Voltar a ter nome sujo no SPC, como você vai se livrar deste medo a partir de agora

Larissa Carvalho

| 5 minutos para ler

mulher de blusa azul sentada em mesa branca com laptop cruzando os braços atrás da cabeça e reclinando o corpo para trás

Resumo da matéria

  • O que é ficar com o nome sujo no SPC?
  • Quais cuidados você deve ter para não ter o nome sujo de novo?
  • O que é score? Como posso aumentar o meu?

Continua depois da publicidade

Separamos algumas atitudes práticas para que você espante essa possibilidade de uma vez por todas!

Quem já teve o nome sujo no SPC sabe como é complicado se livrar dessa situação.

Além de ser preciso lidar com as restrições que isso traz, como a dificuldade para pedir um empréstimo ou um cartão de crédito, o problema custa para sair da mente – o que geralmente acontece quando a pendência é quitada.

Uma pesquisa da CNDL e do SPC Brasil mostrou que 82,2% dos inadimplentes afirmaram ter sofrido com algum tipo de sentimento negativo quando descobriram que estavam endividados.

Os principais foram os seguintes:

  • Ansiedade (63,5%);
  • Estresse e irritação (58,3%);
  • Tristeza e desânimo (56,2%);
  • Angústia (55,3%);
  • Vergonha (54,2%).

Além disso, 75,2% dos entrevistados sentiram o impacto das dívidas em seu padrão de vida, sendo 39,8% parcialmente e 35,3% totalmente.

60% estavam bastante preocupados com a situação de inadimplência pela qual passavam.

O principal temor era de não conseguir pagar aquela dívida (30,8%), seguido de não poder parcelar novas compras (13,8%), ser considerado desonesto (11%), não conseguir emprego (8,5%) e estar incapacitado de fazer novos empréstimos (8,2%).

Como se não bastasse, 42,8% dos entrevistados tiveram alterações em seus padrões de sono, para mais ou para menos, enquanto 32,3% apresentaram mudanças em seu apetite, também para mais ou para menos.

Tudo isso comprova que as pessoas que já passaram por isso não querem de forma alguma ter este problema novamente, depois de tanto sacrifício para pagar aquelas dívidas, mas é comum sentir uma pulguinha de medo atrás da orelha, como se o pesadelo pudesse retornar a qualquer momento.

Felizmente, algumas atitudes, decisões e comportamentos podem te ajudar a deixar este problema totalmente no passado e não se deparar com ele nunca mais.

Continue conosco para saber o que fazer e livre-se dessa carga emocional!

mulher de camiseta branca e semblante tranquilo reclinando o corpo para trás sentada ao sofá

Saiba mais: Você sabe o que significa estar com o nome sujo?

O que é ficar com o nome sujo no SPC?

Rapidamente, vamos explicar o que significa essa expressão.

Estar com o nome sujo no SPC significa ter alguma restrição no CPF junto ao Serviço de Proteção ao Crédito, banco de dados privado com informações de crédito. Sua existência é legal de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Quem tem o nome sujo no SPC tem dificuldades para contratar crédito, como cartões, financiamentos e empréstimos.

É por isso que quem está nessa situação deseja se livrar dela o mais rápido possível – além da realização de conseguir quitar suas dívidas, é claro.

Quais cuidados você deve ter para não ter o nome sujo de novo?

Com certeza você não quer passar por isso de novo, e as seguintes dicas podem ajudar bastante:

Planeje suas finanças: Sem dúvidas, ter um planejamento financeiro é uma das melhores medidas para evitar ficar endividado e, consequentemente, não ficar com o nome sujo novamente.

Além disso, você passará a ter mais controle sobre o seu dinheiro, o que é essencial para levar uma vida tranquila.

Monte a sua reserva de emergência: Quem fica endividado geralmente passou por algum problema com as suas finanças, como ter sido mandado embora ou se deparado com alguma emergência.

Agora que as dívidas foram quitadas, é um ótimo momento para montar uma reserva de emergência, um valor que estará disponível para usar justamente nessas situações, e o melhor, sem comprometer o seu orçamento.

Cuidado com os créditos que você contrata: Quando se volta a estar com o nome limpo, retorna a possibilidade de pedir cartões de crédito, cartões de loja e fazer empréstimos, entre outras.

É bom ter esses direitos de novo, mas tome cuidado para não se complicar novamente.

Só peça aquilo que você realmente precisa e tem certeza que pode pagar.

Prefira fazer suas compras à vista, sem usar o cartão de crédito: Se você fica em dúvida sobre comprar a vista ou parcelado, a alternativa mais segura ao olhar pelo lado do cuidado com as finanças é pagar de uma vez só.

Assim, você já quita aquela despesa de uma vez e não tem o risco de não conseguir pagar as próximas parcelas.

Tente pagar suas despesas em dia: Água, luz, gás, telefone, celular, cartão de crédito, IPVA, IPTU, material escolar…

Essas são apenas algumas das despesas que fazem parte da vida, e por mais complicado que possa ser, tente pagar todas elas em dia para que não se transformem em uma bola de neve, que é bem difícil de resolver.

…E se não conseguir, faça um acordo: Mesmo com todos os cuidados, pode acontecer de não conseguir pagar alguma conta até a data de vencimento.

Se este momento chegar, entre em contato com a empresa para tentar uma negociação, como parcelar aquela dívida ou prolongar o vencimento, por exemplo.

Conte com os empréstimos para quitar as dívidas e se organizar melhor: Quando perceber que a situação está complicada, ao invés de ter o nome sujo de novo, você pode optar por fazer um empréstimo.

Assim, consegue pagar tudo o que precisa e, a partir de então, terá esses valores concentrados em uma única parcela, o que é bem mais fácil de conciliar em seu orçamento do que várias despesas atrasadas.

mulher de camiseta branca sentada em sofá com os braços cruzados para trás e com o corpo reclinado no encosto do móvel

Veja também: 6 passos para você vencer a crise, quitar as dívidas e voltar a ter prosperidade

O que é score? Como posso aumentar o meu?

Você já deve ter ouvido falar em score, né? Este é o nome que se dá a um dos principais critérios para a liberação de crédito, calculado de acordo com algumas atitudes e comportamentos de cada pessoa.

Resumindo, ele mede sua capacidade de pagamento perante o mercado.

O responsável por esse score é a Serasa, empresa brasileira com mais de 45 anos de experiência do mercado e que, diferente do que muitas pessoas podem pensar, é uma companhia privada, ou seja, não é um órgão governamental.

O score consiste em um número entre 0 e 1000, e quanto maior ele for, maiores também são as chances de ter um crédito aprovado, seja financiamento, empréstimo ou cartão de crédito.

Quando você toma boas decisões em relação às suas finanças, o score tende a aumentar, como quando as faturas são pagas integralmente, em dia e não há restrições em seu nome.

Pelo contrário, quando você atrasa o pagamento das contas, faz muitas solicitações de crédito e tem dívidas em seu nome, a tendência é de que o score caia.

Ele não está relacionado com o quanto de dinheiro você tem, ou seja, quem tem uma remuneração maior não necessariamente terá um score maior.

Se você quer que o score aumente, tente manter o pagamento de todas as contas em dia, pagar o valor integral dos cartões de crédito e não fazer solicitações excessivas de crédito. Isso, aliado ao tempo, deve fazer com que a sua pontuação aumente.

Agora que você já entendeu o que fazer para evitar que seu nome volte ao SPC e também como ter um score maior, aplique nossas dicas e veja como sua vida financeira terá tudo para ser ainda melhor!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *