Como economizar dinheiro. 07 erros que você precisa parar de cometer!

Larissa Carvalho

| 15 minutos para ler

como economizar dinheiro em 2019: 20 dicas simples e faceis

Continua depois da publicidade

Você nem percebe que pode estar errando, mas agora não tem desculpa para continuar atrapalhando sua vida finanças.

Não importa onde você esteja em sua jornada financeira, você precisa saber que é possível aprender como economizar dinheiroÀs vezes é necessário apenas dar o primeiro passo na direção certa para fazer as coisas se moverem a seu favor — mas, como na maioria dos casos, o primeiro passo pode ser a parte mais difícil.

O primeiro passo para começar a transformar as suas finanças é identificar seus pontos fortes e fracos. O que você quer mudar na sua vida? Quais são as suas metas a curto e longo prazo? Economizar costuma ser um dos principais desejos do brasileiro, mas nem sempre é fácil.

Um estudo recente mostrou que mais da metade dos brasileiros (67%) não conseguem poupar nenhuma parte dos seus rendimentos mensais. Muito disso acontece porque além das pessoas não terem o hábito de guardar dinheiro, ainda estão acostumadas com hábitos financeiros ruins.

É por isso que criamos o artigo a seguir, em que listamos 20 dicas simples de como você pode começar a economizar dinheiro ainda esse ano!

Boa leitura!

Por que é importante aprender como economizar dinheiro?

como economizar dinheiro em 2019: 20 dicas simples e faceis

Se você não ganha muito e mal consegue pagar suas contas, a ideia de economizar dinheiro pode parecer ridícula. Quando você tem apenas R$ 10,00 no final do mês, por que se preocupar em tentar economizar?

Simples: porque todo mundo tem que começar em algum lugar. Se você se esforçar e trabalhar por isso, sua situação financeira certamente vai melhorar com o tempo.

Economizar dinheiro vale o esforço. Vai lhe permitir ter paz de espírito, mais alternativas financeiras e, quanto mais você poupa, mais fácil se torna aumentar as suas opções de investimento e poupar ainda mais.

Por isso, é essencial criar o hábito de poupar agora mesmo!

Causas da perda de dinheiro

1 – Não saber para onde vai seu dinheiro

Uma pesquisa feita em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) divulgada em janeiro de 2020 mostrou que quase metade (48%) dos consumidores brasileiros não controla o seu orçamento.

Alguns confiam apenas na memória para anotar as despesas (25%), não fazem nenhum tipo de registro dos ganhos e gastos (20%) ou repassam essa função para terceiros (2%).

Isso é muito grave e um dos principais pecados dentro da Educação Financeira. 

Não saber o quanto entra na sua conta corrente e o quanto sai, com o quê você gasta, é um dos piores erros que você pode cometer.

O controle dessas etapas é fundamental para que você não saia da linha e consiga poupar dinheiro. 

2 – Usar o cheque especial como parte da sua renda

Você sabia que o cheque especial é um dos juros mais altos que você pode pagar? Isso continua sendo um fato, mesmo com a imposição do Banco Central em 2020, que passou a limitar o teto da tarifa a 8% – o custo dessa linha era de 12,4% ao mês, em média. 

Aprenda a viver com o dinheiro que você tem, não conte com o valor disponível para você caso ultrapasse seu orçamento.

Além disso, o Banco Central também autorizou a cobrança de uma tarifa de 0.25% para quem tem acima de R$ 500 de cheque especial, mesmo que não use. Se esse for o seu caso, talvez cancelar o cheque especial seja uma maneira de evitar mais taxas.

Verifique o posicionamento do seu banco sobre o assunto para tomar uma decisão. 

3 – Ignorar as suas dívidas

Defina as suas prioridades. O que isso quer dizer? Antes mesmo de pensar em poupar você deve resolver sua vida financeira.

As dívidas fazem parte das suas finanças, até porque o não pagamento delas pode gerar consequências judiciais e o impedimento de liberação de crédito para você.  

Lembre-se também que as dívidas vão crescendo por conta dos juros e quanto mais tempo você demora para pagar mais você vai dever. Pague suas pendências antes que isso vire uma bola de neve. 

Procure as instituições financeiras que você deve e busque por acordos, também é do interesse deles que você pague. Com uma negociação justa todos vão sair ganhando.

4 – O uso descontrolado de alguns apps

Quem nunca abriu a fatura do crédito e se assustou com o uso em excesso de aplicativos de carona, comida, entrega e afins? Parece ser o clichê do descontrole financeiro.

Tudo o que você não precisa tirar o dinheiro da carteira e sentir o gasto na hora é quase como se você não estivesse gastando.

Você também perde a noção se já usou muito ou não, já que cada vez o valor será diferente.

Por isso, tome cuidado com o uso desses aplicativos, eles foram feitos para facilitar a nossa vida, mas podem atrapalhar e muito as metas de poupar dinheiro. 

Acompanhe sempre a sua fatura e tenha bom senso na hora de usar essas opções. 

5 – Ir com muita sede ao pote nos cortes

Tudo na sua vida financeira deve ser feito com muito planejamento. É normal que em um primeiro momento você se sinta empolgado para começar a fazer tudo certo, mas vá com calma.

Corte suas despesas aos poucos para não sentir muito. Mexer muito na sua qualidade de vida pode te fazer desistir antes de alcançar a saúde financeira que deseja.

Corte primeiro o que for considerado “luxo” dentro do seu orçamento e diminua outros que você já identificar que pode cortar depois. 

 6 – Não avaliar seu plano do banco e continuar pagando por serviços a mais

Quando você abre uma conta corrente precisa escolher entre os planos mais simples e os mais completos que incluem transações ilimitadas, como por exemplo DOC e TED.

Nos mais simples, quando você ultrapassa o que o banco determinou como o seu limite, você passa a pagar pelos serviços avulsos.

Avalie o seu comportamento com o seu banco e veja se vale a pena a pena contratar um serviço mais completo para parar de pagar as transações isoladas e, consequentemente, ter acesso a mais benefícios. Isso pode te render uma economia e tanto.

Uma outra opção ainda é abrir uma conta digital, sem a cobrança de tarifas.

7 – Deixar o dinheiro parado

Poupar dinheiro sim, mas deixar que ele desvalorize parado na conta corrente ou na poupança rendendo menos do que a inflação é a mesma coisa que perder dinheiro.

Com o tempo, acontece o que chamamos de desvalorização da moeda, já que o poder de compra fica comprometido se o valor que você tem disponível não cresce ao menos igual à inflação. 

Guardar o dinheiro na poupança é visto por muitos como uma opção segura de rendimento, mas existem muitas variedade de investimentos conservadores como os pré-fixados, em que você já sabe quanto o dinheiro vai render, sem risco algum. 

Dicas para economizar dinheiro 

por que e importante aprendcomo economizar dinheiro

As 20 dicas para economizar dinheiro que iremos listar a seguir não serão uma revolução financeira em si, é claro, mas podem fazer a diferença ao longo do tempo se você conseguir implementar esses conceitos em sua vida diária.

Obviamente, nem todas estas dicas podem ser aplicadas para todo mundo, mas, se você percorrer a lista e encontrar quatro ou cinco que se aplicam a sua vida, acredite, poderá descobrir rapidamente que está economizando mais dinheiro do que jamais imaginou ser possível!

Como economizar dinheiro ganhando pouco

como economizar dinheiro ganhando pouco

Se você se preocupa com o futuro, mas, cinco dias depois do pagamento já está sem dinheiro e se questionando “o que fazer para poupar dinheiro ganhando pouco?”, não se preocupe.

Orçamento apertado não precisa significar sofrimento e privação. É possível ter até mesmo dinheiro sobrando no fim do mês, ou uma reserva para emergências, mesmo ganhando pouco.

Quer saber como? Confira as dicas a seguir:

 1 – Se livre de juros caros com um empréstimo pessoal online

Se o seu cartão de crédito está estourado e você está encurralado nos juros rotativos, já estourou o limite do cheque especial ou se deparou com uma emergência financeiracontratar um empréstimo pessoal online pode ser uma alternativa interessante em relação a outras modalidades de crédito.

Enquanto o rotativo do cartão de crédito pode chegar a mais de 350% ao ano, contratar um empréstimo pessoal online é muito mais barato, com os juros em patamares muito mais baixos.

Você pode, até mesmo, contratar um empréstimo pessoal online para pagar as suas dívidas mais caras, limpar o seu nome e economizar muito dinheiro.

Conheça a nossa linha de crédito pessoal e faça uma simulação sem compromisso!

2 – Trace objetivos financeiros claros

Não importa se você quer simplesmente sair do vermelho, criar um fundo de aposentadoria, realizar o sonho da casa própria ou ter dinheiro para começar um negócio: é preciso traçar planos concretos e ter objetivos claros.

Sem estabelecer uma rota e seguir por ela, é possível se desviar e fazer movimentos financeiros errados e que podem colocar tudo a perder. Por isso é importante ter foco e seguir o plano.

3 – Faça uma lista de gastos desnecessários

Existem muitas coisas que consomem a nossa renda, mas que não precisamos de verdade. Isso pode significar coisas diferentes para cada pessoa ou família, mas é preciso fazer uma reflexão sobre o destino do dinheiro.

Crie uma lista com tudo o que você pode estar desperdiçando dinheiro. Você vai ao restaurante três vezes por semana e poderia ir apenas uma vez? Você tem comprado coisas por impulso na internet com frequência? Não pode ver um tênis bonito em uma vitrine que quer sentir como fica no pé?

Tudo isso vai para a lista. Assim, é possível ter uma compreensão sobre os seus hábitos de consumo e criar outros mais saudáveis.

4 – Aumente a sua renda usando alguma habilidade rentável

Você tem habilidades que podem ser usadas para ganhar algum dinheiro no seu tempo livre, como saber tocar piano, pintar ou costurar? Saiba que você pode complementar a sua renda aplicando essas habilidades a negócios simples, como dar aulas, prestar consultoria ou criar e vender arte.

5 – Pague suas contas em dia

Atrasar contas é um problema comum para quem está com o orçamento apertado. O problema é que essa prática se torna um hábito e pode virar uma bola de neve que tira dinheiro do seu bolso e paralisa a sua vida financeira.

Além das multas e juros decorrentes dos atrasos, seus serviços podem ser suspensos e seus bens serem alvo de recuperação judicial. Por isso, evite começar a fazer isso!

Se as contas estão muito pesadas no orçamento, repense o seu consumo e escolha opções mais baratas, sempre que possível.

6 – Aprenda a dizer não para juntar dinheiro

Existem famílias e indivíduos endividados por não saberem dizer não. Pais não conseguem negar coisas desnecessárias para os filhos quando vão ao supermercado; mesmo sem dinheiro, namorados compram presentes regularmente uns para os outros; amigos gastam o que não têm para sair com a turma.

Você pode até ser o chato que diz não, mas ficar com o orçamento no vermelho por causa de coisas supérfluas é muito pior.

7 – Evite comer fora

Você pode economizar dinheiro comendo em casa ou em restaurantes mais baratos.

Ao fazer a comida em casa, você economiza de várias formas: os ingredientes são MUITO mais baratos do que comprar comida pronta; você não gasta com transporte; não precisa pagar 10% ao garçom, e por aí vai.

Usar aplicativos de delivery de comida também é uma excelente solução para economizar! Inscreva-se nos e-mails dos seus restaurantes favoritos e você receberá cupons e promoções para poder comer barato. Sites de cupons ou aplicativos de vendas em grupo também são excelentes oportunidades para comer bem e gastar pouco.

Como economizar dinheiro para viajar

como economizar dinheiro para viajar

Talvez o seu objetivo não seja sair do vermelho e esticar o seu orçamento, mas você esteja desejando tirar as férias dos seus sonhos em alguma praia do nordeste, nos Alpes Suíços ou mesmo na Disney.

Seguindo as dicas a seguir, você vai estar muito mais perto desse sonho, pode acreditar!

8 – Utilize o cartão de crédito de forma inteligente

Cartões podem ser modalidades de crédito perigosas ou vantajosas. Os cartões de crédito facilitam a nossa vida, permitem o planejamento financeiro mais simples e geram benefícios, como acumular milhas. Por outro lado, são os vilões da compra por impulso e das dívidas impagáveis.

Por isso, é fundamental refletir sobre o uso do cartão de crédito, e estabelecer critérios de uso claros. Preferir cartões sem anuidade também é uma boa ideia. E nunca, nunca mesmo, pague o mínimo da fatura, pagando sempre o valor total antes da data de vencimento.

E, se você quer uma excelente opção de cartão de crédito, que tal conhecer os cartões de crédito do Bom Pra Crédito?

Os programas de recompensas dos cartões são grandes chances de conseguir descontos, vantagens e benefícios que vão fazer você economizar muito dinheiro.

Acesse e conheça as opções de crédito do Bom Pra Crédito!

9 – Use uma planilha de gastos mensais

Não se esqueça do método de economia de dinheiro mais importante que existe: montar um orçamento para o seu mês.

Você provavelmente nunca vai cumprir nenhuma dessas metas ou vai aproveitar quaisquer dessas dicas sem um orçamento.

Existem diversos aplicativos para smartphones ou computadores pessoais extremamente inteligentes e que proporcionam um controle completo das suas finanças mensais.

Você pode optar pela boa e prática planilha de gastos ou ainda um caderno que descreva o seu fluxo de caixa e o seu planejamento financeiro.

O importante é criar o hábito de estudar os seus gastos passados e se planejar para os gastos futuros.

10 – Compre remédios genéricos sempre que puder

Você não precisa de marcas famosas para aproveitar as coisas que compra. Você pode adquirir itens de marcas menos populares e se surpreender com a qualidade do produto.

Os medicamentos são o produto genérico mais óbvio, pois têm a mesma eficácia e são muito mais baratos.

Mas, para todos os produtos existem marcas menos conhecidas e que possuem a mesma qualidade ou são melhores do que marcas famosas.

De sacos de lixo a itens básicos de despensa e materiais de limpeza, existem soluções genéricas para os seus problemas famosos, e elas são mais baratas em 99% das vezes.

Esta é uma maneira rápida e incrivelmente simples de economizar dinheiro toda vez que você compra!

11 – Preste atenção nos pequenos gastos

Tomar um cafezinho enquanto você espera o metrô, comprar um chocolate sempre que vai ao supermercado, dormir com a televisão ligada ou comprar uma caixa de moedinhas para o seu jogo de celular favorito.

Todas essas despesas parecem pequenas, mas, somadas, podem ter um impacto significativo no seu orçamento.

Muitas vezes, são os gastos pequenos que enfraquecem o seu controle financeiro.

12 – Converse sobre dinheiro e planos com a sua família

O planejamento financeiro precisa ser feito em conjunto por todos os membros da família, e isso implica em conversas muitas vezes difíceis, ainda mais para as crianças. Se as despesas são coletivas, é natural estabelecer metas de gastos conjuntas.

Se o orçamento está apertado, todos precisam se sacrificar. Se existem condições de economizar dinheiro para uma viagem, todos precisam estar focados em fazer esse planejamento acontecer.

Por tudo isso, é essencial conversar sobre finanças com todos os membros da família, bem como investir em educação financeira para todos, inclusive as crianças.

13 – Guarde qualquer dinheiro extra que receber

Nosso primeiro impulso ao receber um dinheiro inesperado ou que exceda a nossa renda normal é gastar com os luxos aos quais nos privamos cotidianamente. Mas isso é um erro que pode custar muito dinheiro.

Dinheiro a mais precisa ter um novo significado: a possibilidade de ter uma reserva ou investir.

O hábito de economizar é um dos mais difíceis de criar, mas a construção de uma reserva financeira sólida só é possível dessa forma. Sem isso, qualquer tempestade pode derrubar os seus planos.

Como economizar dinheiro no supermercado

como economizar dinheiro no supermercado

O supermercado é um local fundamental para a criação dos nossos hábitos de consumo.

