta de crédito de R$ 150 mil. 

Depois de ser contemplado, deve procurar um veículo neste valor e fornecer os dados do vendedor para a administradora. Será preciso dizer também o número de chassi, modelo e ano de fabricação para que a carta de crédito seja emitida pela administradora. 

Procedimentos Para Utilizar a Carta de Crédito

Entenda que a carta de crédito é um documento na qual uma instituição financeira diz que tem o dinheiro para pagar pelo bem que o contemplado irá comprar. Ela é dada ao participante de um consórcio que é sorteado ou que conquista a carta de crédito por meio de um lance.

Quando contemplado, o participante do consórcio deve informar à administradora como vai usar a carta de crédito. É preciso informar dados do bem adquirido.

Enquanto isso, veja no site da administradora ou entre em contato com ela para saber a lista de documentos que precisa apresentar para dar andamento à liberação da carta de crédito para a compra do bem. Dentre eles, podem ser solicitados:

Carta de crédito para carro zero Km:

  • Análise de Crédito (CONE – Consulta de Negócios);
  • 3ª. Via da Nota Fiscal do veículo que deve conter os dados completos do automóvel com a especificação de “Alienação a XXX (nome da administradora)”;
  • Dados da conta para crédito, ou seja, dados para que o dinheiro seja depositado quando a compra for feita e a carta de crédito entregue;
  • Contrato de Alienação;
  • Registro do contrato de alienação no Cartório de Registro;
  • Nota Promissória, entre outros.

Carta de crédito para carro usado:

  • Resultado do Laudo de Vistoria;
  • Análise de Crédito (CONE – Consulta de Negócios);
  • 3ª. Via da Nota Fiscal do veículo, que deve conter os dados completos do automóvel com a especificação de “Alienação a XXX (nome da administradora)”;
  • Dados da conta para crédito, ou seja, dados para que o dinheiro seja depositado quando a compra for feita e a carta de crédito entregue;
  • Contrato de Alienação;
  • Registro do contrato de alienação no Cartório de Registro;
  • Nota Promissória;
  • Contrato de Alienação, entre outros.

Carta de crédito de imóveis (comprador)

  • RG – Registro Geral;
  • RNE – Registro Nacional de Estrangeiro;
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Certidão Conjunta emitida pela SRF/PGFN;
  • Certidão Negativa de Débitos no INCRA;
  • Certidão Negativa de Débitos CND do INSS, entre outros.

Vendedor

  • RG – Registro Geral;
  • RNE – Registro Nacional de Estrangeiro;
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Certidão Conjunta emitida pela SRF/PGFN;
  • Certidão Negativa de Débitos no INCRA;
  • Certidão Negativa de Débitos CND do INSS;
  • Certidão Negativa dos Distribuidores Forenses referente a “Ações Cíveis”;
  • Certidão Negativa da Justiça Federal;
  • Certidão Conjunta emitida pela SRF/PGFN;
  • Certidão Negativa de Débitos CND do INSS;
  • Certidão Negativa de Débitos do INCRA, entre outros.

Documentos do imóvel:

  • Certidão de Inteiro Teor da Matrícula com Negativa de Ônus;
  • Certidão Negativa de Impostos e Taxas Municipais;
  • Imposto sobre a Propriedade Territorial e Urbana;
  • Declaração de Não-Existência de Débitos Condominiais;
  • Certidão/Declaração Negativa de Foro, Laudêmio ou CAT (Certidão de Autorização de Transferência);
  • CCIR – Certificado de Cadastro Rural;
  • Cinco últimos exercícios do DARF comprovando os pagamentos do ITR (Imposto Territorial Rural) ou CRFI – Certidão de Regularidade Fiscal de Imóvel, entre outros.

A exigência de documentos é comum e visa garantir a transparência e a lisura do procedimento. Depois de toda a documentação entregue, a administradora dará andamento ao processo e avisará quando a carta de crédito estiver pronta.

Termos e Partes Envolvidas em Cartas de Crédito

Termos e Partes Envolvidas em Cartas de Crédito

Conheça alguns termos que são comumente usados na carta de crédito e quais os respectivos significados:

  • Requerente: é quem requer, ou seja, o comprador em transação;
  • Beneficiário: é quem vende, ou seja, quem vai receber o valor do crédito;
  • Banco emissor: é quem emite a carta de crédito e se compromete a pagar a conta pela compra que o requerente fez;
  • Banco assessor: é o que vai auxiliar o beneficiário a fazer o uso da linha de crédito;
  • Irrevogável: significa que a carta de crédito não pode ser cancelada ou revogada sem que as partes entrem em acordo antes.

