Empréstimo para negativado: É possível fazer?

Larissa Carvalho

| 4 minutos para ler

Foto artística com close em mãos que contam poucas moedas. A foto está em preto e branco

Continua depois da publicidade

premio reclame aqui 2020

Se você está nessa situação, é preciso atenção na hora de solicitar um empréstimo com nome sujo

Empréstimo para negativado. Será que é possível?

A inadimplência no Brasil é uma realidade. De acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), mais de 62 milhões de pessoas têm o CPF negativado por por diferentes motivos.

Nesse cenário, a crise econômica, o desemprego e imprevistos acabam fazendo com que o endividamento aconteça.

Quando estamos nessa situação, uma das saídas mais viáveis para pagar nossas dívidas é o empréstimo.

O grande problema, no entanto é conseguir a aprovação de bancos ou financeiras.

Será que é possível obter um empréstimo para negativado? Para responder a essa pergunta, compartilharemos as informações a seguir. 

Leia também: 06 passos para quitar dívidas e vencer a crise

Como saber se meu nome está negativado?

Uma pessoa fica com o nome negativado quando não honra com suas dívidas em bancos, lojas, universidades, escolas entre outros setores.

O processo de negativação ocorre quando essas empresas enviam ao devedor uma carta informando que seu nome será incluído no SPC e Serasa Experian.

homem de meia idade olhando para o horizonte. Sua imagem aparece meio de lado e ele tem feições preocupadas.

Se você não recebeu essa carta, é possível consultar nos sites como SPCNet se há alguma restrição no seu nome.

Durante a checagem, você poderá saber qual é o valor devido e qual foi a empresa que solicitou a inclusão.

Posso fazer empréstimo enquanto meu nome estiver inscrito no SPC?

Muitas pessoas acreditam que, por estarem com o nome negativado, não vão conseguir empréstimo com nenhuma instituição financeira.

Na verdade, isso varia de banco para banco.

Alguns agentes financeiros liberam empréstimo para negativado.

Essa liberação depende do quanto você tem de dívida, do seu perfil, valor solicitado, quantidade de parcelas entre outros quesitos.

Também existem empresas especializadas em fornecer empréstimo pessoal para pessoas com nome sujo.

No entanto, é preciso avaliar bem a proposta, já que, nesse caso, os juros costumam ser mais altos por conta do histórico de inadimplência. 

O simulador online da Bom Pra Crédito é uma ótima ferramenta para conseguir empréstimo pessoal com o melhor custo-benefício.

Isso é de extrema importância, principalmente no que diz respeito à solução de dívidas.

Vamos supor que, ao invés de fazer a simulação em mais de 30 instituições financeiras, você decide ir pessoalmente em uma agência para solicitar o crédito.

Ao levantar seus dados e seu histórico de dívidas, ela oferecerá um serviço calculado com os menores riscos para a empresa.

Leia agora: 10 filmes para aprender sobre finanças pessoais

Dessa forma, altas taxas de juros serão cobradas para  garantir que o dinheiro emprestado retornará aos cofres da agência.

Como exemplo, imagine que você necessita de 2 mil reais e que uma das opções é dividir esse valor em 12 parcelas.

Dependendo do agente financeiro, esse valor poderá corresponder a uma taxa de 540,95% ao ano.

E o que isso representa? Que você pagará uma parcela de, aproximadamente, 395 reais e que, no total, o serviço custará  4.761,48.

Ou seja, você pagará mais do que o dobro só de juros!

Por fim, o objetivo inicial que era regularizar a situação financeira acaba gerando ainda mais gastos que, por sinal, são desnecessários, já que você desfrutar da simulação online para encontrar taxas de juros bem menores. 

E se eu não conseguir empréstimo?

Se, depois de pesquisar muito e simular as condições das instituições financeiras, você não encontrar nenhuma opção de empréstimo, o melhor caminho é tentar quitar suas dívidas.

Caso consiga regularizar uma parte das contas pendentes, suas chances de conseguir esse serviço aumentam.

No entanto, o ideal é resolver e não criar mais problemas financeiros.

Por isso é importante que você faça um bom planejamento para avaliar se sua renda será capaz de cobrir todos os custos. 

O que você deve considerar na hora de contratar empréstimo para negativado

Fraude: Na ansiedade por resolver logo as pendências financeiras, corremos o risco de cair em golpes aplicados por “empresas” fraudulentas.

Estas se aproveitam da situação para cobrar depósitos antecipados.

É importante que você saiba que não deve pagar nenhum valor antes de fechar negócio.

Confiabilidade da instituição: Outro cuidado que você deve tomar diz respeito à reputação e políticas de transparência da agência financiadora.

Desconfie de sites com erros de ortografia ou que não tenham informações claras de contato, telefone, e-mail , endereço e CNPJ. 

Burocracia: É importante que você saiba que o risco dos bancos ou financiadoras de não receber o pagamento é maior em caso de empréstimo para negativado.

Isso implica em uma análise criteriosa e rigidez com o prazo e parcelas. 

Negociação: O Custo Efetivo Total (CET) é outro elemento para o qual você deve se atentar antes de assinar o contrato.

Verifique o que está sendo cobrado e se é possível obter desconto ou anulação de taxas opcionais. 

Realidade financeira: Avalie com muita atenção se as parcelas cobradas condizem com seus gastos. Isso evita que o problema se torne uma bola de neve.

Dependendo da sua renda, a melhor saída é apostar em empréstimo para negativado com mais prestações e com valores mais baixos. 

Como aumentar as chances de conseguir empréstimo?

Existem algumas alternativas que podem te ajudar a conseguir empréstimo para negativado e facilitar a percepção da instituição financeira acerca da sua reputação. 

Uma delas é apresentar um extrato bancário dos últimos 3 meses da movimentação de sua conta. 

Isso pode servir como comprovação de renda. Outra opção é refinanciar carro ou imóvel.

Dessa forma, sua renda comprometida diminui e você consegue o empréstimo com mais facilidade. 

Mas, atenção! Lembre-se de que tudo isso implica em juros e outras taxas.

Foque no objetivo principal que é solucionar dívidas e descomplicar sua vida financeira. Tudo implica em custos e você deve avaliar cada um deles. 

Por fim, lembre-se de que o melhor caminho sempre será limpar seu nome.

Apesar de ser o mais longo, é ele o responsável por te dar autonomia financeira e te ajudar a tomar medidas com melhor custo-benefício. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *