Como conseguir dinheiro para pagar dívidas?

Larissa Civita

| 4 minutos para ler

Como conseguir dinheiro para pagar dívidas?

Continua depois da publicidade

Você está endividado e não sabe o que fazer para pagar as suas dívidas? É normal ter a sensação de que as dívidas não têm solução quando você não tem dinheiro. Mas ao contrário do que se imagina, pagar dívidas mesmo em um momento de aperto é possível, sim!

Para não piorar o problema, procure soluções para pagar as suas dívidas o quanto antes, pois elas crescem rapidamente e você corre o risco de ter o nome incluso nos serviços de proteção ao crédito, o temido “nome sujo”.

Certamente, você já deve ter escutado a frase “dívida que virou bola de neve”, não é mesmo? E é justamente isso que acontece quando você não paga as dívidas, pois os juros continuam sendo contados até que você negocie. Aí já viu, né?

Quanto mais tempo você levar para pagar o que está devendo, mais dinheiro terá que desembolsar. Por isso, não perca mais tempo: a decisão de pagar as suas dívidas é mais importante do que ter dinheiro para pagá-las. O Bom Pra Crédito dá dicas de como conseguir dinheiro para pagar dívidas:

1) Atualize-se sobre o valor da sua dívida

Não importa quanto tempo você deixou de pagar uma conta: o valor da dívida já não é mais o mesmo. Para saber o valor da sua dívida atual com juros de atraso, entre em contato com a credora e peça informações sobre a conta que não foi paga, como dias de atraso, porcentagem de juros e valor atual da dívida.

Aproveite também para solicitar informações sobre negociação: tem desconto no pagamento à vista? Quais as opções de parcelamento?

Nesse primeiro momento, anote tudo em um caderno, para conseguir fazer um planejamento para o pagamento da sua dívida.

2) Faça um diagnóstico financeiro

Agora que você já sabe o valor atual da sua dívida, mesmo que esteja no vermelho, é necessário esclarecer a sua situação financeira atual. O cartão de crédito não foi pago? Você está usando o cheque especial?

Esclareça os valores e o quanto de dinheiro precisa para quitar as dívidas, o valor do seu orçamento mensal (salário + extras) e as principais despesas, como contas de energia e água, supermercado, entre outros.

O diagnóstico financeiro é importante para entender o que está acontecendo com a sua saúde financeira, por exemplo, se os seus hábitos de consumo não estão condizentes com o seu bolso.

3) Corte gastos desnecessários

Aproveite o momento complicado para repensar os gastos supérfluos. Se você tem dívidas, uma boa saída é economizar parte do seu dinheiro que vem sendo gasto sem nenhum controle.

Após o diagnóstico financeiro, fica mais fácil identificar o que você pode reduzir ou cortar, pelo menos, até pagar as suas dívidas.

Você pode sair da dívida ganhando pouco: basta que você tenha o objetivo de quitar os seus débitos e se livrar das dívidas de uma vez por todas!

Aproveite para descobrir qual o seu perfil financeiro na hora de gastar dinheiro e o que fazer para corrigir possíveis falhas que atrapalham o seu crescimento financeiro.

4) Busque fontes de renda extra

Você tem dívidas e não tem dinheiro para pagá-las? Uma boa alternativa é buscar fontes de renda extra e direcionar o dinheiro que ganhar para o pagamento das suas dívidas.

E como fazer isso? Simples: o que você sabe fazer que pode ajudar a garantir uma grana extra no fim do mês? Você pode vender um produto ou prestar um serviço que ajude a aumentar a sua renda, pelo menos, no período em que você precisa pagar as suas dívidas.

Que tal virar um microempreendedor individual (MEI)? Você pode ter um emprego fixo e empreender ao mesmo tempo. Aproveite a oportunidade para equilibrar o seu orçamento.

5) Peça um empréstimo pessoal

O jeito mais fácil de pagar as suas dívidas sem ter dinheiro é utilizando um empréstimo pessoal. Além de você conseguir o dinheiro que precisa para quitar as dívidas de uma vez por todas, vai precisar se preocupar apenas com um vencimento (das parcelas do seu empréstimo).

É uma forma de organizar e também de equilibrar o seu orçamento, pois o valor da parcela mensal sai menor do que se você tivesse que pagar o parcelamento de todas as dívidas.

O Bom Pra Crédito sabe que você precisa de uma solução rápida para pagar as suas dívidas: peça agora seu empréstimo pessoal online, 100% gratuito e seguro.

6) Antecipe os pagamentos para conseguir descontos

Você negociou os seus débitos ou pediu empréstimo pessoal para pagar as suas dívidas? Sempre que possível, antecipe os pagamentos das parcelas para conseguir descontos e, assim, pagar mais barato.

Além dos descontos, você tem mais chances de conseguir um novo crédito mais adiante, depois de cumprir o seu acordo.

Você também pode fazer portabilidade de crédito (migração da dívida para outro banco), se houver mais vantagens para o seu bolso.

Não se esqueça de que o pagamento em dia (até a data de vencimento das parcelas) é importante para não perder os descontos concedidos na negociação.

7) Controle as finanças para evitar novas dívidas

Manter as finanças pessoais sob controle é essencial para não contrair novas dívidas. Portanto, acompanhe os seus gastos de perto e fique atento aos sinais de que você está perdendo o controle financeiro.

Comece a reservar dinheiro para emergências, caso ainda não tenha o hábito. Você pode começar guardando uma pequena quantia por mês e ir aumentando aos poucos.

E se precisar de dinheiro urgente, evite ao máximo recorrer ao cartão de crédito e cheque especial, pois essas modalidades possuem os juros mais altos do mercado. Conheça alternativas ao cartão de crédito e cheque especial.

Solicite seu empréstimo pessoal

Veja também:

» O que é crédito pré-aprovado e como contratar

» 10 razões para você escolher o empréstimo no Bom Pra Crédito

» Precisando de dinheiro? Conheça alternativas ao cartão de crédito e cheque especial