O que fazer quando você é demitido

Larissa Civita

| 2 minutos para ler

O que fazer quando você é demitido

Continua depois da publicidade

O que fazer quando você é demitido

Ser demitido é uma situação que assombra a muitos, principalmente aqueles responsáveis pelo sustento do lar. Pior do que ser demitido é ficar muito tempo sem arrumar outro emprego. De acordo com pesquisas, no Brasil, profissionais podem ficar desempregados, em média, 10 meses. Isso é muito tempo.

Mas, há medidas que podem ajudar nessa hora. A primeira delas é tomar total conhecimento dos direitos do trabalhador.

Feito isso, há outras medidas a serem adotadas para acelerar o processo de recolocação profissional. Confira.

1- Faça valer seus direitos:

  • Saldo FGTS;
  • Férias vencidas;
  • Saldo de salário;
  • 1/3 Férias vencidas;
  • Férias proporcionais;
  • FGTS sobre a rescisão;
  • Aviso prévio indenizado;
  • 1/3 Férias proporcionais;
  • Décimo terceiro salário proporcional;
  • Multa de 40% – Demissão sem justa causa;
  • Aviso prévio indenizado proporcional (5 anos).

2- Use e abuse das redes sociais

Faça um perfil no LinkedIn, afinal essa é a maior rede social no mundo dos negócios. A plataforma é usada por diversos profissionais de recursos humanos para encontrar talentos.

Um levantamento feito pela Jobvite apontou que 89% dos recrutadores usam redes sociais para contratar. Também utilize o Twitter e o Facebook para encontrar empresas e profissionais que possam lhe ajudar nessa recolocação profissional.

3- Atualize seu currículo

Entregar um currículo desatualizado ou mal desenvolvido pode ser um erro fatal. Coloque apenas informações úteis para os cargos aos quais está se candidatando e atualize-os com as suas experiências mais recentes e relevantes.

4- Use o seu network

Sua rede de contatos profissionais é fundamental nesse momento, principalmente se você deixou boas impressões por onde passou.

Liste todos os seus conhecidos que de alguma maneira podem lhe ajudar. Nesse processo, as redes sociais podem ser muito eficientes para achar e refazer contatos perdidos. Entregue um currículo para essas pessoas que podem oferecer uma oportunidade.

Procure por contatos de:

  • Família e amigos.
  • Chefes e ex-chefes;
  • Colegas de voluntariado;
  • Professores/Formadores;
  • Colegas de escola/faculdade;
  • Colegas e ex-colegas de trabalho;
  • Pessoas com quem partilha o hobby;
  • Membros de grupos profissionais ou associações laborais;
  • Parceiros, clientes ou fornecedores com quem tenha trabalhado ao longo da sua carreira.

5- Cuidado com o que está vestindo

Tenha atenção a sua vestimenta. Uma vez que você está focado na busca por um trabalho, provavelmente passará por muitas entrevistas e processos seletivos.

Escolha roupas que dão a você uma aparência profissional e confiável, de maneira que você se sinta mais seguro durante o processo.

6- Fique atento e pesquise empresas

Procure as empresas para as quais você gostaria de trabalhar. Entre nos site, veja como se candidatar a uma vaga, tente descobrir o e-mail e telefone das pessoas responsáveis por contratação.

Talvez nenhum processo seletivo esteja em andamento, mas mostrar interesse pode fazer com que uma vaga seja aberta especialmente para você.

Outros posts relacionados que achamos interessantes para você:

✉ Assine a nossa newsletter e receba novidades e dicas!