Por isso, mudar esses hábitos e a forma como nos relacionamos com o dinheiro no supermercado é crítico para a saúde financeira de todos.

14 – Evite fazer compras por impulso

Talvez seus pais tenham lhe aconselhado para esperar o sangue esfriar antes de tomar uma grande decisão. Algumas pessoas recomendam a escolha de alguns dias de reflexão nesses casos.

Seguindo essa filosofia de “sabedoria para aqueles que esperam”, gaste tempo fazendo checagem de preços, pesando pontos a favor e contra aquela compra que você quer, e tente criar o hábito de comprar estrategicamente.

Claro que você quer aquela lente que custa R$ 4 mil para a sua câmera no momento em que coloca os olhos nela pela primeira vez; precisa ter o jogo sobre o qual todos estão falando no dia do lançamento; e, evidentemente, não pode ficar sem o novo iPhone.

Mas esse desejo pode diminuir ou até mesmo desaparecer com o tempo — comprar por impulso pode custar muito caro!

Tenha um pouco de paciência antes de compras substanciais. Mesmo as compras pequenas, como em uma ida ao supermercado, precisam ser parte de um pensamento estratégico feito com muita calma.

Você economizará dinheiro encontrando um preço menor durante esse período de pesquisa ou decidindo não comprar, afinal de contas.

15 – Planeje seu cardápio semanal

Assim como você precisa de um plano para o seu dinheiro em geral (fazendo um orçamento, por exemplo), também necessita de um para suas compras no supermercado, o que significa fazer uma lista.

Comece pelo planejamento das refeições: decida o que você vai comer no café da manhã, almoço e jantar durante a semana e, em seguida, faça uma lista de todas as coisas que precisa para fazer essas refeições acontecerem.

Siga a lista rigorosamente! Isso evita que você esqueça certas coisas ou gaste dinheiro com coisas que não precisa e corra o risco de explodir o seu orçamento de supermercado.

Se quiser economizar ainda mais, comer alimentos mais naturais e refeições com menos carne vermelha reduz consideravelmente a sua conta de supermercado.

16 – Crie o hábito de fazer uma lista de compras

Na dica anterior, vimos como uma lista de compras pode ser útil para planejar o cardápio mensal. Mas, que tal aplicar isso também para outros momentos?

Uma lista de compras mensais para supermercado para produtos de limpeza e higiene, cereais e enlatados pode ser uma boa ideia.

Uma lista de itens de farmácia também pode evitar a compra de coisas desnecessárias. Você também pode criar uma lista de coisas que quer comprar na Black Friday, por exemplo, e evitar comprar coisas que não precisa só porque estão com 40% de desconto.

17 – Nem toda promoção vale a pena

Promoções podem ser ótimas oportunidades de economia, mas também podem significar comprar coisas desnecessárias ou, simplesmente, um golpe de marketing.

Todo mundo gosta de um desconto de 50% em um produto, exceto quando ele vem acompanhado de um produto inferior, de um frete abusivo ou algo que você não precisa ou não vai usar.

Se você não cozinha, mas está tentado a comprar uma fritadeira a vapor só porque está em promoção, pense novamente.

18 – Não vá para o mercado com fome

Quando você vai para o supermercado com fome, o seu cérebro fica condicionado a querer saciar aquele desejo, o que significa que você acaba comprando mais coisas do que precisa. Mas não apenas isso, você também acaba comprando coisas mais calóricas e com pouco valor nutricional.

Por isso, evite ir ao supermercado quando estiver com fome. Você certamente vai gastar mais do que deveria.

19 – Pesquisa frutas e legumes da estação para economizar dinheiro

Comer bem é essencial, mas se você puder fazer isso e ainda pagar pouco, pode ser ainda melhor. Quando você tem o conhecimento sobre quais são as frutas e verduras da estação, fica muito mais fácil economizar e variar os seus hábitos alimentares.

Março, por exemplo, é o mês da goiaba, da batata-doce e a rúcula; enquanto em junho, a laranja, a abóbora e o agrião ficam mais baratos.

O ideal é pesquisar na internet e sempre comprar as frutas, verduras e legumes da estação. Uma dica: se uma coisa estiver mais barata que o normal, provavelmente é a estação dela.

20 – Considere ter uma pequena horta em casa

Um produto nem sempre tem que vir do supermercado ou da feira para chegar até a sua mesa. Uma grande variedade de ervas, frutas e vegetais podem ser facilmente cultivadas em casa, mesmo que você more em um apartamento.

Adquira alguns vasos, pegue um pouco de terra fértil no parque próximo da sua casa, compre algumas sementes e pronto!

Você já pode ter um pé de tomates-cereja, manjericão e salsinha e produzir a sua própria salada — e o melhor: com custo quase zero!

Tabela para economizar dinheiro rápido todo mês

tabela para economizar dinheiro rapido todo mes

Por fim, uma boa oportunidade para começar a economizar, mesmo que a sua renda seja baixa, é iniciar economizando 1% dessa renda e ir incrementando com mais 1% a cada mês por um ano.

Esse é um exercício que cria o hábito de poupar dinheiro e estabelece uma programação mental que vai permitir que você alcance as suas metas.

Então, se você tem uma renda mensal de R$ 1.000,00, a simulação de quanto dinheiro deveria guardar ficaria assim (sem contar o 13º salário):

  • 1º mês: 1% x 1.000,00 = R$ 10,00;
  • 2º mês: 2% x 1.000,00 = R$ 20,00;
  • 3º mês: 3% x 1.000,00 = R$ 30,00;
  • 4º mês: 4% x 1.000,00 = R$ 40,00;
  • 5º mês: 5% x 1.000,00 = R$ 50,00;
  • 6º mês: 6% x 1.000,00 = R$ 60,00;
  • 7º mês: 7% x 1.000,00 = R$ 70,00;
  • 8º mês: 8% x 1.000,00 = R$ 80,00;
  • 9º mês: 9% x 1.000,00 = R$ 90,00;
  • 10º mês: 10% x 1.000,00 = R$ 100,00;
  • 11º mês: 11% x 1.000,00 = R$ 110,00;
  • 12º mês: 12% x 1.000,00 = R$ 120,00.

No fim desse ano, você teria economizado R$ 780,00!

Conclusão

Gastar menos está ao alcance de todos. Seguindo essas 20 dicas você, gradualmente, verá a renda da sua família crescer e vai desenvolver novos hábitos financeiros ainda em 2019!

Estabeleça metas e prazos para juntar dinheiro

Em primeiro lugar, estabeleça metas realistas e prazos sensatos, e os cumpra fielmente. Esse é o caminho mais curto para a estabilidade da sua vida financeira e para começar o hábito de economizar dinheiro.

Descubra quanto você ganha e quanto gasta

Faça uma reflexão profunda sobre as suas fontes de renda e sobre as despesas grandes e pequenas. Conheça a sua situação financeira e procure entender os seus hábitos de gastos, fazendo uma relação entre eles.

Procure maneiras de diminuir suas despesas fixas e variáveis

Corte o que não precisa e diminua drasticamente os hábitos de consumo supérfluos. Desenvolva novos costumes que criem valor para o seu dinheiro e que possam permitir que sobre dinheiro no fim do mês.

Cultive bons hábitos financeiros para economizar dinheiro

Estabeleça hábitos mais inteligentes para gastar o seu dinheiro e criar espaço para economizar. Esses novos hábitos podem ser desde comprar produtos à vista e pagar todas as contas em dia até adquirir apenas o necessário. Essas práticas vão permitir que você procure por novas formas de diminuir suas despesas fixas e variáveis.

Refinancie as dívidas caras

Renegocie as suas dívidas caras e troque opções de financiamento mais baratas, equilibrando assim as suas finanças.

Tomar um empréstimo pessoal online e utilizar os benefícios do seu cartão de crédito pode ser boas alternativas para estabilizar a sua vida financeira.

Conheça a nossa linha de crédito pessoal online e saia do vermelho agora mesmo!