Blog > Fuja dos juros altos
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Fuja dos juros altos

Fuja dos juros altos

O Brasil possui as taxas de juros mais elevadas do mundo e, mesmo com os cortes anunciados pela Banco Central na Selic (juros básicos da economia), o brasileiro deve ficar atento com os juros cobrados no mercado de crédito. Quem precisa economizar para realizar os sonhos não deve somente se preocupar em poupar dinheiro, como também ter cuidado para não perder dinheiro pagando juros altos.

E como fugir dos juros altos? A resposta é simples: fazendo as escolhas certas! Mas você já parou para pensar por que eles existem e estão presentes no dia a dia? Entender os conceitos básicos sobre juros é importante para o seu planejamento financeiro. A seguir, leia a matéria completa e saiba como pagar menos juros e ter mais dinheiro pra você.

 

Por que existem as taxas de juros?

A taxa básica de juros (Selic) é o principal mecanismo do Banco Central para combater a inflação no país. A Selic é apenas uma referência para a cobrança de juros nas operações de crédito para os consumidores.

Ela é usada nos empréstimos entre os bancos e decidida pelo Banco Central no Comitê de Política Monetária (Copom), que acontece a cada 45 dias e que, portanto, sofre variações: pode aumentar, diminuir e se manter estável ao longo do ano.

Os bancos e as financeiras possuem suas próprias taxas de juros para poderem obter lucro. É por isso que a taxa do cartão de crédito, por exemplo, é bem maior que a Selic. Compare:

 

Taxa de juro rotativo do cartão de crédito Taxa de juro Selic
323,7% ao ano (novembro de 2017) 7,5 % ao ano (novembro de 2017)

 

Em dezembro de 2017, o Banco Central reduziu a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, para 7% ao ano, menor patamar da história. A notícia tomou conta da mídia, mas poucos sabem que a queda da Selic não é sentida no bolso do consumidor.

Sob pressão do governo, os bancos tendem a reduzir as taxas de juros de algumas de suas linhas de crédito, mas não de maneira significativa, ou seja, continuam sendo as mais altas do mercado. Cuidado com a falsa sensação de queda deles, pois essas variações de taxas nos bancos são estratégicas, ou seja, em nenhum momento o consumidor sai na vantagem.

 

Taxa de juros do cartão de crédito

Os brasileiros pagam o crédito rotativo mais caro do mundo, segundo levantamento da Proteste, com média de 352,76% ao ano. Ele é acionado quando o consumidor atrasa o pagamento da fatura do cartão de crédito ou paga o valor mínimo da fatura (ou qualquer valor menor que o total). Por essa razão, fugir dos juros altos do cartão de crédito exige planejamento e disciplina.

Com as novas regras do cartão de crédito, a partir de abril de 2017, as operadoras de cartões são obrigadas a oferecer, após 30 dias no rotativo, o parcelamento do saldo devedor do cartão de crédito. Ainda assim, dependendo do perfil de consumidor, os juros do parcelamento podem ser altíssimos. Use o seu cartão de crédito de maneira consciente.  Saiba como utilizar o cartão de crédito a seu favor

A única maneira de fugir dos juros altos do cartão de crédito é pagar a fatura integralmente e até a data de vencimento.

Caso você não tenha dinheiro para pagar o valor total da sua fatura do cartão de crédito, você pode optar por um empréstimo pessoal com juros menores e com parcelamento que cabe no seu bolso.

É uma escolha inteligente porque você está optando por fugir dos juros mais altos que existem no mercado ao mesmo tempo em que pode deixar o seu cartão de crédito reservado para emergências.

No Bom Pra Crédito, seu pedido de empréstimo pessoal é online, rápido e seguro. E o melhor: você pode receber diversas propostas e escolher a que melhor atende a sua necessidade. Não perca mais tempo com a bola de neve de dívida do seu cartão de crédito!

 

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

 

Taxa de juros do cheque especial

No ranking dos juros mais altos, o cheque especial ocupa o segundo lugar, perdendo apenas para o crédito rotativo.

A maioria dos bancos oferecem esta modalidade de crédito aos seus clientes de forma automática, inclusive, ela pode aparecer no saldo bancário e causar a sensação de que você tem mais dinheiro. E para facilitar, o dinheiro pode ser usado de qualquer maneira, no saque, no débito ou até mesmo para transferência bancária.

Em um momento de emergência, o cheque especial pode ser muito útil, mas é preciso ter certeza de que o valor utilizado será pago o quanto antes, se quiser fugir dos juros altos.

 

Opção para organizar suas finanças pessoais

A melhor solução para quem está precisando de dinheiro e quer fugir dos juros altos do cartão de crédito e do cheque especial é buscar linhas de créditos mais baratas, como o empréstimo pessoal.

Além da possibilidade de pagar juros mais baixos, você escolhe a quantidade de parcelas e o valor mensal que cabe no seu bolso, a melhor data de vencimento e ainda tem descontos na quitação. Também não tem surpresas: você fica por dentro das taxas que serão cobradas.

Conte com o Bom Pra Crédito para encontrar o seu melhor empréstimo pessoal. Temos os melhores parceiros pra te ajudar.

Solicite seu empréstimo agora com a gente. É rápido, prático e seguro!

 

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO

 

By | 2018-02-14T14:33:42-03:00 23 de janeiro de 2018|