Blog > Entenda como é feita a análise de crédito pessoal
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Entenda como é feita a análise de crédito pessoal

Entenda como é feita a análise de crédito pessoalQuando você empresta seu dinheiro para um amigo ou familiar você não chega a fazer uma análise de crédito, mas sempre espera recebê-lo de volta. Certo?

Com os Bancos e Financeiras funciona da mesma forma… A diferença é que geralmente estas empresas não conhecem a pessoa que está pedindo dinheiro emprestado. Por isso estas instituições financeiras executam um processo chamado por análise de crédito.

Análise de Crédito – Como é feita nos bancos e financeiras?

A análise de crédito, geralmente possui 5 fases:

1) Solicitação de Dados Cadastrais: Normalmente, começa na solicitação os seus dados cadastrais (pois você é quem está pedindo dinheiro emprestado). O mais importante nesta hora é informar com veracidade todos os dados solicitados. Além de dados para sua identificação como Nome, RG e CPF, data e local de nascimento, nome do pai e da mãe, as empresas que estão dando o crédito precisam saber seus dados de contato (telefones, email e endereço), dados sobre sua forma de ganhar dinheiro (ocupação, renda e empregador) e dados sobre seu conjuge quando for casado. Algumas referências pessoais e profissionais serão solicitadas para que seus dados principais sejam confirmados. Outras informações sobre a posse de alguns bens e meios de pagamento também são comum nas fichas cadastrais.

2) Análise de restrições em seu nome: Com base nestes dados a instituição financeira começa a análise de crédito e verifica se existe algum pagamento pendente tanto junto a própria instituição como junto a outros credores consultando para isso os famosos registros negativos do Serasa, SCPC ou outros.

3) Análise do seu perfil de crédito: Além dessa análise a instituição avalia se o seu perfil de crédito se enquadra no perfil esperado pela financeira através de uma técnica estatística chamada Score de Crédito (pontuação do seus dados).

4) Análise do comprometimento de sua renda: Estando tudo certo, o próximo passo da análise de crédito será a avaliação da sua capacidade de pagamento onde, geralmente, é verificado se a parcela do empréstimo solicitado “cabe no seu bolso”. Para isso, os banco e financeiras geralmente consideram que a parcela não pode ultrapassar um percentual do seu salário. Esta proporção varia entre instituições e as vezes entre pessoa para pessoa dentro de uma mesma instituição, mas geralmente é de 20% a 30% do somatório de seus rendimentos.

5) Análise de seus documentos: Por fim, a instituição solicitará seus documentos de identificação (RG e CPF) e comprovantes de Renda e Residência, podendo ainda fazer algumas checagens cadastrais com o próprio proponente e suas referências.

 

Ou seja, para aumentar sua chance de ter seu Empréstimo Pessoal aprovado, o Bom Pra Crédito sugere que você forneça seus dados corretamente, use o crédito de uma forma consciente e sempre tenha certeza de que poderá honrar seus compromissos assumidos.

Quer fazer sua análise de crédito sem custos e sem qualquer compromisso de contratação? Então clique no botão abaixo e comece agora mesmo!

 

By | 2019-02-05T16:25:15-03:00 14 de janeiro de 2016|