Vantagens e Desvantagens da Carta de Crédito

O fato de não ter o dinheiro em mãos para pagar o bem pode ser visto, por alguns, como desvantagem, porém, deixa a transação mais segura. 

Além disso, a carta de crédito é resultante de um consórcio, que é uma boa maneira de adquirir um bem mais caro. Isso também faz com que ela seja interessante.

O consórcio funciona como um tipo de poupança em conjunto que contempla um dos participantes do grupo por mês. Mesmo quando a pessoa é contemplada antes de terminar de pagar, ela continua tendo as mesmas mensalidades e não terá que pagar juros.

Como desvantagens, podemos citar:

  • A pessoa não sabe quando vai recebê-la. Pode ser que isso aconteça no primeiro ano ou só no final do consórcio;
  • É um pouco burocrática. A emissão dela dependerá de alguns documentos que deverão ser entregues para a administradora.

Maneiras de Usar Cartas de Crédito

Maneiras de Usar Cartas de Crédito

Embora a forma mais simples de usar a carta de crédito seja comprando o bem para o qual você encontrou no consórcio, há outras formas de usá-la. Veja abaixo as principais maneiras.

Comprar um Bem

Você pode usar a carta de crédito para pagar o valor total ou parcial de um bem

Vamos supor que você tenha sido contemplado com o valor de R$ 170 mil para comprar um imóvel, mas o que você quer custa R$ 190 mil. Pode usar a carta de crédito e completar os R$ 20 mil que faltam com recurso próprio.

Você pode também usar a carta de crédito para dar um lance em outro consórcio. Pode entrar em um novo consórcio e usar a sua carta de crédito de R$ 170 mil para dar o lance e receber o total de R$ 190 mil que precisa. Contudo, terá mais parcelas para pagar.

Contratação de um Serviço

Alguns contratos permitem que você use a carta de crédito para outras finalidades, incluindo a contratação de serviço, porém isso nem sempre é possível. É necessário ler com atenção o contrato.

Resgatar um Investimento

Resgatar um Investimento

Isso também dependerá do contrato do consórcio escolhido. Contudo, a maioria deles permite que, ao ser contemplado, você resgate o investimento feito.

Quando isso é possível, pode usar o dinheiro para qualquer finalidade, até mesmo para entrar em um novo consórcio, de um bem mais caro e dar um grande lance.

Quitar Financiamento

Caso o valor recebido não seja suficiente para você pagar o que quer agora, pode usar a carta de crédito como entrada para um financiamento. 

Porém, precisa se programar para ter a certeza de que poderá pagar a parcela do financiamento e também o restante do seu consórcio.

Compensar Valores

Você pode compensar a diferença, ou seja, se quer comprar um bem mais caro do que o que recebeu na carta de crédito, pode colocar dinheiro do seu orçamento para completar o valor.

Pode também adquirir algo mais barato. Nesse caso, tem como usar o restante do valor para pagar a documentação ou até para pagar o resto das parcelas do consórcio.

Curiosidades e Perguntas Frequentes Sobre Carta de Crédito

Ainda tem dúvidas quanto ao uso da carta de crédito? Então confira as respostas paras as dúvidas mais frequentes.

De Onde vem o Dinheiro Por Trás de uma Carta de Crédito?

Carta de crédito é o que uma pessoa recebe quando é contemplada em um consórcio. Assim, mensalmente, quando uma pessoa é contemplada no sorteio, ela recebe a carta de crédito do consórcio.

O dinheiro dado para a pessoa sorteada é resultante do pagamento mensal que todos os participantes do consórcio depositam para a instituição financeira. É desse montante que sairá o dinheiro usado para pagar a carta de crédito.

Qual a Validade de uma Carta de Crédito?

Qual a Validade de uma Carta de Crédito

Depende do contrato do consórcio feito. No geral, a carta de crédito tem duração entre 90 e 180 dias.

Caso o contemplado perca esse período, deverá passar por novas etapas de qualificação, antes de ter acesso ao valor para comprar o bem.

Posso Comprar uma Carta de Crédito Contemplada?

Essa prática existe e é feita por pessoas que foram contempladas pelo consórcio. Mas, as administradoras não fazem esse tipo de negócio e não recomendam, pois é muito arriscado, já que você pode comprar uma carta contemplada falsa e perder todo o valor.

Conclusão

A carta de crédito é segura, eficiente e resultante de um consórcio. Por isso, será preciso muito tempo para conseguir uma.

Quem quer dinheiro em mãos mais rápido para comprar um bem, pode contar com um Empréstimo Pessoal do Bom Pra Crédito.

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO


By | 2019-09-06T16:17:19-03:00 6 de setembro de 2019|