Blog > 6 passos para garantir um bom controle de gastos e evitar dívidas
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

6 passos para garantir um bom controle de gastos e evitar dívidas

6 passos para garantir um bom controle de gastos e evitar dívidas

Estabelecer regras ou políticas para o controle de gastos é fundamental para evitar dívidas que possam colocar você em situações indesejadas.

Quem nunca, por exemplo, fez um gasto desnecessário e, ao final do mês, ficou apertado para quitá-lo tendo que recorrer a familiares e amigos para pedir aquele dinheirinho emprestado? Muitas pessoas, não é mesmo?

Então, sabendo que essa situação é muito comum e que você, assim como muitas pessoas, deseja evitá-la, preparamos uma lista com alguns passos para garantir o total controle financeiro. Confira e evite uma crise financeira na sua vida!

Caso precise de um empréstimo pessoal online, considere simular o seu no Bom Pra Crédito! Nosso serviço é gratuito!

 1. Analise sua renda

Conhecer a sua renda é o primeiro passo para você ter controle financeiro. Não estamos falando, é bom dizer, do salário que você ganha ao mês, mas sim do que sobra dele após a subtração das dívidas que possui. Trata-se, assim, de sua renda líquida.

Nesse cálculo, considere não só o seu salário, mas tudo aquilo que contribui para o seu rendimento mensal, como ganhos extras decorrentes de operações financeiras, aluguel de imóvel, etc.

2. Faça um diagnóstico de suas dívidas

Fazer um diagnóstico em relação à sua vida financeira é fundamental para que você saiba seu real comprometimento de renda, mas também as contas em aberto que ainda precisam ser quitadas.

Responder a perguntas como esta pode lhe ajudar nessa tarefa: O que você comprou recentemente e que ainda precisa ser pago?

Listar cada item comprado, o valor total e se foi dividido em cartão de crédito é crucial para que você possa controlar os gastos e assim não entrar em uma crise financeira. Abaixo apresentamos um exemplo para servir como referência:

Itens comprados que estão sendo pagos:

Televisão

Valor: R$ 2.000,00

Dividido em 10 vezes no cartão de crédito

Parcela mensal: R$ 200,00

Quantas foram pagas: 2

 

Cortina

Valor: R$ 150,00

Dividido em 3 vezes no cartão de crédito

Parcela mensal: R$ 50,00

Quantas foram pagas: 1

 

As ilustrações acima são casos hipotéticos, mas que podem lhe ajudar a realizar essa tarefa e, assim, conseguir um diagnóstico completo em relação às suas dívidas.

VEJA TAMBÉM  Eu sou Bom Pra Crédito!

 

As dívidas estão tirando o seu sono?

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

E fique tranquilo com as contas em dia. 😉

 

3. Conheça seu custo de vida mensal

Veja que, além das dívidas que mencionamos, você pode ter ainda conta de luz, água, internet, telefone, aluguel de imóvel, entre outros compromissos financeiros.

É importante analisar tudo isso para que, no final, saiba a relação entre saldo e despesa. É uma relação que pode ser resumida da seguinte forma:

(rentabilidade bruta mensal) – (valores das dívidas contraídas + custo de vida ao mês)

4. Elabore um planejamento para controle de gastos

Primeiro passo: após realizar o diagnóstico de sua vida financeira você terá uma visão holística acerca de sua situação e poderá, a partir disso, elaborar um planejamento, de modo que com isso tenha total controle em relação às suas finanças.

Segundo passo: é elaborar tal ferramenta, que poderá não só lhe ajudar a quitar suas dívidas como também fornecer a você o tempo adequado para realizar novos gastos sem que, com isso, sua vida financeira seja prejudica.

Nesse planejamento de gastos, você deve colocar os produtos que comprou e que ainda estão sendo pagos, além das contas mensais fixas que destacamos anteriormente. Assim, você tem noção se poderá ou não comprar itens que deseja naquele momento.

Muitas pessoas não fazem isso daí acumulam dívidas em cima de dívidas, que não conseguem pagar e têm seu nome inscrito nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Aqui vai mais um exemplo prático para que você consiga visualizar melhor:

 

Item comprado que está sendo pago:

Geladeira

Valor: R$ 3.000,00

Dividido em 10 vezes no cartão de crédito

Parcela mensal: R$ 300,00

Quantas foram pagas: 5

Parcela final: dezembro de 2018

 

Então, digamos que essa compra seja sua, mas que, além dela, você paga outras fixas, como água, aluguel, luz, internet e TV a cabo. Todas as dívidas juntas somam um valor de R$ 1.000,00.

No entanto, você só ganha R$ 1.800,00 ao mês. Assim, só sobra R$ 800,00, valor que atende a outras demandas, como alimentação, remédios, despesas médicas, lazer etc.

VEJA TAMBÉM  Compare juros do cheque especial e empréstimo pessoal

Nesse caso, o mais recomendado é que você só pense em fazer um novo gasto após dezembro, quando poderá sobrar, de sua renda mensal, R$ 300,00.

Percebeu que com um planejamento temos uma real noção em relação ao que podemos ou não comprar e quando comprar?

Com ele, podemos ter total controle de gastos e, assim, evitar dívidas que possam nos causar dores de cabeça.

5. Use a tecnologia a favor de suas economias

Hoje em dia, graças ao desenvolvimento da sociedade, você pode usar a tecnologia a favor de suas economias. O que não falta são aplicativos e planilhas de controle de gastos que podem lhe ajudar a manter suas despesas em ordem.

Geralmente, os apps e planilhas demonstram em formato de lista e gráficos onde mais gastamos nos mês, para sabermos se estamos com as finanças no azul, com saldo positivo, ou no vermelho, com saldo negativo.

 

Nada de ficar com saldo negativo

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

E veja sua conta sempre no azul

 

6. Considere eliminar os gastos desnecessários

Muitas pessoas, quando recebem seu salário mensal, costumam realizar gastos desnecessários, como a compra de um item que não precisavam ou, por exemplo, comerem em lugares com preço alto, sendo que poderiam ter preparado uma refeição saborosa em casa mesmo.

Realiza uma autoavaliação com relação a isso pode lhe ajudar não só a economizar, mas também a controlar seus gastos de forma racional, evitando assim dívidas.

Nesse momento, faça perguntas como: Será que realmente eu preciso desse produto? No lugar de comer nesse lugar, que é mais caro, por que não comer em outro que oferece uma melhor relação custo-benefício, ou até mesmo comer em casa?

Leu este texto tarde demais e realizou dívidas que hoje não pode pagar? Não se preocupe, nós podemos lhe ajudar! Cadastre-se em nossa plataforma.

Aproveite e garanta um empréstimo pessoal com as melhores condições para que se livre imediatamente desse problema e, assim, consiga reorganizar suas contas!

 

Diga não ao descontrole financeiro

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

Coloque suas contas em dia!

 

By | 2019-04-22T20:40:08+00:00 22 de janeiro de 2019|