Dicas para empreender e lucrar sem sair do bairro

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

mulher loira com avental azul segurando prato com doce

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Descubra quais são as vantagens de empreender no bairro e veja algumas dicas de atividades que você pode exercer

Nosso bairro é como se fosse uma extensão de nossa casa. Isso é mais forte ainda quando temos uma relação de longa data com a vizinhança. Se essa é sua realidade, você já pensou em empreender no bairro?

Que tal aproveitar que você tem uma boa relação com seus vizinhos e abrir um negócio que, ao mesmo tempo, atenda às necessidades das pessoas que estão próximas a você e gere lucro?

homem atendendo casal de idosos em sua banca de frutas

Leia mais: Desafios do empreendedor no Brasil e como se livrar deles

Ideias para empreender no bairro

Você já parou para analisar quem são e o que fazem os empreendedores do seu bairro? Faça esse exercício e faça uma lista do que você encontra nas ruas próximas de sua casa. Depois disso, comece a pensar no que você poderia fazer para ganhar dinheiro.

Para te ajudar, a gente separou algumas ideias. Leia sempre pensando que o objetivo é oferecer produtos e serviços diferenciados.

Estética e beleza: Você deve estar pensando: “salão de beleza é o que mais tem em meu bairro, isso não vai dar lucro”. E se você criar um espaço com uma aparência e serviços diferenciados, como pacotes mensais com valores de acordo com os serviços?

Alimentação: Em qualquer lugar do mundo, sempre vai ter alguém que não gosta ou que, por algum motivo, não esteja com vontade de cozinhar em determinado momento. Nesse caso, o comércio de alimentos é uma ótima pedida.

Se você quiser empreender no bairro e lucrar com comidinhas, faça uma pesquisa para descobrir o que seus vizinhos querem e precisam. Invista em um bom atendimento, higiene, personalização e, claro, produtos de excelente qualidade. 

Reformas: Empresas especializadas em pequenos reparos em residências estão super em alta. Ofereça seus serviços para quem está com problemas de vazamento de água, falha na rede elétrica, conserto de eletrodomésticos, entre outros. 

Bem-estar: A atividade física é uma das formas pelas quais as pessoas estão cuidando da saúde do corpo e da mente.  Se você trabalha com educação física ou fisioterapia, monte um estúdio de pilates ou ioga, por exemplo. 

Economia criativa: Você pode organizar uma feira criativa em seu bairro e promover um encontro de empreendedores. Escolha um espaço agradável e ofereça infraestrutura para os profissionais venderem seus produtos e serviços. 

Educação: Outra boa dica para empreender no bairro é dar cursos de língua estrangeira, música, teatro, corte e costura, entre outros. Aproveite uma habilidade que você tem e ofereça o compartilhamento em forma de serviço. 

Vestuário: O consumo consciente tem sido cada vez mais constante na vida das pessoas. Aproveite essa tendência para criar um comércio sustentável de roupas. Aposte em um modelo de brechó e invista em um espaço que valoriza as roupas e acessórios usados.

Serviços técnicos: Se você entende de tecnologia, considere a possibilidade de empreender no bairro consertando notebooks, celulares, entre outros aparelhos eletrônicos. Ofereça serviços de reparos, formatação, limpeza, entre outros.

Costura: Crie uma oficina de ajustes e customização de roupas. Não deixe de aprimorar suas técnicas para produzir peças sob encomenda, como vestidos de festa, fantasias, entre outros. Outra dica é fazer uma coleção e disponibilizar para locação.

O que fazer para meu negócio ir para frente?

Como você viu, ideias para empreender no bairro não faltam. Para que você consiga lucrar com seu negócio, é importante começar com um bom planejamento. Estude quais são as maiores necessidades do lugar onde você mora.

Não deixe de identificar quais são seus clientes potenciais e planeje quais são as melhores estratégias para abordar essas pessoas e oferecer seus serviços. Todas essas informações devem estar presentes no seu plano de negócio.

Vale a pena consultar em sites, como o do Sebrae, para descobrir como elaborar esse documento e quais são os elementos que devem fazer parte dele. Você vai ter acesso a várias dicas sobre investimento, capital de giro, regularização do negócio, entre outros.

Depois que sua empresa estiver funcionando, não deixe de tomar medidas para que sua margem de lucro aumente e você conquiste a confiança dos seus clientes. Para isso, você pode investir nas seguintes ações. 

Compra de matéria prima: Caso você precise de matéria prima, procure por fornecedores próximos a você e negocie a compra diretamente com o dono. Isso evita despesas com frete, além de gerar mais descontos. 

Divulgação: Utilize todas as formas divulgação para mostrar sua empresa para os moradores do bairro. Crie um perfil nas redes sociais, faça cartazes e envie mensagens pelo WhatsApp. Não deixe de apostar no famoso marketing boca a boca. 

Parcerias: Entre em contato com outros empreendedores que não sejam seus concorrentes e proponha parceria. Vocês podem criar promoções, sorteios, entre outras atividades que darão maior visibilidade para as empresas envolvidas.

Fidelização: Crie condições diferenciadas de pagamento para moradores do bairro. Além disso, invista em cartão de fidelidade que premia com um brinde ou desconto após determinado número de compras, por exemplo. 

mulher fechando caixas com fita

Leia mais: Reserva de emergência, como montar uma para empreender

Como conseguir dinheiro para empreender no bairro?

Para que você seja capaz de abrir uma empresa de sucesso, o planejamento financeiro é fundamental. Por isso, é importante que você calcule todos os gastos que você terá no início.

E não é só isso! Lembre-se de que leva um tempo para sua empresa começar a dar lucro. O ideal é que você conte com um valor para investir em matéria prima e pagar todas as despesas do seu negócio, sem que seja necessário tirar do seu bolso. 

Se você não tiver o dinheiro necessário, pense na possibilidade de pedir empréstimo online. O Bom Pra Crédito tem parceria com mais de 30 bancos que, dependendo do seu perfil financeiro, oferecem as melhores taxas e condições de pagamento.

Lembre-se de que o valor das parcelas não deve ser pago com o dinheiro do seu bolso, mas do valor gerado pelo seu negócio. Se for preciso, busque orientações de um contador para que ele te ajude a fazer as contas com mais precisão. 

Tudo certo para encarar os desafios de empreender no bairro? Conte com a gente para tirar as ideias do papel e fazer seu negócio decolar.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *