Blog > Inadimplência prejudica as finanças pessoais e a economia
Empréstimo Pessoal - todas as financeiras num só lugar

Inadimplência prejudica as finanças pessoais e a economia

2018-08-30T17:02:37+00:00

A inadimplênciaFicar inadimplente prejudica as finanças pessoais e a economia se tornou um problema para muitas pessoas, afetando diretamente suas finanças pessoais e economia. Segundo especialistas financeiros, as principais raízes do problema são a falta de planejamento financeiro e a crise econômica que afetou muitas pessoas com o desemprego.

O Bom Pra Crédito preparou este post para explicar como a inadimplência prejudica as pessoas. É um conteúdo muito útil para quem já esta passando por esse problema, para quem quer se prevenir ou mesmo ajudar alguém. Acompanhe!

 

Afinal, o que é inadimplência?

Importante explicar o que é inadimplência, pois muitas pessoas a confundem com o processo de endividamento. Não que este não tenha relação com a sua causa, pelo contrário, é um dos principais motivos.

Então, a inadimplência pode ser resumida como o descumprimento de uma obrigação financeira previamente estabelecida em contrato e geralmente tem como causas o desemprego, endividamento e falta de organização em relação às datas de pagamento.

Isso pode levar as pessoas a terem seus nomes inscritos nos órgão de proteção ao crédito, como Serasa, SPC, entre outros, prejudicando-as.

💡Saiba mais sobre inadimplência:

 

Como a inadimplência pode prejudicar minhas finanças pessoais e a economia?

Imagine a seguinte a situação. Você comprou um produto que desejava muito, mas perdeu o controle das finanças e não conseguiu pagá-lo tendo o seu nome cadastrado nos órgãos de proteção ao crédito.

O ato de não pagar o produto na data de vencimento, acarretou, além juros, multa por atraso e outros tipos de encargos que fizeram o valor do produto triplicar.

Inicialmente, ele custava R$ 1000,00 e, com os juros e outros valores gerados a partir do atraso, chegou a custar cerca de R$ 3000,00. Logo, quanto mais tempo a quitação da dívida atrasa, maior é o valor a ser pago.

Perceba que diante dessa situação, você terá um gasto a mais e isso poderá refletir diretamente em suas finanças pessoais, reduzindo também as suas economias.

Vale ressaltar que, dependendo do valor da dívida e do produto comprado, a empresa lesada pode entrar com uma ação judicial para requerer o pagamento, gerando a penhora de bens para a quitação do valor não pago se houver previsão em contrato.

VEJA TAMBÉM  Como aumentar o score de crédito?

Além disso, a inadimplência prejudica a economia em geral porque os comerciantes e empresas não conseguem honrar seus compromissos sem receber o pagamento, e, para compensar o problema aumentam os preços, e a produção industrial e o estoque de produtos são prejudicados.

 

Evite a bola de neve

Quando atrasamos o pagamento das dívidas que contraímos, isso pode gerar um efeito bola de neve com o valor devido, mais juros e multa resultantes, dificultando a obtenção de crédito junto ao mercado.

É simples chegar a esse raciocínio. Se você não teve condições financeiras de pagar as suas dúvidas no tempo correto, como poderá arcar com os custos gerados em decorrência do atraso, que pode transformar, como vimos no exemplo anterior, uma pequena dívida em uma grande dívida?

É claro que não estamos considerando fatores como o seu crescimento profissional, suas conquistas, entre outros elementos que podem fazer você ganhar mais e, assim, pagar as dívidas contraídas.

De todo modo, a solução é não deixar as dívidas atrasarem, pois o dinheiro gasto desnecessariamente para arcar com os custos do atraso poderia ser usado para melhorar a sua qualidade de vida.

Por isso, é muito importante planejar-se financeiramente, usando os recursos de modo racional.

 

Mantenha as finanças em ordem:

SOLICITE SEU EMPRÉSTIMO PESSOAL

Sem compromisso

 

Como aproveitar melhor os seus recursos financeiros?

O ideal é elaborar um planejamento financeiro que conste, detalhadamente, o orçamento disponível e quanto dele poderá ser comprometido para a compra de produtos e serviços.

Deve também definir claramente os preços dos produtos e serviços desejados, pois isso garante maior controle, gestão e transparência.

A partir disso, você poderá utilizar os seus recursos financeiros de modo racional, evitando assim a inadimplência e possível redução das suas economias, além de contribuir para o desenvolvimento da economia do país.

Abaixo, apontamos um exemplo que pode servir de norte para a sua organização financeira. Veja:

Itens desejados:

  • Celular (R$ 800,00);
  • Micro-ondas (R$ 500,00).

Orçamento disponível:

  • R$ 3.000,00 por mês, para custear itens de consumo da residência.

Observe que neste exemplo você possui um orçamento que é capaz de atender plenamente aos seus desejos de consumo. Mas existem contas que devem ser levadas em consideração, como as contas de luz, água, internet, etc.

VEJA TAMBÉM  Juros simples e juros compostos: entenda a diferença

Tudo deve ser calculado para que você consiga cumprir os compromissos e, dessa maneira, evitar possíveis situações indesejadas.

💡 Confira essas dicas para melhorar suas finanças:

 

Fique de olho na data de pagamento

É importante ficar de olho nas datas de pagamento das faturas e contas é também uma forma de evitar a inadimplência e, consequentemente, maiores problemas.

Comece a utilizar uma planilha com as contas a serem pagas, definindo as datas de cada uma e estabeleça lembretes para não esquecer dos pagamentos.

Abuse dos post-its (blocos de notas) e da agenda de seu celular para que você esteja sempre de olhos bem abertos e evite problemas desnecessários.

💡Aprenda a controlar as contas a pagar

 

Planeje-se para enfrentar possíveis situações indesejadas

Geralmente, quando uma empresa pretende demitir um colaborador, emite um aviso-prévio, tempo que pode permitir a você organizar suas contas.

Faça um diagnóstico de sua situação financeira e das dívidas a serem pagas e estabeleça uma meta para quitá-las, já ciente de suas condições diante desse caso.

É o melhor caminho para ficar com o nome limpo, crédito no mercado e evitar situações que possam prejudicar suas finanças e economia. Pense nisso!

 

Saiba como conseguir empréstimo para organizar as finanças

Se você estiver em situação de inadimplência ou precisar de ajuda para evitar dívidas, conte com o Bom Pra Crédito para encontrar o empréstimo pessoal mais adequado para seu objetivo.

Somos o primeiro e maior shopping online de crédito do Brasil e reunimos mais de 20 parceiros com diversas opções de crédito para você simular, comparar e contratar a melhor opção de crédito.

E quer saber o melhor: nosso serviço é gratuito. Aproveite a visita e conheça já as opções de empréstimo disponíveis!

Simule empréstimo pessoal online seguro

 

E aí, gostou deste artigo? Esperamos que ele tenha lhe ajudado a perceber a importância de controlar bem as suas finanças para evitar problemas.

✉ Que tal se inscrever em nosso site para receber outras dicas que podem lhe ajudar a melhor gerir suas economias? Aproveite!